Missão ao planeta oceano, o mundo precisa acordar

2
2533
views

Missão ao planeta oceano, o mundo precisa acordar, dizem os cientistas

O Foresight Future of the Sea Report diz que em uma década a quantidade de plástico nos oceanos pode dobrar. Mas os problemas não se resumem a isso. Preocupam os cientistas a elevação do nível das águas, seu aquecimento, outros tipos de poluição e  oportunidades econômicas desperdiçadas. Por isso eles defendem uma ‘Missão ao planeta oceano.’

foto de ilustração a missão ao planeta oceano

O relatório missão ao planeta oceano: US$ 3 trilhões até 2030

Ele foi feito pelo consultor científico chefe do Reino Unido, Mark Walport, que aponta  oportunidades na exploração da  “economia do oceano”, mercado que deve dobrar de tamanho, para US$ 3 trilhões (R$ 9,9 trilhões), até 2030. O relatório mostra a necessidade do mundo  ter o mesmo ânimo que demonstrou na exploração de Marte ou da Lua, só que, neste caso, para explorar os oceanos. Com este relatório o governo do Reino Unido pretende ter uma ‘política única’ entre seus vários departamentos. Edward Hill, do Centro Oceanográfico do Reino Unido, declarou:

Os oceanos são críticos para nossa economia no futuro. Nove bilhões de pessoas buscarão por mais comida nos oceanos, mas ainda sabemos muito pouco sobre o que há lá embaixo. Investimos muito dinheiro e esforços em missões para o espaço, mas não há nada vivo lá fora. O fundo do mar está repleto de vida. Precisamos de uma missão ao planeta oceano – esta é a última fronteira

Não é a primeira vez que cientistas rogam aos governos para investirem mais no conhecimento e exploração submarina. Os oceanos abrigam a última grande área selvagem da Terra. Há todo um vasto mundo a ser descoberto. E, quanto mais o fazemos, mais percebemos os imensos problemas gerados pelo ser humano.

O plástico de novo

O relatório destaca que  “a atual quantidade de plástico presente nos mares  deve triplicar entre 2015 e 2025.” Já pensou? Se a quantidade atual já é considerada crítica, imagine daqui a algum tempo. Mas o pior é que a reciclagem do plástico não avança. A indústria diz que não é com ela; os governos e suas políticas públicas pouco ajudam; e os cidadãos também pecam ao não cuidarem de sua parcela de lixo. Onde vamos parar?

Novas áreas a serem exploradas na Missão ao planeta oceano

Os autores do estudo exortam os governos a  identificarem formas de proteger a biodiversidade dos mares, há muitas riquezas a serem exploradas, como reservas de metais e até mesmo uma possível cura para o câncer.

O futuro segundo o relatório Foresight Future of the Sea Report

Se a coisa estava feia, agora parece pior. O relatório prevê aumento de atividade industrial nos oceanos,  fazendas eólicas, seguido por aquacultura e processamento de peixes. O relatório também projeta um crescimento da captura de peixes selvagens.

Sobre atividades industriais, pouco podemos fazer além de correr contra o tempo e criar mais áreas de proteção integral. Quanto às fazendas eólicas, parece que que este é um ponto indiscutível: é preciso que se faça a transição para energias renováveis. A aquacultura ainda está longe de conseguir o sonho da sustentabilidade. Já a pesca, é pouca vergonha de muitos governos que sabem que a vida marinha está por ‘um fio’ mas pouco agem em razão do medo do desemprego. Qual governante é corajoso o suficiente para tomar medidas contra a pesca industrial? Em poucas palavras, nenhum. Pergunte à maior referência sobre os mares no mundo: a cientista norte-americana Sylvia Earle. Ela pediu demissão da NOAA por que sugeriu ao governo dos USA mais rigidez quanto à pesca. Não foi atendida e pediu demissão.

Fontes: https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/541068/foresight-future-of-the-sea-project-FOI.pdf.

Multinacionais, sua responsabilidade, bons e maus exemplos

COMPARTILHAR

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

2 COMENTÁRIOS

  1. Uma imensa palhaçada, para começar.
    Agora, o que é certo é que muita gente vai ficar muito rica com esta história de “planeta”, isto sim!
    O mundo não precisa acordar.
    Precisa acabar e fazer outra humanidade porque esta que está aí só prova que a natureza cometeu um grande equívoco.

  2. Falam em governos, empresas e classe média. O Haiti envia ao mar do Caribe ilhas de lixo, assim como favelas e palafitas que proliferam nos mais variados ambientes aquáticos. Mas, como sempre, justiceiros sociais podem enviar degetos e detritos que chegam ao mar pelos cursos d’água. Quem invade tem carta branca para desmatar e poluir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here