Fazendas de Salmão no Canadá são contestadas

2
266
views

Fazendas de salmão no Canadá são contestadas em documentário

O site dfo-mpo.gc.ca diz que “o Canadá é o quarto maior produtor de salmão de viveiro do mundo. O salmão do Atlântico é a principal exportação de aquacultura do Canadá, embora as fazendas de salmão também cultivem as espécies Chinook e Coho. Os Estados Unidos são o maior mercado de exportação do Canadá para o salmão de viveiro. O salmão de criação é a terceira maior exportação de frutos do mar do Canadá, a maior exportação de agroalimentos da Colúmbia Britânica. A produção de salmão representa mais de 70% do volume total produzido no Canadá e é um contribuinte econômico significativo para as comunidades costeiras e rurais nas costas leste e oeste.”

Os valores envolvidos

A mesma fonte informa que “o valor médio anual  da cultura do salmão no Canadá foi de US$ 735,2 milhões nos últimos cinco anos (2011-2015). A produção de salmão da British Columbia representa cerca de 60% desse total.”

Ambientalistas ocupam fazenda de salmão no Canadá

Outra fonte, http://www.cbc.ca,  diz que “um grupo da First Nations  está ocupando uma fazenda de salmão perto de Alert Bay. Eles dizem que não partirão até que os governos provinciais e federais revoguem as autorizações para a instalação. Ernest Alfred, um dos líderes do grupo disse que a fazenda está ameaçando seu modo de vida tradicional, afetando os estoques de salmão e arenque. Ele exige um fim geral para a criação de peixes de rede aberta na área sensível do arquipélago de Broughton. Um dos muitos problemas seriam as deformações sofridas pelo peixe em cativeiro.”

imagem de salmão deformado das fazendas de salmão do canadá
Peixe deformado nas fazendas de salmão do Canadá ( foto:http://www.cbc.ca/)

Nenhuma nova permissão para fazendas de peixes foi aprovada na Columbia Britânica desde 2015. Um comitê está atualmente examinando o salmão selvagem e a indústria da aquicultura, e deve apresentar um relatório no final de novembro (2017).

Aquacultura, ainda longe de resolver seus problemas

As fazendas de peixes mundo afora são caras, poluentes, e insustentáveis. Saiba que o alimento das criações é farinha de peixe. Para cada quilo de farinha, são necessários três quilos de peixes. A conta não fecha!

Vídeo chocante mostra problemas nas fazendas de Salmão do Canadá

Este documentário do cineasta Twyla Roscovich e da bióloga Alexandra Morton mostra que o salmão selvagem da Colúmbia Britânica está testando positivo para perigosos vírus de salmões europeus associados à salmonicultura no mundo. Segundo o documentário, isso acontece em razão de produtos químicos usados na produção. Os salmões de cativeiro, assim como os vírus, fogem de seus tanques e contaminam os peixes selvagens. O documentário diz que o governo canadense procura suprimir as descobertas contidas no trabalho.

Fontes: http://www.dfo-mpo.gc.ca/aquaculture/sector-secteur/species-especes/salmon-saumon-eng.htm; http://www.cbc.ca/news/canada/british-columbia/first-nations-environmentalists-occupy-b-c-salmon-farm-1.4268234;https://www.youtube.com/watch?v=fTCQ2IA_Zss&feature=youtu.be.
COMPARTILHAR

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

2 COMENTÁRIOS

  1. Todas as carnes disponíveis para consumo são produzidas mediante enorme crueldade para com os animais, além da contaminação por antibióticos, agrotóxicos, medicamentos, sem se falar na alimentação inadequadra e pouco recomendável que lhes é imputada. Agora esta grave denúnica sobre a criação de salmões. Decidi ser vegetariano há quase dois anos, e nunca me senti tão bem fisicamente e com a consciência tão leve por estar ajudando a mim mesmo e ainda, salvando vidas de um número incontável de animais. .

  2. Como não fecha a conta 3 X 1 da ração do salmão, também, não fecha a conta dos pseudos laboratórios encapsuladores do “ômega 3”. Buscam suas matérias primas nos peixes que habitam as águas profundas e geladas do Mar da Noruega. Haja bacalhau !. A conferir: Matéria que li, declara que governo norueguês limita a pesca do bacalhau em 95000 unidades / ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here