Países que baniram o plástico já são mais de dez

17
6136
views

Países que baniram o plástico

Atualmente são mais de dez países que baniram o plástico, entre eles Índia, Bélgica, Costa Rica, França, Grenada, Indonésia, Noruega, Panamá, Santa Lúcia, Serra Leoa e Uruguai. O mais novo a adotar tais medidas é Taiwan.

Por que banir o plástico?

Porque o material é um dos maiores inimigos do meio ambiente. Para começar, a produção do material exige petróleo (5%). Mesmo que seja pouco, para extraí-lo e refiná-lo é necessário todo o processo que envolve práticas que poluem excessivamente o meio ambiente. Outro problema grave, é que o material demora mais de 100 anos para se decompor e, segundo a ONU, entre 22% a 43% do total produzido, 310 milhões de toneladas/ano, vão parar em aterros. E por lá ficam quase um século! Finalmente, de acordo com pesquisa da Ellen MacArthur Foundation, no mundo apenas 14% das embalagens plásticas é recolhida para reciclagem.

O plástico e os oceanos: mais de 150 milhões de toneladas

A mais confiável pesquisa, atualmente disponível, estima que atualmente haja mais de 150 milhões de toneladas de material plástico nos oceanos. Pelo menos 8 milhões de toneladas de plástico – equivalentes a um caminhão de lixo por minuto, vazam para os oceanos anualmente. E ainda não existe tecnologia capaz de retirar este material dos oceanos.

Algumas idéias para reaproveitar, ou mitigar, o plástico dos oceanos

Não são muitas, e algumas são complexas. Mas existem desde bactérias que estão sendo desenvolvidas para comerem plástico, como outras que sugerem pavimentar estradas com o plástico dos oceanos. Mas ainda não existem tecnologias capazes de retirar o incrível montante do material que já está nos oceanos matando aves, tartarugas e mamíferos marinhos. No futuro, com o avanço da tecnologia talvez seja possível a retirada do material do mar. Mas as sugestões que hoje circulam ainda não conseguiram unanimidade entre pesquisadores.

Índia, e dez outros países que baniram o plástico

A  Índia, e dez outros países, vão banir plástico. No caso da Índia, a lei vale para Nova Delhi. A lei  foi publicada em junho de 2017. O país não está só. Este é um problema mundial. Trinta e dois por cento dos 78 milhões de toneladas de embalagens plásticas produzidas anualmente vão parar nos oceanos. Isso equivale a um caminhão de lixo (de plástico) a cada minuto nos mares do planeta.

Índia: responsável por 60% do plástico despejado nos oceanos

De acordo com o India Times, a Índia é responsável por surpreendentes 60% do plástico despejados nos oceanos  todos os anos. O país tornou-se tão preocupado com o problema  que o Tribunal Verde Nacional introduziu uma proibição de plástico descartável na capital. Agora não é permitido usar sacolas de plástico, xícaras de chá e talheres em Delhi.

França aprova lei para banir plástico que não seja degradável

A lei francesa, aprovada em julho deste ano, vai proibir a venda de talheres, copos e pratos de plástico que não sejam biodegradáveis a partir de 2020. O jornal Les Echos diz que no país são jogados fora, por ano, 4,7 bilhões de copos de plástico o que “constitui uma pirâmide tão alta como 25 torres Eiffel”.

Segundo o jornal, o problema da lei para a transição verde, em francês ‘loi de transition énergétique pour la croissance verte’, é o custo mais alto dos novos copos e outros materiais que, em vez de plástico, serão produzidos por celulose. Eles custarão três vezes mais caro.

Costa Rica segue exemplo e propõe banir plástico até 2021

A medida vale para sacolas, garrafas, talheres, tampas, tem como objetivo diminuir a poluição de plásticos principalmente nos oceanos. Ainda não se sabe qual material será usado no lugar do plástico. O governo  vai investir em pesquisas e oferecer incentivo para o desenvolvimento de novos materiais.
O Brasil bem que poderia seguir estes exemplos.

ONU lança o #CleanSeas

No mês passado o Programa do Meio Ambiente da ONU lançou #CleanSeas, uma grande campanha global para impedir ou diminuir o lixo  plástico nos oceanos. Dez países já se juntaram.

Até 2050 é estimado que 99% das aves marinhas terão ingerido plástico. O lixo plástico prejudica mais de 600 espécies marinhas.

imagem de gráfico mostrando plástico ingerido por peixes e aves marinhas
países que baniram o plástico
(ilustração de abertura: SurfinSantos)
Fontes: weforum.org; weforum.org; hypeness.com.br; lesechos.fr/.
COMPARTILHAR

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

17 COMENTÁRIOS

  1. Eu acho que o plástico deve ser banido sim. Porém algumas coisas ainda precisam ser feitas de plásticos como luvas cirúrgicas, seringas. Mas, devemos ter uma coleta rígida, para que esses materiais sejam reaproveitados e não jogados na natureza.

    Falta no Brasil uma política de coleta seletiva. Eu vejo que nas capitais tem aquelas lixeiras ecológicas para colocar plástico, vidro, alumínio. Mas notei que aquele lixo é recolhido e jogado em lixões, ao invés de ser reciclado. Do que adianta separamos o lixo se o destino será o mesmo.

  2. Geralmente sou contra estas políticas ambientais comunistas. Mas com relação ao plástico é evidente que é um péssimo material para o meio ambiente. É bom ver que o mundo tem se preocupado e tomara que em breve o Brasil faça o mesmo.

  3. e com muita tristeza ver uma matéria tão linda feita ,e não existir um coméntario numa situação de calamidade que vivemos aqui e no resto do planeta ,lá eles buscam uma solução ,aqui não se ve nada dos governantes e pior ainda de nós o povo ,não reciclamos nada ,as cidades são sujas imundas ,e ninguém liga para nada ,dou meus parabéns para está sensacional reportagem ,que deveria ser na primeira parte deste grande e sensacional jornal ,obrigado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here