Baleia enredada em lixo pede ajuda a mergulhadores, vídeo emocionante

5
9008
views

Baleia enredada em lixo pede ajuda a mergulhadores

A interação entre seres humanos e animais marinhos é rara. Mas, com mamíferos marinhos, nem tanto. Aqui mesmo, no Brasil, temos ao menos dois casos interessantes de golfinhos que ajudam pescadores. Por exemplo, Laguna, SC, ostenta orgulhosa o título de Capital Nacional dos Botos Pescadores devido à existência de uma população de botos, nariz-de-garrafa, que habita o sistema lagunar e interage com os pescadores artesanais. O mesmo processo ocorre na região de Tramandaí, divisa com Imbé, litoral norte do Rio Grande do Sul. Infelizmente, os animais de Laguna estão morrendo por encontros com embarcações e, especialmente, a pesca incidental. Agora, um vídeo emocionante publicado nas redes sociais mostra uma baleia enredada em lixo e que parece pedir ajuda a mergulhadores.

Baleia enredada em lixo
Imagem, Dive Magazine.

Um caso raríssimo de interação em Cananéia, sul de São Paulo

Antes de passarmos ao caso da baleia, vale lembrar uma rara oportunidade de observação que aconteceu comigo quando estava em Cananéia, sul de São Paulo, em uma de minhas viagens. O que assisti, e gravei, eu jamais ouvi falar. A história de um único boto que ficou ‘amigo’ do pescador Pedro Cardoso, o Pipoca.

boto amigo de Pedro
Depois do chamado, o boto amigo aparece e lota o cerco de peixes.

Saímos de barco junto com Pedro, em direção a um cerco por ele mantido. Ao nos aproximarmos, ele bateu com a mão na água para ‘chamar’ o amigo. Dez minutos depois, Pipoca se aproximou. Ficamos olhando. O animal dava voltas, ia de um lado para o outro juntando o cardume e, em seguida, os ‘empurrava’ para dentro da armadilha.

cerco de peixes em Cananéia
Pedro e o cunhado na despesca.

Terminada a manobra, Pipoca se afastou enquanto Pedro e seu cunhado cuidavam da despesca. Com a canoa cheia, o boto se aproxima novamente, recebe um afago e um parati em retribuição. Terminado o serviço, cada um foi pro seu lado. A canoa voltou para o porto, enquanto Pipoca sumiu pelo Lagamar. Pode? Na época, isso se repetia semanalmente há 13 anos! É tão raro que não resisto em colocar o vídeo abaixo, mesmo com pouca qualidade porque na época ainda imperava o sistema analógico. Mas vale a pena ver.

Pedro e boto em Cananéia
“Valeu, amigão, ó pra você.

Pedro e seu ‘amigo’ boto – se você quiser ir direto à interação, ela começa aos 2’10”

Mar Sem Fim - Ep 75 - Bloco 2

Baleia ‘pede ajuda’ em algum lugar do Índico

Esta história nos chegou através da Dive Magazine (14/06/2024). Um vídeo surgiu mostrando o momento que um cachalote enredado em lixo nada até um grupo de mergulhadores e parece pedir ajuda.

PUBLICIDADE

No vídeo, filmado em um local não revelado no Índico, o cachalote é visto nadando até um grupo de mergulhadores com a boca e parte da cabeça enredada em uma teia de lixo e plantas.

A baleia permanece ao lado dos mergulhadores, com a boca aberta, enquanto uma mergulhadora desembaraça cuidadosamente e remove o lixo de suas mandíbulas. Uma vez livre – em vez de desaparecer de volta para o azul profundo – o cachalote paira ao redor dos mergulhadores por um tempo.

Embora esta história em particular tenha um final feliz, este não é o caso da maioria das criaturas marinhas emaranhadas em nosso lixo.

Assista ao vídeo e não se emocione se for capaz

Woman uses her bare hands to save starving whale

Torneio de baixarias por prefeitos em municípios costeiros

Comentários

5 COMENTÁRIOS

  1. Obrigado por compartilhar, ainda resta esperança graças a seres humanos como esses. Nos faz sentirmos menos, o lixo que somos. Me perdoem a sinceridade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here