O polvo Wunderpus, uma maravilha recém-descoberta

3
21016
views

O polvo Wunderpus, uma maravilha recém-descoberta

Não passa mês sem que alguma nova  descoberta sobre os oceanos  deixe os cientistas de queixo caído, provando mais uma vez que conhecemos mais o espaço sideral que os mares do planeta. Apesar dos oceanos representarem 71% da superfície da Terra os cientistas não sabem quantas espécies vivem nas profundezas. Estimativas sugerem entre 700.000 e um milhão de espécies de vida marinha – mas mais de 91% permanecem sem classificação. Ou seja, a cada dia que passa ficamos sabendo alguma novidade, uma delas é o polvo Wunderpus.

Imagem do polvo Wunderpus
O inacreditável polvo Wunderpus fotografado por Wu-Yung Sen.

O polvo Wunderpus

Estaremos na ‘era dos polvos? ‘ A pergunta é apenas uma brincadeira para lembrar que outro polvo famoso, o Professor Polvo, acaba de ganhar o Oscar. E isso é muito bom. Mais pessoas acabam conhecendo aspectos interessantes da vida marinha.

O inacreditável polvo Wunderpus – chamado Wunderpus photogenicus, que significa literalmente maravilha fotogênica – só foi descrito oficialmente pela primeira vez por pesquisadores em 2006. O animal ainda é pouco estudado em comparação com outros polvos.

Imagem do polvo Wunderpus
Imagem, Wu-Yung Sen.

A espécie vive nas águas costeiras do Oceano Pacífico ao sul das Filipinas. Os adultos são de um vermelho enferrujado com manchas e listras brancas. Eles têm a capacidade de se contorcerem para imitar outras criaturas marinhas com sombras semelhantes, como o venenoso peixe-leão espinhoso. Este mecanismo de proteção, entretanto, não beneficia as larvas translúcidas jovens.

Filipinas, onde as fotos foram feitas

O espécime encontrado por Yung-sen enquanto mergulhava em Anilo, nas Filipinas, estava nessa fase do ciclo de vida e apresentava um cérebro visível dentro de sua cabeça translúcida.

PUBLICIDADE

O ávido fotógrafo de mergulho – que também trabalha como consultor de negócios – sabia que estava presenciando um fenômeno raro. Felizmente, ele tirou a imagem antes que o jovem polvo pudesse se afastar.

Yung-sen foi capaz de capturar esta criatura indescritível – e muitos outros – usando as técnicas especiais empregadas por mergulhadores. Esses entusiastas esperam encontrar formas de vida incomuns e solitárias no oceano aberto.

O tipo de mergulho para capturar criaturas raras

Os mergulhadores levam um barco para o mar até acharem um local em que a profundidade ultrapasse dois quilômetros. As luzes em linhas compridas são abaixadas primeiro, depois os mergulhadores descem.

Eles permanecem amarrados ao barco para segurança e estabilidade, cerca de 50 metros abaixo da superfície, enquanto esperam.

Imagem do Wunderpus
Imagem, Albert Kang.

As luzes atraem primeiro o zooplâncton microscópico. O plâncton, por sua vez, atrai pequenas criaturas planctônicas que se alimentam de organismos minúsculos. Água-viva, lula e peixes larvais (bebês) entram para se alimentar sob a luz suspensa.

Para Yung-sen, a fotografia em águas negras é uma forma de explorar os limites do mundo natural, invisível para muitos. No entanto, ele também é um fotógrafo premiado em águas muito mais rasas.

Conheça o polvo Wunderpus

De acordo com o site do montereybayaquarium a espécie foi nomeada com a palavra alemã “Wunder”, que significa “maravilha”. O wunderpus tem braços longos e finos e padrões espetaculares.

O habitat são as águas rasas do arquipélago indo-malaio, estendendo-se de Vanuatu a Papua Nova Guiné, Indonésia e Malásia, ao norte até as Filipinas.

O animal alimenta-se de peixes e pequenos crustáceos. Seu tamanho varia entre 23 cm, a envergadura de seus tentáculos, por 40,6 cm. Filo: Mollusca; Classe: Cephalopoda; Família: Octopodidae.

As armas do polvo Wunderpus

Segundo o site montereybayaquarium, ‘o polvo Wunderpus é um artista que muda rapidamente sua cor, forma e movimentos para imitar outros animais marinhos, como uma tela de alerta para predadores em potencial. Em um piscar de olhos, o wunderpus pode personificar uma espécie venenosa, transformando seus padrões em um peixe-leão letal com espinhos venenosos ou uma cobra marinha’.

‘O wunderpus tem braços longos que são especialmente úteis para a caça. O polvo os estende sobre areia ou cascalho de coral para prender sua presa. Ou enfia a mão em buracos para sondar e pegar uma refeição.

‘Olhos pequenos em cima de longos caules costumam dar à cabeça desse animal uma aparência em forma de Y. As manchas brancas na cabeça são exclusivas de cada animal, permitindo aos biólogos identificar e estudar os indivíduos’.

Conservação

O wunderpus é comercialmente importante para fotógrafos subaquáticos, turismo  e comércio de aquários domésticos. Pouco se sabe, entretanto, sobre sua história de vida e comportamento, já que a espécie é relativamente nova para a ciência. Foi descoberto na década de 1980 e descrito oficialmente apenas em 2006.

PUBLICIDADE

Curiosidade

Parece que essa espécie é capaz de perder um braço ao ser atacada, permitindo que o polvo escape dos predadores. É então capaz de regenerar a parte perdida do corpo.

Assista ao vídeo e conheça mais este animal marinho

Imagem de abertura: Wu-Yung Sen

Fontes: https://mymodernmet.com/wu-yung-sen-blackwater-photography/?fbclid=IwAR2tZwjDNHS2TMIB4VpcsLuLRCwpRPMIb5En_i4w_HD5VU9thogtQjNkZ9A; https://www.montereybayaquarium.org/animals/animals-a-to-z/wunderpus.

Aquecimento global e energia nuclear, escolha de Sofia?

Comentários

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here