Economia Azul, saiba qual o PIB do mar brasileiro

1
1353
views

Economia Azul, saiba qual o valor do PIB do mar brasileiro

Ilustração, http://www.oecd.org/.

Em 2018 uma tese de Doutorado da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, do Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento, trouxe revelações interessantes e até então desconhecidas nestas plagas sobre a Economia Azul.

Qual o valor de nosso PIB do Mar?  De autoria de Andréa Bento Carvalho, orientada por Gustavo Inácio de Moraes, a tese Economia do mar: conceito valor e importância para o Brasil, demonstrou o quanto o mar é importante para a economia brasileira. Foi a primeira vez que nossa economia azul foi avaliada. O ano escolhido para o estudo foi o de 2015.

Economia Azul, ou economia dos oceanos no Brasil

O IBGE define PIB como “a soma de todos os bens e serviços finais produzidos por um país, estado ou cidade, geralmente em um ano.”

De acordo com o órgão, “o PIB é um indicador síntese de uma economia. Ele ajuda a compreender um país.”

2015, recessão no País

Em valores correntes, o PIB do Brasil em 2015 totalizou R$ 5,9 trilhões. Foi um ano ruim (queda de 3,8% do Produto Interno Bruto).

PUBLICIDADE

Em pleno desgoverno Dilma, a soma de bens e serviços foi o pior em 25 anos. Enfrentávamos a recessão que acabou por levá-la ao Impeachment.

Mas isso nada tem a ver com o que hoje apresentamos. Os números servem  para avaliarmos a economia azul, ou a economia do oceano, no mesmo período.

Economia Azul versus a do agronegócio

Em 2015, de acordo com a tese, a economia do mar  gerou  R$ 1,11 trilhão. O estudo da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio Grande do Sul estimou que os setores da economia dos oceanos representaram 19% do PIB, incluindo  segmentos como petróleo, transporte, pesca, cabos submarinos, lazer e turismo.

Em 2015 a economia dos oceanos empregou 19 milhões de pessoas

Ainda como dados significativos, em 2015 ‘os setores marinhos empregaram no total mais de 19 milhões de pessoas, gerando quase R$ 500 bilhões em salários’. Para a autora, assim como os serviços são a atividade preponderante no PIB nacional, no PIB azul ‘destaca-se que a economia do mar brasileira é dominada pela categoria de serviços, onde podemos salientar o turismo’.

Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), setor sempre lembrado quando se fala sobre o PIB, ‘o agronegócio brasileiro ganhou participação na economia do país em 2015, com 23% de fatia no Produto Interno Bruto (PIB) nacional alcançando algo em torno de R$ 1,17 trilhão’.

Para efeito de comparação, e de acordo com o G1, no mesmo período ‘o agronegócio brasileiro empregava 19 milhões de pessoas’, sendo que o setor que mais gerava empregos era o da agricultura familiar com 11,5 milhões de trabalhadores’.

Fontes: http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/11664/1/000488764-Texto%2bCompleto-0.pdf; https://valor.globo.com/agronegocios/noticia/2015/12/11/pib-do-agronegocio-devera-cair-06-diz-cna.ghtml; http://g1.globo.com/economia/agronegocios/agro-a-industria-riqueza-do-brasil/noticia/2016/12/agronegocio-brasileiro-emprega-19-milhoes-de-pessoas.html; http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2015/12/pib-do-agronegocio-ganha-espaco-na-economia-brasileira-em-2015-diz-cna.html; https://radioagencianacional.ebc.com.br/economia/audio/2019-04/bolsonaro-diz-que-quer-tirar-o-estado-do-cangote-de-produtores-rurais.

Aliança verde europeia, saída para a crise do coronavírus

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente artigo e reflexões. Recentemente vi uma reportagem afirmando que a Amazônia brasileira está liberando mais carbono do que consumindo. Somada a essas políticas degradantes desse governo, temos um total ataque ao meio ambiente. Descaso total. Dinheiro acima de tudo, interesses acima de todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here