Casca do camarão, alternativa aos plásticos

1
2487
views

Casca do camarão, alternativa aos plásticos derivados de petróleo

Casca do camarão: bioplástico “shrilk” desenvolvido por cientistas de Harvard mostra que a casca, ao invés de ir pro lixo, pode ser alternativa aos plásticos derivados de petróleo – e ainda gera nutrientes para plantas.

Casca do camarão, imagem de camarões

Casca do camarão e plástico?

Um plástico degradável feito a partir de material descartado no lixo. E que pode ser enterrado no solo e servir de alimento para as plantas. Sonho?

Graças a uma equipe de cientistas do Instituto Wyss de Harvard, especializada em bioengenharia, isto já é possível.

Plástico e seus inúmeros problemas

Sem dúvida que o material, inventado nos anos 50 do século passado, trouxe inúmeros progressos. Mas tremendos problemas ao meio ambiente. O plástico simplesmente não se desfaz jamais. E sua reciclagem, é quase impossível. De todo o plástico produzido desde os anos 50, apenas 9% foi reciclado, o resto permanece na natureza, especialmente, nos oceanos. Hoje o mundo luta para livrar-se do plástico, antes que ele acabe conosco. A ONU entrou na luta, e os grandes produtores mundiais, também.

Países e cidades que baniram o plástico

Os esforços mundiais são tremendos. São Francisco, por exemplo, proibiu garrafas de agua pequenas, ninguém morre de sede por tomar água em garrafas grandes, já é um avanço. Mais de 50 países tomam medidas contra o material. Enquanto isso, cidade como São Paulo, patinam. Recentemente o prefeito paulista prometeu banir canudinhos plásticos, como se isso bastasse. Mas o pior de tudo, é o microplástico que invade os oceanos e já entrou em nossa cadeia alimentar.

Bioplástico feito a partir da casca do camarão

Eles desenvolveram o “shrilk”. Um bioplástico feito a partir da casca do camarão. É tão resistente quanto outros bioplásticos no mercado, e  se desfaz no meio ambiente em apenas duas semanas.

Para produzir o shrilk cientistas usaram  quitosana

Diferentemente de outros bioplásticos que usam matéria prima vegetal em sua composição, para produzir o shrilk os cientistas usaram  quitosana. Um polissacarídeo super resistente obtido a partir do quinino, substância presente no exoesqueleto do artrópode.

Quitina disponível no mundo provém de cascas de camarão

A maioria da quitina disponível no mundo provém de cascas de camarão descartados. E é jogada fora ou utilizada em fertilizantes, cosméticos, ou suplementos alimentares. Javier Fernandez, líder do estudo declarou:

Você pode fazer praticamente qualquer forma 3D com impressionante precisão deste tipo de quitosana

Mesmo depois de descartado, o bioplástico tem suas vantagens

A equipe até plantou um pé de ervilha em um solo enriquecido com quitosana, que cresceu em três semanas, demonstrando seu potencial para incentivar o crescimento das plantas. Assista:

Fonte: Exame.com

O mar não perdoa: devolve nosso lixo – e outras histórias curiosas

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

1 COMENTÁRIO

  1. Salve, salve… Até que enfim uma notícia boa, tinha que vir do João Lara Mesquita, que brilhantemente fez o Mar Sem Fim, um trabalho Herculano que realizado de forma simples e intimista, moutrou que o Brasil, tem uma costa enorme e como tudo em nosso país é tratado como lixo…. Me desculpe mas é pura verdade, seja na Educação ou na Pólitica, vivemos um momento de individualidade sem precedentes onde cada uma cuida da sua vida e dane-se o planeta. Mas temos aqui uma grande notícia, a Indùstria do Plástico que pertence a cadeia da Indústri do Petróleo, vem explorando o nosso país em todos os sentidos, sem pensar nas consequências, é como o Brasileiro, tem memória curta e vê só o hoje, pois não lhe interessa o restante. Parabéns, faça votos que essa novidade, passe a ser uso comum em menos de uma década e que ainda possamos salvar o nosso planeta, apesar de parecer que está muito tarde, mas temos de tentar, pois enquanto há vida, há esperança….. OBRIGADO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here