Navios descartam lixo no mar, quase uma unanimidade

28
13164
views

Navios descartam lixo no mar: mercantes, petroleiros, de guerra e de cruzeiro. Quase todos descartam lixo no mar

Navios descartam lixo no mar – atualizado

Desde 1967 frequento o mar. Quando pequeno saía com meu pai, pescador esportivo, pelo litoral de Santos, até Vitória, no Espírito Santo. Cresci, consegui meu barco e não parei mais. De lá para cá fiz três viagens pela costa brasileira, da fronteira norte até a sul. Somando todas, foram quase seis anos subindo e descendo o litoral. Naveguei mais de 40 mil milhas só por nosso mar territorial. Flagrei  muitos absurdos. Belezas naturais destruídas, e os mais diversos ecossistemas marinhos quase sempre desrespeitados. Até um petroleiro lavando seus tanques em plena baía de Guanabara eu já vi. Navios descartam lixo no mar, uma quase unanimidade, é nosso comentário de hoje.

imagem de Navios descartam lixo no mar
Foto:http://www.greenreport.it

O que tenho visto nestas viagens me impressionou de tal forma que passei a fazê-las de modo profissional. Abri este site, contatei canais de televisão e passei a fazer documentários para mostrar o descalabro e contribuir distribuindo informação, alertando, chamando a atenção.

Sylvia Earle informa: seis bilhões de Kg de lixo descartados de navios mercantes

Sylvia Earle, a primeira Heroína do Planeta, e maior referência mundial na questão dos oceanos, informa em seu livro A Terra É Azul, minha bíblia de cabeceira, que um reporte da Academia Nacional de Ciências publicado na década de 90 indica que…

…seis bilhões de quilos de lixo são deliberadamente descartados nos oceanos todos os anos, a maioria vem de navios mercantes, mas não só deles, de todos os navios que cortam os mares. Mas além disso, outros 450 milhões de quilos de lixo vêm de barcos de pesca…

imagem de navio mercante que descarta lixo no mar

Até 1990, navios de guerra dos USA eram autorizados a descartar lixo no mar: 128 mil Kg por dia!

Sylvia ressalta (A Terra é Azul – ed.SESI- SP, pag. 109) que “até 1990 todo o lixo de navios de guerra dos USA eram descartados no mar (eles tinham permissão)”. E informa: “mais de 450 quilos por dia, por navio”! Segundo o wikipedia a marinha de guerra dos USA “é considerada a maior e mais poderosa do mundo, com a sua frota de batalha sendo maior do que as seguintes treze maiores marinhas combinadas. Opera 286 navios em serviço ativo“. 286 x 450 Kg =  128.700 Kg de lixo ao dia!

imagem de lixo jogado no mar por navio

E as marinhas de guerra dos outros países, onde descartam seu lixo? Navios descartam lixo no mar…

Você tem dúvidas? Eu, não.  Se o país mais poderoso do mundo dava permissão até 1990, imagine os outros, menos ricos…Eu vi! Estive na Antártica várias vezes. Na última fui a bordo de um navio da Marinha do Brasil. E gravei imagens dos marinheiros jogando sacos de plástico, cheios de lixo, no mar que banha o continente dedicado à pesquisa!

Cruzeiros turísticos, setor do turismo que mais cresce no mundo. E mesmo assim os navios descartam lixo no mar

É aqui que eu queria chegar. Este setor cresce a cada ano. Anualmente aumentam os cruzeiros na “paradisíaca” costa brasileira como muitos incautos gostam de chamar nossa maltratada, e não fiscalizada, zona costeira.

imagem de navio de cruzeiro
Veja esse cruzeiro da Coreia do Norte…repare no uniforme da tripulante.(Foto: www.lapresse.ca)

Estes navios descartam seu lixo no mar, mesmo em Parques Nacionais Marinhos como este site já cansou de denunciar. Tenho certeza que a maioria das companhias de cruzeiro fazem isso, mas não tenho provas contra todas. Com algumas, sim. E o problema é mundial, não se restringe ao Brasil.

imagem de tripulantes avio jogando lixo no mar
Veja o flagra…

Navio de passageiros é flagrado jogando lixo no mar brasileiro

Matéria de 23 de dezembro de 2013. “O passageiro Sérgio da Silva Oliveira, filmou funcionários do navio da MSC jogando diversos sacos de lixo em alto mar e denunciou a empresa para o Ministério Público. Como se trata de uma empresa estrangeira, o promotor vai encaminhar o caso aos órgãos responsáveis”.

O lixo da MSC e as vítimas de cruzeiros: violência sexual, tráfico de drogas e contaminação

5 de fevereiro de 2014: “A TV Senado apresentou no programa Diplomacia uma reportagem de 14 minutos sobre os problemas cada vez mais comuns dos cruzeiros marítimos que “cortam” a costa brasileira”….”Números apresentados no programa, de acordo com a Organização das Vítimas de Cruzeiros (OVC), dão conta que, de 1998 a 2012, foram contabilizadas 1.429 pessoas vítimas de violência sexual  dentro desses transatlânticos, 171 desapareceram no mar e 50 mil apresentaram algum tipo de contaminação…a periculosidade e a insalubridade de alguns cruzeiros voltaram ao destaque jornalístico no início deste ano, por conta de denúncia filmada de um passageiro do navio MSC Cruzeiros, onde mostra o descarte criminoso de lixo. Navios descartam lixo no mar brasileiro”…

Assista ao vídeo sobre descarte de lixo no litoral brasileiro:

Mais um navio-porcalhão?

22 de fevereiro de 2014. “O Estadão trouxe a matéria: “Búzios fecha praia após contaminação no mar“. Ela conta que “pelo menos 60 pessoas apresentaram sintomas de intoxicação após frequentar a Praia da Tartaruga, em Búzios, na Região dos Lagos …”A água tinha uma mancha de um produto químico ainda desconhecido. A suspeita é de que um navio tenha despejado na água uma substância para diminuir o mau cheiro de banheiros químicos”…

Navios descartam lixo no mar, imagem de navio da MSC com mancha de poluição
Eis a prova do navio porcalhão da MSC

Indícios de novo descarte dos navios, desta vez o MSC Preziosa

26 de fevereiro de 2014: Navios descartam lixo no mar.  A matéria dizia…” mais uma vez o blogueiro Dener Giovanni sai na frente e publica a denúncia. Cumprindo as regras do bom jornalismo Dener  ouviu o “outro lado”. Entrou em contato com a assessoria da MSC e recebeu esta mensagem de Renata Asprino- diretora de atendimento da Máquina RP:

É possível que seja lodo, algas, plantas e outras coisas presentes no fundo do mar. Este tipo de mancha é comum quando os grandes navios passam em áreas mais rasas, fazendo com que o que está no solo suba até a superfície. Acredito que seja isso que a passageira filmou, já que passa a impressão de sujeira e na verdade é de materiais do próprio fundo do mar

Navio porcalhão, aqueles navios que descartam lixo no mar são da MSC

8 de janeiro de 2014: Inconformado com a falta de uma resposta clara às denúncias de Dener Giovanni, o Mar Sem Fim entrou em contato com a MSC exigindo um esclarecimento. Recebemos esta resposta:

“Oi KK,

Realmente, podemos ter problemas. Este denunciante do Paraná não sossegará enquanto não obter bons espaços com esta história de resíduos no mar. A Companhia foi acionada juridicamente, pelo MP no Paraná? Quanto ao Dener, hum..ele é blogueiro mesmo, de Santa Catarina, e mantém o espaço dele atualizado no portal do Estadão. Também tem site bem organizado. Ou seja, está então bastante interessado no tema/notícia. A imprensa, neste momento de retorno de réveillon (sic) está meio carente de assuntos, ainda.”

Note o deboche: “Oi KK…

A imprensa, neste momento de retorno de réveillon (sic) está meio carente de assuntos, ainda.”

Deboche, ou não?

‘Des- Armonia’ no mar do Brasil. Campanha contra a MSC continua!

9 de janeiro de 2014: “Mais um internauta confirma a ação criminosa da MSC e navios descartam lixo no mar brasileiro.  O internauta Mário conta sobre a viagem a bordo do “Armonia”, da MSC, em 2008, quando flagrou o descarte de lixo entre Ilha Grande e Ilhabela. Mário disse o seguinte:

Engraçado, no verão de 2008 eu já havia presenciado isso. Indignado, escrevi para diversos meios de comunicação, mandei fotos que tirei na popa do navio com o lixo sendo despejado entre as ilhas Grande e Ilhabela, fui procurado por vários jornalistas, mas ninguém publicou nada!

MSC Cruzeiros: a porcalhona !

4 de abril de 2014: Neste post do Mar Sem Fim alertávamos que…’Agora aconteceu coisa pior: a empresa MSC Cruzeiros é acusada de manter trabalhadores em regime escravo!!’

Procuradores e auditores fiscais do trabalho resgataram 11 funcionários da MSC Crociere, empresa que explora cruzeiros marítimos, que estavam em condições de trabalho análogo ao de escravos, no Porto de Salvador. Eles estavam a bordo do navio MSC Magnifica…De acordo com o Ministério Público do Trabalho na Bahia, os funcionários trabalhavam por 11 horas diárias, além de sofrer assédio moral e sexual, dentre outras irregularidades identificadas, como humilhações e cobranças excessivas…A investigação, iniciada no Porto de Santos, litoral de São Paulo, já havia colhido alguns depoimentos que revelavam a situação análoga à de escravo que sofriam no navio…Trabalhadores foram resgatados do navio MSC Magnifica (Foto: Rogério Paiva/Divulgação)

Navios descartam lixo no mar,imagem de policiais retirando trabalhadores escravos do navio MSC Magnífica
Policiais retirando trabalhadores escravos do navio MSC Magnífica

E esta não foi a única vez que este tipo de acusação ganhou as manchetes.

Navios descartam lixo no mar, agora os problemas no mundo

Matéria do site npr.org, de dezembro de 2016, informa que

A Princess Cruise Lines pagará uma multa de US $ 40 milhões por poluição deliberada dos mares e atos intencionais para encobri-lo, de acordo com o Departamento de Justiça americano. Esta é a maior penalidade envolvendo poluição deliberada de navios

O caso não é uma exceção para os navios desta companhia. A matéria diz que

O operador de cruzeiros californiano também concordou em se declarar culpado de sete acusações de delitos graves por práticas ilegais em cinco navios que datam de, pelo menos, 2005.

imagem do navio Caribean Princess
Navio porcalhão Caribean Princess

A companhia Princess Cruises ordena a mentira

Prossegue a matéria do npr.org

O engenheiro-chefe e primeiro engenheiro sênior ordenou o encobrimento, incluindo a remoção do tubo mágico, e pediu aos subordinados para mentir. Isso continuou durante uma investigação subsequente conduzida pela Guarda Costeira dos EUA.

imagem de propaganda de navios de cruzeiro
Hoje todas as empresas se dizem sustentáveis. É preciso abrir o olho.

As três maiores companhias de cruzeiro do mundo estão em maus lençóis

O site do jornal El Pais, elpais.com, publicou um primor de matéria, ‘O Lado Obscuro dos Cruzeiros‘, com o subtítulo, ‘Uma investigação da rede Univision revela um mundo de bandeiras de conveniência para evitar impostos e restrições ambientais‘, que faturou o prêmio Ortega y Gasset – 2017. Ela analisa as três maiores empresas de cruzeiros do mundo: Carnival Corporation, Royal Caribbean International e Norwegian Cruise Line. Juntas, representam 82% do mercado mundial. As três têm sede nos Estados Unidos e estão listadas na Bolsa de Valores mas, graças a uma estrutura operacional complexa em diferentes países e paraísos fiscais, evitam garantias trabalhistas americanas, pagam menos impostos e evitam controles ambientais rigorosos dos Estados Unidos.

Os impactos ambientais

“Um dos aspectos mais preocupantes do relatório é o impacto ambiental. Em apenas uma semana um navio de 3.000 passageiros produz 75.000 litros de dejetos humanos, mais de 370.000 litros de água dos sanitários e máquinas de lavar louça, e cerca de oito toneladas de resíduos sólidos e resíduos lavanderia tóxica. É o que informa a Environmental Protection Agency ( EPA). Onde tudo isso vai parar?”

Nem é preciso risponder, ou você acha que sim? Vamos direto às multas que elas já receberam.

As multas recebidas

Foram 27 milhões de dólares para a Royal Caribbean Cruises Ltd. pagos entre 1998 e 1999 após uma operação de vigilância da Guarda Costeira dos Estados Unidos que filmou o Sovereign of the Seas,  maior navio de cruzeiro do mundo (até aquele momento), descarregando óleo em San Juan, Porto Rico.  Ou 18 milhões de dólares para a Carnival Corporation em abril de 2002  quando a empresa se confessou culpada de “despejar resíduos de óleo no mar devido à aplicação inadequada de equipamentos de prevenção da poluição em numerosas ocasiões entre 1996 e 2001.

Navios descartam lixo no mar: rápida pesquisa no Google

Pesquisamos matérias na imprensa da…

Itália

http://www.greenreport.it, título da matéria: “Le navi da crociera anche nel 2014 hanno scaricato più di 3,7 miliardi di litri di liquami negli oceani.”

Tradução livre: “Navios de cruzeiro em 2014 também despejaram mais de 3,7 bilhões de litros de esgoto nos oceanos.”

www.sportellodeidiritti.org: “Le navi da crociera, i traghetti ed i treni scaricano i liquami nel mare e lungo le tratte ferroviarie. L’ industria dei trasporti sotto accusa“.

Tradução livre:”Navios de cruzeiro, balsas e trens descarregam o esgoto no mar e ao longo das linhas férreas. A indústria de transportes sob acusação“.

Estados Unidos

www.thenational.ae: “Commercial ships dump waste into sea, say maritime officials“.

Navios comerciais despejam resíduos no mar, dizem funcionários do setor marítimo.”

http://energyskeptic.com: “The Dark side of Cruise ships. Garbage. Sewage. And more.

O lado negro dos navios de cruzeiro. Lixo. Esgoto. E mais.”

www.huffpostbrasil.com: “Cruise Ship Workers Appear To Throw Bags Of Garbage Right Into The Ocean.

Trabalhadores de navios de cruzeiro parecem jogar sacos de lixo no oceano.

E para quem duvida, eis o vídeo que o huffpostbrasil.com conseguiu. Curiosamente, é um navio da MSC. Assim o descreve o site:” Os vídeos  foram supostamente filmados a bordo do Magnifica, um navio de cruzeiro de propriedade da empresa com sede em Genebra ‘MSC Cruzeiros’As filmagens foram feitas secretamente por um ex-tripulante do Magnifica, que as enviou ao blogueiro e advogado marítimo Jim Walker, que postou em seu blog, Cruise Law News.”

França

http://www.actunautique.com: “Comment le paquebot MSC Magnifica se débarrasse de ses ordures par dessus bord“.

Como o navio MSC Magnifica se livra do seu lixo ao mar.
E assim vai. É só pesquisar. Por isso, muito cuidado ao escolher seu cruzeiro este ano. E boa viagem!

Chega de problemas com navios? Não, ainda não…

Antes fosse só o lixo. Mas não é…

Navios descartam lixo no mar e poluem a atmosfera

A frota mundial é de 100.000 mil navios. Já pensou?  Parece pouco se comparada à frota de automóveis, calculada em um bilhão de unidades. Você já parou para pensar na poluição causada por estes monstros de ferro? Fique sabendo que a emissão de CO2 de um grande navio equivale a mais de 83 mil automóveis.

Além do descarte de lixo e poluição atmosférica, há o problema da água de lastro

Sabemos agora que a frota mundial de navios polui mais que a de automóveis. Mas  tem mais: navios carregam água de lastro, um problema gigantesco pela introdução de espécies exóticas. Não há país do mundo sem gravíssimos problemas gerados pelo descarte errado de água de lastro. Em nosso litoral temos centenas de problemas. O mais notório, e pior, é o mexilhão- dourado, descartado por água de lastro no rio da Prata. Ele já tomou as mais importantes bacias hidrográficas brasileiras.

Fontes: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,buzios-fecha-praia-apos-contaminacao-no-mar,1133178,0.htm; http://sustentabilidade.estadao.com.br/blogs/dener-giovanini/contaminacao-do-mar-de-buzios-pode-ser-apenas-a-ponta-do-iceberg-video-exclusivo-mostra-mancha-misteriosa-ao-redor-do-navio-msc-preziosa/ ;http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/04/1435814-fiscais-resgatam-tripulantes-de-cruzeiro-sob-condicao-de-trabalho-escravo.shtml; https://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/cruzeiros-sao-apontados-como-polos-de-trabalho-escravo; https://www.lapresse.ca/photos/voyage/201109/02/12-5047-croisiere-en-coree-du-nord.php/363830-ce-membre-dequipage-jette-des-ordures-par-dessus-bord#363842-navire-quitte-vieux-port-rajin; https://www.sportellodeidiritti.org/news/item/le-navi-da-crociera-i-traghetti-ed-i-treni-scaricano-i-liquami-nel-mare-e-lungo-le-tratte-ferroviarie-l-industria-dei-trasporti-sotto-accusa; http://www.npr.org/sections/thetwo-way/2016/12/01/503982205/princess-cruises-hit-with-largest-ever-criminal-penalty-for-deliberate-pollution?utm_source=facebook.com&utm_medium=social&utm_campaign=npr&utm_term=nprnews&utm_content=202801; https://elpais.com/elpais/2017/04/20/paco_nadal/1492642055_887551.html?id_externo_rsoc=FB_CM.

Publicitários brasileiros: onde estão vocês?

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

28 COMENTÁRIOS

  1. Meus parabéns e muito obrigado ao João Lara Mesquita e equipe pela reportagem denúncia. Esperamos todos que esta investigação do Mar Sem Fim não fique somente neste artigo de hoje!!!! Vamos resgatar o nosso planeta criado por Deus e que é único no Universo!!!! “O ser humano tem instinto predador e só dá valor às coisas depois que perde”.

  2. Parabéns pela bela reportagem. mostrando este gravíssimo crime ecológico das companhas de Cruzeiro e das suas milionárias de marketing em conjunto com as empresas de turismo de todo o mundo. Em uma época em que todas as empresas se preocupam com as normas ISO, EHS, de ecologia, de saúde, de higiene, de segurança…. estes transatlânticos estão ANDANDO NA CONTRA MÃO. É PRECISO APLICAR MULTAS DE BILHÕES DE DÓLARES À ESTES CRIMINOSOS!!!!!!
    E QUAIS SÃO AS ATITUDES QUE ESTÃO SENDO TOMADAS PELAS AUTORIDADES NACIONAIS E INTERNACIONAIS CONTRA ESTES CRIMES?????

  3. Muito triste, por onde o ser humano passa deixa um rastro de destruição. Agora partem para poluir Marte também…..fins dos tempos. Parabéns pela iniciativa.

  4. É triste de se imaginar isso. Quanto mais longe dos olhos, melhor. Navios poluindo e os cruzeiros seguem cheios. A população precisa cobrar também, e não apenas embarcar nessa ideia de entretenimento. Temos que utilizar sem degradar.

  5. “Eu posso e você não!” Este é o espírito dos clientes dos cruzeiros.
    Como o ponto mais sensível do homem está no bolso seria de se esperar que estas empresas marítimas não tivessem mais clientes no Brasil, mas ledo engano, pois bastará um pequeno incremento na nossa economia e milhares de brasileiros irão frequentar estes verdadeiros criadouros de doenças esbanjando alegrias.
    Esta matéria muito provavelmente todos os humanos tem vagas noções, mas como não se quantificam as macros doses de bosteiros fingimos que não existem e irados passamos a ser contra a caça das baleias, que serão envenenadas com todos os lixos que arremessamos ao mar inclusive promovendo seus afogamentos com redes e mais outros lixos que se enroscam nos corpos.

  6. Claro que são inumeros navios que utilizam o mar como lixo…alguem ja visitou o local de descartes de lixo nos portos???nao…porque nao existem….precisamos uma auditoria urgente em tudo isso…nao é a toa que existe aquela ilha de plastico no meio do oceano…

  7. Em 2017 presenciei a bordo de um cruzeiro para a Europa da MSC, Preciosa, em Búzios, duas a tres manchas enormes que eram eliminadas do navio , pareciam sacos do tamanho de um onibus que explodiam e liberavam aquela imundicie de cor marrom clara, bem nítidas, tenho fotos tiradas do convés da embarcação, as imagens são iguais às da reportagem.
    A impressão era que estes sacos eram liberados inteiros e depois , a 20 metros do navio se rompiam,.

  8. A Consciência ecológica deve partir das pessoas que viajam de navio. Pra mim essas pessoas são um bando de gente fúteis que vão pro navio se drogar, beber, arrumar parceiros e outras coisas mais… Se não tivessem os fúteis não teriam os navios de viagem!!

  9. Totalmente sem noção essa matéria, eu trabalho em um navio mercante petroleiro e existe regras internacionais muito rígidas sobre poluição ( basta vc procurar e ler o tratado Internacional MARPOL)

    • Olá, Fernando, obrigado pela mensagem. Regras eu sei que existem. Cumprí-las é outra questão. Leia sobre os problemas da agua de lastro e a infestação de espécies exóticas que causa no mundo:Mexilhão- dourado, do Prata ao Amazonas? (https://marsemfim.com.br/mexilhao-dourado-do-prata-ao-amazonas/).
      Leia sobre a poluição gerada pelos navios:Navios, carros e aviões. Quem polui mais os oceanos? (https://marsemfim.com.br/poluicao-navios-carros-e-avioes/). Ainda sobre poluição, hoje mesmo fiz matéria a respeito. Foi um bom passo, mas ainda falta de fato acontecer:Transporte marítimo e acordo climático (https://marsemfim.com.br/transporte-maritimo-e-acordo-climatico/).
      E ouca os depoimentos dos passageiros que estão no post. Isso tudo inexiste, é fantasia minha? Abraços

    • kkkkk que piada!!! Pra quem vive no Brasil- o país SEM LEI, que TUDO pode , que TODOS se corrompem, que NÃO EXISTE PROTEÇAO AMBIENTAL, ETC… dizer que essa matéria é sem noção. Acho que sem noção é você. Deve viver fora do Planeta Terra.

    • Fernando, eu diria que essa postagem merecia um olhar mais abrangente. Gosto muito do blog, mas nesse caso acho que tratou superficialmente e de forma apenas alarmista muitas questões relacionadas aos navios… resíduos, emissões, bioinvasões… Poderia ter ficado só com a questão do lixo (um problema real e o assunto de que trata o título) e explorado melhor a regulação internacional, o Anexo V da Marpol, vendo o que é ou não permitido, quais as propostas em discussão atualmente na IMO… Poderia abordar como funcionam os serviços de retirada de resíduos dos navios nos portos, o GISIS, as obrigações das empresas e a regulação feita nacionalmente pela Anvisa, Antaq e órgãos ambientais através do licenciamento. Poderia ter incluído a forma de ação da Autoridade Marítima na inspeção dos navios, parcerias com países vizinhos, as dificuldades na fiscalização, as melhores práticas em países mais desenvolvidos, etc. Poderia ter informado que, de forma geral, estima-se que 80% do lixo no mar é atribuído a fontes continentais e 20% a atividades desenvolvidas no mar, incluindo aí o transporte marítimo de cargas, cruzeiros e plataformas de petróleo. Que a frota mercante mundial (navios com pelo menos 1.000 toneladas de arqueação bruta) em jan/2017 era composta por 50.155 navios e possuía a capacidade de carga de 1,86 bilhão dwt (UNCTAD). O problema do lixo em navios de cruzeiro é diferente do que acontece com os navios de carga, talvez merecendo uma postagem específica e mais aprofundada. Assim como as questões das emissões e bioinvasões.

    • O pessoal aqui no Brasil não consegue nem evitar o contrabando de fuzis em terra firme, acha que vão evitar o despejo petróleo, de lixo e de meleca humana no mar ? Então gostaria de saber “onde” esta imensa quantidade de coisas é despejada, inclusive cocô, e quanto custa levar estas coisas até este tal lugar … alguém sabe onde ele fica ? Alguém já viu esse negócio todo sendo retirado de um navio ? Por favor, gostaria de ser informado a respeito. Seria uma informação muito útil, aí sim capaz de contradizer as evidências deste artigo.

  10. Esta assim, porque nunca foi feito normas para questão do lixo, isto que estamos vivendo, é a degradação do nosso mundo, o ser humano, é um destruidor.
    Até quando, que irá aparecer um ser humano e conscientizar da necessidade de cada um fazer o seu papel.

  11. CAROS BLOQUEIROS DO MAS SEM FIM! VIAJANDO POR BÚZIOS, E AO NAVIO SE AFASTAR DA ANCORAGEM, NOTEI TAMBÉM A COLORAÇÃO DA ÁGUA DO MAR JUNTO AO NAVIO. NO MOMENTO PARECIA COR DE DEJETOS HUMANOS, O QUE ME PASSOU PELA CABEÇA. PELO VOLUME, DEVERIA EMANAR MAU CHEIRO. MAS PENSANDO NO ASSUNTO, SERIA UM DESCALABRO SOLTAREM TÃO PRÓXIMO DA COSTA DEJETOS QUE CAUSARIAM PROBLEMAS SEVEROS Á BELA CIDADE, E ALÉM DISSO SE FOSSE HAVIDA UMA DENÚNCIA A EMPRESA ESTARIA EM MAUS LENÇÓIS. ASSIM CONCORDO COM A EXPLICAÇÃO DO MSC. SE FOSSEM EXPURGADOS DEJETOS SERIA EM ALTO MAR.
    SAUDAÇÕES JONATAS

    • Olá, Jonatas, obrigado por sua opinião. Respeito. Mas fico com a minha. Minha experiência no mar me autoriza a achar que o navio fez o que não devia. Muitas pessoas ficaram doentes e foi aberto um inquérito. Não foi por falta de motivos. Abraços e volte sempre!

      • Infelizmente, a resposta ao Sr. Jonatas demonstra total desconhecimento das consequências das manobras de um navio de grande calado em aguas rasas. O mostrado na foto é resultado do areia revolvida do fundo do mar devido a manobra do navio face apouca profundidade da área. Pela experiência do Sr João a única certeza que transmite é a incapacidade de analisar um fato dando opiniões baseadas em referenciais totalmente fora da realidade.

        • Caro Éolo, vc parece não ter lido o texto ou, se leu, não entendeu.Está escrito que “o Estadão trouxe a matéria: “Búzios fecha praia após contaminação no mar“. Ela conta que “pelo menos 60 pessoas apresentaram sintomas de intoxicação após frequentar a Praia da Tartaruga, em Búzios, na Região dos Lagos …”A água tinha uma mancha de um produto químico ainda desconhecido. A suspeita é de que um navio tenha despejado na água uma substância para diminuir o mau cheiro de banheiros químicos”… De novo: “pelo menos 60 pessoas apresentaram sintomas de intoxicação após frequentar a Praia da Tartaruga”. Fora os inúmeros depoimentos de passageiros.Portanto…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here