Falta fiscalização no litoral, só a pressão muda

0
1083
views

Falta fiscalização no  litoral, um consenso entre pescadores artesanais

Poucas coisas são tão unânimes no litoral como falta fiscalização no litoral . Mesmo dentro de Unidades de Conservação federais marinhas não há qualquer fiscalização. Para começar a grande maioria das próprias UCs não têm barcos. Aquelas que têm o equipamento, carecem de verbas para combustível ou manutenção. Nossas UCs federais marinhas são engodos. Falácias mantidas pelo poder público apenas para que o papel do Brasil no concerto das nações não fique ainda mais manchado, afinal, trata-se de acordos internacionais assinados pelo país mas nunca cumpridos. Este é o caso das metas  de Aichi, assinadas pelo Brasil em Kyoto, decisão adotada pela Conferência das Partes, da Convenção sobre a Diversidade Biológica, Nagoya, 1992.

Falta fiscalização no litoral, imagem de barcos de pesca com rede em Cabo Frio

A décima primeira meta de Aichi

Até 2020, pelo menos 17 por cento de areas terrestres e de águas continentais e 10 por cento de áreas marinhas e costeiras, especialmente áreas de especial importância para biodiversidade e serviços ecossistêmicos, terão sido conservados por meio de sistemas de áreas protegidas geridas de maneira festiva eqüitativa, ecologicamente representativas e satisfatoriamente interligadas e por outras medidas espaciais de conservação, e integrada em paisagens terrestres e marinhas mais amplas.

Até hoje o Brasil tem apenas 1,5% do espaço marítimo “protegido”, persiste a falta fiscalização no litoral

Falta fiscalização no litoral, imagem de pescador artesanal do ceará
O desânimo dos pescadores é geral

Assinar o documento nas cúpulas mundiais é fácil. Difícil é coloca-los em prática. O país de Macunaíma continua sendo aquele de sempre, o do ‘herói sem caráter’. Nada foi feito. Pior, dentro das poucas UCs federais marinhas não há qualquer fiscalização. O Mar Sem Fim visitou todas elas na última série de documentários e constatou in loco. Temos um dos litorais mais extensos e lindos do mundo. A variedade de ecossistemas é incrível! Mas eles estão sendo ocupados pela especulação imobiliária. Uma judiação! Ouça o depoimentos dos pescadores artesanais destas áreas:

Pesca artesanal: sustentável, ou falácia?

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here