Adote Abrolhos. É do Brasil, é do mundo, é nosso!

2
219
views

Adote Abrolhos. É do Brasil, é do mundo, é nosso!

O arquipélago de Abrolhos, no sul da Bahia acaba de ganhar uma campanha: Adote Abrolhos. Porque este é um dos locais de maior biodiversidade marinha da costa brasileira. Além da riqueza, Abrolhos é um dos grandes ninhais de aves marinhas da costa brasileira. Abriga atobás, fragatas, o papagaio do mar e outras.

adote abrolhos, imagem de Abrolhos

Desde 1983 foi transformado em Parque Nacional Marinho

É uma das poucas áreas “protegidas” de nosso litoral. Protegidas está entre parêntesis porque esta é uma ação frágil e negligente. O Governo Federal trata o meio ambiente com descaso há muito tempo.

É impossível a fiscalização das poucas áreas protegidas da zona costeira

Sem verba é impossível a fiscalização das poucas áreas protegidas da zona costeira. As ameaças ao banco de coral de Abrolhos são muitas. Uma das mais perigosas vem do fato da costa da Bahia ter sido loteada para extração de Petróleo, em leilões organizados pela ANP (Agência Nacional de Petróleo).

Participantes da campanha Adote Abrolhos na ilha Siriba
O pessoal da CI, eu e a repórter Paulina Chamorro no lançamento da campanha semana passada.

Abrolhos também é muito importante para as baleias

Entre os meses de julho até novembro a área é visitada por baleias Jubarte. Neste período, inverno na Antártica, estes cetáceos deixam a região fria e migram para as mais quentes, para procriar e amamentar seus filhotes. Por estes motivos as ONGs CI (Conservação Internacional), e S.O.S Mata Atlântica, juntaram suas forças para contribuir e amenizar as falhas do Governo Federal ajudando a proteger e chamar a atenção do público sobre esta riqueza ameaçada.

UCs brasileiras devem passar para a iniciativa privada

O Estado não tem dinheiro suficiente para mante-las. Mal consegue cumprir suas obrigações como saúde, educação e segurança. É preciso ser realista. Para que isso aconteça existem as PPPs, Parcerias Publico Privadas. O ICMBio comanda, mas quem explora é a iniciativa privada. Ou fazemos isso, ou ficamos parados eternamente.

Veja a opinião de Lars Grael que encampou a campanha da CI e S.O.S Mata Atlântica

Acompanhe nossa viagem para Abrolhos

Ilhas do Atlântico Sul- histórico e importância geopolítica

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito interessante o que podemos fazer parà protegger esse meio ambiente criar mais una Ong ou procurar parceiros interncionais e nacionais parà conservar e proteger?

    • Maria, bem-vinda a bordo do Mar Sem Fim. Você pode, e deve, contatar as duas ONGs citadas no texto e oferecer seus préstimos. Só assim, com todos “participando efetivamente” vamos alcançar um bom resultado. Obrigado pela visita, volte sempre, abraços e até breve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here