Submarino desaparecido: cinco tripulantes mortos

4
8693
views

Submarino desaparecido; cinco tripulantes mortos

Segundo a CNBC, ‘Guarda Costeira diz que campo de destroços do submarino desaparecido foi encontrado perto do Titanic. A Guarda Costeira dos EUA disse que uma embarcação subaquática localizou um campo de destroços perto do Titanic em busca do submersível. Pouco depois confirmou a morte dos cinco tripulantes em ‘implosão catastrófica’: São eles, o empresário paquistanês Shahzada Dawood e seu filho Suleman Dawood; o fundador da OceanGate Stockton Rush; o empresário britânico Hamish Harding; e o ex-comandante da Marinha Francesa Paul-Henry Nargeolet. Em um comunicado, a OceanGate Inc declarou: “Nossos corações estão com essas cinco almas e todos os membros de suas famílias nesse período trágico. Lamentamos a perda de vidas e da alegria que eles trouxeram para todos que conheciam”. O mistério, infelizmente, acabou.

Naufrágio do Titanic.
Ilustração do naufrágio do Titanic no site da OceanGate Expeditions. Uma tragédia só não basta.

Guarda Costeira no Twitter

“No momento, é muito cedo para dizer isso”, disse o chefe de operações quando perguntado se a Guarda Costeira poderia especificar a hora  da implosão fatal do submarino.

Os cinco mortos do submarino desaparecido
Os cinco mortos.

Em seguida, a BBC TV confirmou que eram destroços do submarino, e a Guarda Costeira confirmou a morte dos cinco tripulantes.

Novas informações

David Mearns, que é amigo de dois dos homens a bordo do submarino desaparecido – o bilionário britânico Hamish Harding e o subpiloto francês Paul-Henri Nargeolet, disse à Sky News:

Um campo de destroços implica que há uma ruptura do submersível e nessa profundidade, porque sabemos que eles perderam as comunicações por volta de 3.300m… então isso realmente indica o pior cenário que é uma falha catastrófica, uma implosão.

“A única graça salvadora” se fosse o caso de uma implosão é que “teria sido imediato”, acrescentou.

PUBLICIDADE

Literalmente em milissegundos, e os homens não teriam ideia do que estava acontecendo.

Assista ao vídeo das novidades

Coast Guard: Missing sub search yields "debris field" near Titanic wreckage

CNN deu mais detalhes

‘Um porta-voz da Pelagic Research Services confirmou à CNN que seu veículo operado remotamente, e que foi o primeiro a realizar uma busca pelo submersível no fundo do mar, encontrou o campo de destroços.’

‘A notícia chegou quando a busca pelo navio, conhecido como Titan, atingia um estágio “crítico”, disse o cofundador da empresa que opera o submersível na quinta-feira.’

Visitas aos destroços do Titanic

O oceanógrafo Robert Ballard foi responsável pela expedição que encontrou restos do Titanic, em 1985. O navio estava a 3.800 metros abaixo da superfície. Ballard é ex-oficial da Marinha dos Estados Unidos, e professor de oceanografia  na Universidade de Rhode Island, notabilizado por seu trabalho em arqueologia marinha.

A proa do Titanic
Foi para ver imagens como esta que os cinco se arriscaram. Vale a pena?

Contudo, o que não se sabia na época da descoberta era que ela só aconteceu por causa do envolvimento de Ballard em uma missão secreta da Marinha britânica. A missão procurava localizar os restos de dois submarinos nucleares americanos que afundaram durante a Guerra Fria. Quando finalmente o encontraram, o Titanic  repousava entre os dois submarinos.

Visitas de turistas ao Titanic começam em 2018

Mais que depressa, a indústria do turismo aproveitou a oportunidade. Assim, quando a OceanGate Expeditions iniciou suas operações em 2018, eles se gabavam de ter os únicos veículos privados do mundo capazes de chegar ao Titanic.

Mapa do local do Titanic e naufrágio de submarino.
Mapa do local do Titanic e do naufrágio de submarino, que está no site da empresa OceanGate Expeditions.

Apesar do preço ser salgado,  descer até o RMS Titanic custa atualmente US$ 250.000  por pessoa, há sempre quem goste de se divertir visitando um túmulo histórico, fruto de uma das maiores tragédias da indústria naval mundial.

PUBLICIDADE

“Esta é a sua chance de sair da vida cotidiana e descobrir algo verdadeiramente extraordinário”, diz uma descrição da expedição Titanic de junho de 2023.

Mais uma imagem do Titanic nas profundezas.
Um monumento fúnebre, símbolo de uma época, debaixo d’água.

Capitão da Guarda Costeira confirmou as mortes. Trabalhos devem prosseguir por alguns dias.

A procura ao submarino desaparecido
A procura ao submarino desaparecido prossegue nesta quinta-feira. Imagem, marinha americana.

CEO Stockton Rush teve pressentimento

Segundo o site insider, ‘Em entrevista à CBS Sunday Morning no ano passado, Rush falou sobre sua empresa e, embora enfatizasse que havia sérios riscos envolvidos, disse que as viagens eram seguras.’

CEO da OceanGate.
O CEO da OceanGate. Imagem, Washignton Post.

“O que mais me preocupa são as coisas que vão me impedir de chegar à superfície“.

“Saliências, redes de pesca, perigos de emaranhamento. E isso é apenas uma técnica de pilotagem. Está bem claro – se for uma saliência, não passe por baixo dela. Se houver uma rede, não chegue perto dela. Você pode evitá-los se for lento e constante.”

Entretanto, Rush sempre insistiu na segurança: ‘Não acho que seja muito perigoso. Se você olhar para a atividade nas últimas três décadas, não houve nem mesmo um ferimento grave, muito menos uma fatalidade.’

Navio francês tentou o salvamento

Navio de resgate Horizon Artic.
Navio de resgate Horizon Artic. Segundo o The Telegraph, A embarcação francesa que transporta o que se acredita ser o único veículo subaquático capaz de resgatar os passageiros a bordo do Titan desaparecido deve chegar esta noite ao local das buscas.

Segundo o Express.uk, ‘Uma embarcação de resgate transportando maquinário pesado e submarinos considerados como “última chance” para salvar os cinco exploradores  dirigiu-se ao local antes da confirmação das mortes. O Horizon Arctic suspendeu à meia-noite de um porto próximo ao aeroporto de St John’s, na costa leste do Canadá. Ele leva uma série de guinchos, cabos e veículos não tripulados capazes de atingir profundidades de 19.000 pés.’

Dois ROVs e vários navios

O Express.uk informou que além de oito navios,  dois veículos operados remotamente procuravam pelo submersível desaparecido. Foi um deles que encontrou os destroços.

PUBLICIDADE

Navio canadense
Segundo o gcaptain, nesta quinta-feira a Guarda Costeira Canadense disse que também estava enviando o quebra-gelo pesado CCGS Terry Fox e CCGS Ann Harvey , uma embarcação SAR equipada com um helicóptero e plataforma, juntamente com equipamentos adicionais de busca e resgate.

Especialistas questionam as viagens

Segundo nova atualização do Guardian, ‘A expedição que o submersível Titan e sua tripulação estavam realizando era tremendamente arriscada, de acordo com especialistas. O Titan teve que suportar a pressão de quase 4.000 metros abaixo do nível do mar. Além disso, enfrentou a ameaça de se perder ou ficar sem contato com a superfície.’

Submarino desaparecido
Imagem, The Independent.

‘Embora seja muito cedo para dizer o que aconteceu, especialistas levantaram dúvidas sobre se todas as medidas de segurança apropriadas foram seguidas. Na terça-feira, o New York Times publicou uma carta escrita em 2018 por líderes da indústria, alertando Rush sobre possíveis problemas “catastróficos” com o desenvolvimento do Titan.’

‘A questão era se o  Titan seria avaliado independentemente por reguladores da indústria ou avaliadores de risco.’

Agência do ex-ministro Marcos Pontes vendia pacotes para ‘passeio’

Enquanto isso, informa o DCM, ‘A Agência Marcos Pontes, do ex-ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações e senador, vendia pacotes para a OceanGate, empresa responsável pelo submarino desaparecido durante passeio para ver os destroços do Titanic. Mas retiraram roteiro do ar, após o desaparecimento da embarcação no Oceano Atlântico.’

Titanic: ‘Um dos naufrágios mais difíceis de alcançar’

O National Post diz que ‘O RMS Titanic não é apenas o naufrágio mais famoso do mundo mas, de maneira idêntica, um dos mais difíceis de alcançar.’

Submarino naufragado da empresa OceanGate Expeditions .
Estarão vivos? Imagine cinco pessoas, leigas, a quase 4 mil metros de profundidade e a angústia que devem estar sofrendo.

A nave desaparecida é o submersível Titan, que tem espaço para quatro passageiros e um tripulante. As especificações divulgadas pela OceanGate observam que é mais leve do que a maioria de seus pares em virtude de sua construção ser em fibra de carbono em vez do titânio tradicional.

Navio da marinha canadense a procura do submarino desaparecido
Segundo o gcaptain, o navio da Marinha canadense Glace Bay, um Navio de Defesa Costeira Marítima (MCDV) equipado com uma câmara de descompressão móvel e equipe médica também está no local.

Hoje já há empresas fabricando submarinos para particulares conforme já mostramos.

PUBLICIDADE

Naufrágios de submarinos, nada pode ser mais dramático

Este escriba considera que nada pode ser mais dramático que o afundamento de um submarino. Antes de mais nada, o espaço interno é mínimo. Impossível não sentir claustrofobia. E além disso, todos que entram num submarino sabem os perigos que correm.

Portanto, quando acontece um caso, o mundo inteiro acompanha a agonia da tripulação, como o acidente ainda recente do Ara San Juan, belonave argentina que naufragou em 2018.

novidades sobre o submarino desaparecido
O mundo perplexo e em suspense acompanhou a procura.

Nós já passamos por este sentimento opressivo quando navegamos no Toneleiro, mesmo que por pouco tempo. Ao submergir, é inevitável o pensamento: e se…Pouco depois, o submarino brasileiro naufragou em sua própria base. Para piorar, nem sempre os tripulantes morrem na hora do naufrágio.

Ao contrário, muitas vezes eles acompanham, sem nada poder fazer, o lento e inexorável trajeto até o fundo do mar e, quando não são socorridos a tempo, sucumbem depois de dias de falta de ar.

Saiba como é ficar preso num submarino

What It's Like On-Board The Missing Titanic Submarine

Conheça a empresa e o submarino

Segundo a Forbes, Em 2022, o repórter da CBS David Pogue se aventurou no Titan para ver o Titanic. Ele teve que assinar um termo de responsabilidade antes de mergulhar que dizia que o submersível era “experimental”, desse modo, “não havia sido aprovado por nenhum órgão regulador”.

No interior, o submersível que é aproximadamente do tamanho de uma minivan, relatou Pogue, tem uma única vigia em uma extremidade através da qual os passageiros podem ver os destroços.

PUBLICIDADE

Submersível debaixo d'água
Submersível debaixo d’água. Imagem, OceanGate.

‘O Titan é operado por dentro por um único botão redondo que muda de vermelho para verde quando pressionado: “Deve ser como um elevador”, disse o CEO Stockton Rush a Pogue em 2022, acrescentando: “Não deve exigir muita habilidade .”

‘Ainda no vídeo, Rush aponta para algumas tubulações dentro da embarcação dizendo que as comprou do fornecedor de trailers Camping World. Por último, diz “nós administramos tudo” usando um controle de videogame. Pogue também mostra que a embarcação usa canos de construção como lastro.’

Ilustração de submarino
Ilustração, OceanGate.

Administramos tudo usando um controle de videogame…Você encararia uma descida a quase 4 km, numa engenhoca improvisada com canos comprados de fornecedores de trailers, e controlada como um videogame?

O que acontece ao corpo humano abaixo de 4 mil metros?

O site www.van.physics.illinois.edu explica o que aconteceria ao corpo humano nesta pressão: ‘Ela é muito alta e causaria o colapso de qualquer espaço cheio de ar.  Então, os pulmões entrariam em colapso. Ao mesmo tempo, a pressão empurraria água para dentro da boca, enchendo os pulmões novamente.’

Assim, ‘A falta de pressão do ar puxaria o corpo para fora, mas não explodiria nem esmagaria os corpos. Em vez disso, o que provavelmente aconteceria é que os vasos sanguíneos perto da pele estourariam, fazendo com que a pele ficasse com uma cor vermelho-rosada. Mas é muito difícil dizer se seria a falta de ar ou o frio que os mataria primeiro.

O dramático resgate

Guardian‘Navios e aviões americanos e canadenses invadiram a área cerca de 1.450 km a leste de Cape Cod, alguns lançando boias de sonar que podem monitorar uma profundidade de quase 4.000 m, disse a Guarda Costeira dos EUA, mas a busca é “complexa” porque as tripulações não sabiam se a embarcação tinha emergido, o que significa que eles devem vasculhar a superfície e as profundezas do oceano de quase 13.000 pés.

A imagem do Titanic.
Que os cinco ‘exploradores’ tenham mais sorte que os passageiros deste ícone de uma era. Quem sabe se eles estão ao largo?

Sons intermitentes deram última esperança

As últimas notícias da manhã desta quarta-feira, via o Independent, davam conta que ‘Uma aeronave canadense em busca do submarino detectou ruídos intermitentes de “estrondo” nas proximidades de sua última localização conhecida.’

PUBLICIDADE

Enquanto isso há quem tenha apostado

Enquanto prosseguia o drama, o site www.marca.com informou que ‘O espetáculo em torno da missão de resgate trouxe apostas online. Apostas sobre se ‘Titã’ será ou não encontrado antes de 23 de junho, o último dia relatado de suprimento de oxigênio. Coisas que são, infelizmente, inevitáveis ​​hoje em dia.’

Para se ver como há imbecis mundo afora.

Só um milagre poderia salvá-los

Enquanto isso, às 00h21 ‘desta quinta-feira’ o site www.en.as.com dizia: ‘Parece altamente improvável que as vidas dos cinco a bordo possam ser salvas neste momento. Entre outras coisas, porque uma operação de resgate nessas profundidades – mesmo que se saiba a localização exata do veículo – pode durar dias. E, como já observado, não resta muito suprimento de ar na pequena cabine. Portanto, salvo milagre, parece que as manobras das autoridades servirão, no máximo, para recuperar os restos mortais.

É triste acompanhar em tempo real este desespero. Entretanto, foi uma escolha de cada um, apesar dos muitos alertas sobre as improvisações, e os perigos da ‘aventura’. Contudo, penso na agonia das famílias e no terror dos passageiros ao perceberem a morte inexorável longe de tudo e de todos.

Agora, estas ‘visitas turísticas’ sem sentido, a não ser o esnobismo de dizer depois, ‘eu vi’, devem ser proibidas para não serem banalizadas e transformadas em conversas de milionários fúteis em festas regadas a champagne e  caviar.

Que cientistas visitem o sítio é uma coisa, agora, ricaços a ultrajá-lo por mera vaidade, temos dúvidas.

Os restos mortais dos passageiros do Titanic, e agora dos tripulantes do submarino, merecem respeito, reflexão, e paz. Antes de mais nada, o local é, ao mesmo tempo, a sepultura de milhares de inocentes. E espaços como este não são circos para tornarem-se plateias de desocupados.

Assista ao vídeo e veja autoridades comentando sobre os barulhos captados

'You always have hope' - US Coast Guard stay positive as search for Titanic submersible continues

Morro do Careca, Natal; omissão, erosão e ‘engorda’

Comentários

4 COMENTÁRIOS

  1. Buenas noche no pensaron en que puede que se lo allá tragado un animal marino a esas profundidades y por los tamaños q fueron apareciendo los mismo , al titán por la forma q tiene lo pueden aver confundido con alguna parece. 🤔

  2. Triste, saber que essas pessoas estão desaparecidas nessas condições.
    Mas, o pior é saber que foram elas mesmas que procuram, as chances de dá errado eram altíssimas, não sei o que se passa na mente de pessoas que tem tanta dinheiro e não sabe no que gastar. Que Deus abençoe e dê tempo de serem resgatadas com vidas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here