Pantanal em chamas gera gargalhadas no Palácio da Alvorada

17
14711
views

Pantanal em chamas provoca gargalhadas no Palácio da Alvorada

Ele não acerta uma. Ou a reunião ministerial se torna um torneio de baixarias com gritos, ameaças, e palavrões que lembram discussão de bêbados no boteco da esquina, ou leva uma criancinha confirmando a desorientação (o que alguém com 10 anos acrescenta a uma reunião de ministros de Estado?) e, quando a pequena pergunta sobre o fogo que consome o Pantanal (porque o mundo comenta perplexo), todos caem na gargalhada. Post de opinião: Pantanal em chamas provoca risos no Palácio da Alvorada.

imagem de Ester Castilho
A criança usada por um presidente perdido no espaço.

Pantanal em chamas

Em razão da perda da floresta Amazônica que Bolsonaro et caterva dizem NÃO estar queimando, e ainda por uma seca extraordinária em razão do aquecimento global, que tanto ele como seus ministros não acreditam existir, o Pantanal arde desde julho de 2020.

Pouco depois do início o Mar Sem Fim conversou com Ricardo Galvão. Ele explicou que o regime pluviométrico no Centro Oeste, no Pantanal, depende fundamentalmente da Amazônia. Mas, em função da perda florestal da Amazônia que o alto escalão do governo nega, “a estação seca já dura três semanas a mais que no resto da Amazônia, com temperaturas cerca de 2º C mais alta.”

“Isso é consequência da falta de chuvas.”

O que estamos perdendo com as chamas no Pantanal

A biodiversidade do menor bioma brasileiro, o Pantanal, é superlativa: duas mil espécies de plantas, algumas endêmicas – caso de dois tipos de amendoim selvagem e  uma rara orquídea aquática (Habenaria aricaensis); 152 de mamíferos, 36 espécies de mamíferos ameaçados de extinção; 582 espécies de aves, 188 aves ameaçadas de extinção; 47 espécies de anfíbios, 127 de répteis, e 269 de peixes.

É o assunto mais comentado no Twitter, no Brasil e no mundo. De acordo com o jornal O Globo, “A situação mobiliza as redes sociais: durante a semana, uma hashtag sobre o tema ficou entre os principais assuntos no Twitter do mundo todo. Nesta quarta-feira (9), a #SavePantanal está em quarto lugar entre os tópicos mais falados no Brasil. Muitos compartilham abaixo-assinados e links para fazer doações a ações de combate ao fogo e resgate de animais.”

Pior é que o fogo não tem data para acabar. O período da seca segue ainda até o fim de setembro, e pode continuar em outubro. De acordo com informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE – (que o ódio bolsonarista segue destruindo) o Pantanal já teve 12%, ou 2 milhões e 300 mil hectares consumidos, área equivalente a 10 vezes as cidades de SP e RJ juntas, de sua extensão territorial queimada em 2020.

Ricardo Salles, o irremediável jegue

Se Ricardo Salles não fosse o irresponsável que é, estaria agora em alguma cidade do Pantanal se solidarizando e comandando os esforços para amenizar a tragédia. Mas como é um jegue teimoso segue de Brasília propagando desinformação.

Reunião ministerial e o deboche no Palácio da Alvorada em 8 de setembro

Depois da reunião-baixaria de 22 de abril, ele prometeu não mais fazer reuniões. Antes tivesse cumprido a promessa. Mas cumpri-las não é com ele.

Imagem de Bolsonaro e Ester Castilho
Nosso ‘atleta’ só fica à vontade em entrevistas com pessoas de 10 anos, ou menos. Acima disto, tropeça na língua. Imagem, Alan Santos / PR.

É forçoso recordar algumas: Acabar com reeleição para presidente e reduzir número de parlamentares, feita ao Jornal Nacional em outubro de 2018. Acabar com indicações políticas e escolher ministros por critérios técnicos, idem.

A primeira é risível, desde 1º de janeiro de 2019 sua excelência não faz outra coisa que não pensar na reeleição. A segunda mentira é trágica. Ele escolheu dois analfabetos para o mais importante ministério do País, o da Educação, e um neófito para o do Meio Ambiente. Só sendo muito ingênuo para acreditar…

Baixarias em 10 de setembro do Vice-presidente e ministro neófito

Não bastasse o relatado, em 10 de setembro os dois perdidos no espaço publicaram um vídeo produzido por pecuaristas do Pará supostamente mostrando as florestas da Amazônia íntegras, negando os incêndios; mais uma ‘fake news’.

O vídeo foi feito por um produtor burro, aceito por um cliente estúpido, e replicado por autoridades ainda mais burras. Ao apelar para o sentimentalismo, mostra um close de um macaco saudável à guisa de confirmar a fábula da Amazônia íntegra.

E focaliza um mico-leão-dourado, animal endêmico da Mata Atlântica do Rio de Janeiro, como se fosse a Amazônia. Trata-se de “A Amazônia não está queimando”, produzido pela Associação de Criadores do Pará (AcriPará).

A propósito, as entidades do agronegócio têm a obrigação de darem uma satisfação pública se quiserem de fato cessar a guerra de ‘narrativas’.

Cavalgaduras ‘auxiliam’ Bolsonaro em Brasília

O dicionário, que jamais consultaram, define ‘cavalgadura’ como ‘substantivo coletivo de jumentos’. Jumentos que infestam os mais altos cargos da capital federal. Triste sina de um País desgovernado, enxovalhado não só pelo presidente mas por grande parte de seus ministros escorados por um vice-presidente, um general que esqueceu-se de bater continência para o bom senso.

E ainda tem quem diga que “o Brasil vai surpreender o mundo.” Ah, vá…

Não bastam as patuscadas ambientais, as reformas atoladas por ineptos, ou enfiar ozônio no reto dos brasileiros; serão capazes de quantas momices?

Assista ao vídeo da reunião-aberração e ria se for capaz

Imagem de abertura: Alan Santos / PR

Fontes: https://especiais.g1.globo.com/politica/2019/as-promessas-de-bolsonaro/#/1-ano; https://oglobo.globo.com/sociedade/hashtag-sobre-pantanal-fica-entre-assuntos-mais-comentados-do-twitter-em-todo-mundo-24629226; https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2020/06/09/interna_politica,1155092/bolsonaro-faz-nova-reuniao-ministerial-nesta-terca-ao-vivo-acompanhe.shtml; https://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?id=475462&noticia=deboche.

Vazamento de metano do mar austral preocupa cientistas

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

17 COMENTÁRIOS

  1. O nosso Brasil passado já parece não existir mais, é não temos mais uma credibilidade de fala a favor do pais.
    estamos em tempos de dificuldades. econômicas em toda parte, pandemia, fogo no Pantanal, descaso na saúde, educação, perda de cargos de estabilidade, preços altos, remédios em falta nos postos de saúde, em fim, desempregos.. emfim tudo o mais absurdo da história do ” BRASIL AMAZÔNIA PEDINDO SOCORRO”.
    Agora que esperamos daqui pra frente ? como diz a letra da musica de Roberto Carlos tudo vai ser diferente você vai aprender a ser gente seu orgulho não vale nada, nada…. nada.
    falando da corrupção é notório isso em todas as partes do Brasil, preciso é dá valorização a voz do povo.
    quando não se trata de uma minoria mas em parte ao todo ! pegunta se o que é bom para todos brasileiros.
    em 4 décadas atrás se comprava voto e se elegia um analfabeto e governava muito bem, hoje o povo vota em um estudado e faz besteira em todas as partes do mundo, pergunto se não sabemos edificar a nossa casa, certamente derrubaremos a do vizinho e ai o povo todo sofre quando o descaso é totalmente geral, pois a ganância e ganhar mais dinheiro e não aplicar o dinheiro ao bem da sociedade, que Brasil que estamos vivendo agora.
    tudo indo mar a forra e lá se vai, sorrir enquanto o povo morre, os animais morre , a flora morre, as crianças morrem de fome, pessoas moram nas ruas abandonadas e tá tudo bem Brasil ?
    tudo caro, ninguém do poder se manisfesta jogando duro nos preços absurdos e o pobre ou o rico sofrem juntos.
    vamos à luta desanimo não é para quem quer vence,r certamente haverá uma luz no fim do túnel.
    só me digo uma coisa se cada cabeça for um mundo estamos vivendo uma vida dividida, e no Reino de Deus não se entrará individuais, todos terão que ser por igual;
    saudade do Jornal MANDACARU QUE NÃO DAVA SOMBRA E NEM ENCOSTO.
    DOA A QUEM DOER SOU APENAS UM ELEITOR.
    ACORDA BRASIL.

  2. O que esperar de um governo amador, que não sabe o que é gestão e que só aceita ouvir o que lhe convém? As críticas é que nos fazem melhorar e crescer! A tática de se defender atacando é usada por quem não tem argumentos nem sabedoria! Uma pena! Mais uma gestão perdida! Até quando???

  3. Quando militar vivia preso.Era um péssimo militar. Organizou um ataque terrorista, com bombas, por salário. Ninguém aguentava mais ele e foi expulso do Exercito. EXPUlSO. Jamais a Justiça deveria permitir que alguém, nessa situação ocupasse qualquer cargo público. Não acredito que termine o mandato, tal a quantidade de crimes que já cometeu no mesmo. A Justiça há de prevalecer.

  4. Estou de acordo com o ilustre autor do artigo sobre as ponderações que fez sobre as queimadas no Pantanal mato-grossense e no Pantanal mato-grossense-do sul. Não me envolvo com política. Mas na qualidade de assinante, não posso aceitar censura sobre algo que escrevi e que não ofende a quem quer que seja. Ao que tudo indica, com os senhores não há diálogo. Pobre democracia brasileira.

    • Qual censura, Luiz César? Já expliquei que só não publico mensagens por três critérios: palavrão, não entra. Este site é visitado por muitos jovens em idade escolar; fake news e/ou comentários não embasados, estão fora; finalmente, comentários feitos exclusivamente para dividir a sociedade ainda mais, também não entram. Já basta o estrago de Lula e Bolsonaro.

    • Eu nunca achei nada. Numa escrevi uma linha sobre ela. Mas o que isto tem a ver com mentiras, descaso, negação do óbvio, e usar uma garotinha de 10 anos numa reunião de Estado?

  5. Há um problema grave que ocorre presentemente no Pantanal mato-grossense e no Pantanal mato-grossense-do sul. São as queimadas que acontecem há muitas décadas nos meses de setembro e outubro e ocorrem por causas naturais, dentre elas o intenso calor e a seca prolongada. O mesmo acontece com um fato também natural, denominado dequada pelos habitantes da região, que por razões diversas gera a redução drástica do oxigênio da água dos rios e baías e provoca uma enorme mortandade de peixes e animais. Se alguém deu risada a respeito de tais fatos só pode ser um imbecil.

    • Luiz, só agora vi este comentário. Não se esqueça do que diz a ciência, neste caso, Ricardo Galvão. Temos os problemas que vc aponta agravados pelo aquecimento global que saiu do controle, e a falta de umidade gerada pela Amazônia íntegra.

  6. Mais esse governo nos olhos de vcs só te coisas ruins mas é para vcs e seus expectros ideológicos o povo que vota vai com ele é vcs vão a erra pena que não é a penitenciária.

    • O povo que vota vai com ele para o lixo da história. Incrível como um cafajeste metido com milicianos da pior espécie ainda tem quem o defenda. Em todo o caso, segue aí sua opinião.

      • Boa João Lara, vejo a mídia inteira reclamando e xingando o presidente o tempo todo mas não vejo falarem quem seria a pessoa ideal para o cargo. Quem você gostaria que fosse o presidente e porquê? Ajude-nos escolher melhor. Acompanhei a sua aventura até a Antártida foi muito legal, parabéns.

        • Muito obrigado, Barros, quanto ao seu pedido, não ouso responder. Não posso. Infelizmente não vejo no momento ninguém confiável se apresentando. Oxalá daqui até as próximas eleições apareça alguém.
          Fico feliz em saber que vc gostou das aventuras na Antártica.
          abraços

  7. A coluna Mar Sem Fim sempre traz informações relevantes e alertas sobre o que está acontecendo no Brasil. Na minha opinião, as queimadas do Pantanal, que parecem ter sido criminosas, deveriam ser manchete no Estadão e em outros veículos, do mesmo modo que fizeram com as queimadas na Amazônia. A questão é gravíssima e como temos um governo que dá “gargalhadas” para o fato, só mesmo com muito barulho poderemos conseguir o despertar da população para a postura desse governo com a questão ambiental:indiferença total e até talvez apoio

    • Em minha opinião os brasileiros são notoriamente corruptos e veem os fatos como “NORMAIS”. Alie-se ao fraquíssimo espirito de comunidade creio que não erraria ao afirmar que 99% é alienado e frouxo e incapazes de pensar em pegar em armas. Infelizmente 2018 nos impôs um traste incompetente e mercador de almas para leva-los ao inferno e quem viver 2040, 2050…2100 verão e lamentarão pelos que os adultos fizeram em 2018

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here