Mar de lixo do Caribe, uma imensa baía de Guanabara

2
310
views

Mar de lixo do Caribe, uma imensa baía de Guanabara

A comparação foi totalmente proposital. Talvez um dia os cariocas, e as autoridades daquele estado falido, além das instituições como Universidades, e grandes empresas, a começar da maior rede de TV do Brasil, se toquem e façam suas partes. O recentemente descoberto mar de lixo do Caribe tem, como a baía de Guanabara, toneladas de plástico, animais mortos, e até corpos humanos.

Imagem do mar de lixo do Caribe
A ignorância, egoísmo e estupidez do ser humano estão acabando com o planeta. Ou a culpa é dos governantes? Não é, não. É nossa! (foto:http://www.iguiecologia.com/)

A omissão dos cariocas

É preciso colocar o dedo na ferida. O descaso com a baía de Guanabara começa com os próprios cariocas que durante décadas foram omissos. Incluo aí as grandes empresas do Rio, os cidadãos, a academia, os formadores de opinião, etc. Sem pressão da população, não há solução. O poder público está sempre à reboque das demandas. Se não existem, ele se omite, ou pior, enche os bolsos de canalhas como os três últimos  governadores do estado, um deles no presídio, e dois outros, um estranho casal, que por ele já passaram. O Mar Sem Fim acompanha o drama da Baía de Guanabara desde os anos 90 do século passado. Enquanto nós protestávamos, e dávamos o exemplo do Tietê, os cariocas tomavam banho de sol em Ipanema…Por isso aproveitamos o  macabro mar do Caribe para, mais uma vez, lembrar que todos são responsáveis. Quem usa o plástico? Nós, ou os robôs japoneses? Quem joga lixo na rua, nós, ou os marcianos que nos visitam?

O drama do lixo no mar do Caribe

Não há palavras para descrever o lixo do mar do Caribe. É uma humilhante aberração. Nossa geração está conseguindo proezas inimagináveis. Mudamos o pH dos oceanos, entupimos a atmosfera com CO2 , e entulhamos os mares de lixo!

imagem do Mar de lixo do Caribe
Que tal? Não é para se envergonhar? O que dirão de nós as futuras gerações? No mínimo que somos filhos da puta de tão egoístas. (foto:viralhub.com.br/)

O mar não sensibiliza as pessoas, uma triste constatação

As pessoas continuam não se sensibilizando com o estado deplorável dos oceanos. Não protestam, não se informam, não se incomodam. Uma tora cai na Amazônia e Gisele Bündchen vem dos USA chorar no Rock In Rio. Cena patética, pra dizer o mínimo. Enquanto isso, a plateia do Rock in Rio que “queria salvar o planeta”, deixa um impressionante rastro de lixo. Até quando irá essa canalhice?

imagem de lixo plástico do rock in rio
O lixo produzido por aqueles que queriam “salvar o planeta”, Rock in Rio, 2017 (foto:http://piaui.folha.uol.com.br/)

Honduras e Guatemala estremecem relações em razão do mar de lixo do Caribe

Uma ilha de lixo flutua no Mar do Caribe entre as costas de Honduras e Guatemala. O cenário é tétrico. Parece filme futurista mas não é. Reflete a nossa realidade: uma gigantesca camada de objetos descartados chega às praias, outra parte boia no mar, tornando-se fonte de tensão nas relações bilaterais entre os dois países.

imagem do mar de lixo do Caribe
Isso por acaso é mar? (foto: news.sky.com)

O mérito da fotógrafa

Não se trata de fenômeno novo. Mas  era desconhecido até que  Caroline Power publicou várias fotos mostrando as águas próximas à ilha turística de Roatán, cobertas de uma massa infecta, de dar nojo mesmo pra alguém com a sensibilidade de um paralelepípedo. O mundo acordou para mais este descalabro. Não basta a mancha do Pacífico, ou o aumento das zonas mortas; nossa geração conseguiu mais um troféu pra se orgulhar: o necrófilo mar de lixo do Caribe.

Quem é o responsável pelo mar de lixo do Caribe?

É o que discutem hoje os dois países: Honduras e Guatemala. E, como não poderia deixar de ser, um culpa o outro.

Um rio no meio do caminho…

E rios deságuam no mar…Algumas suspeitas apontam para o rio Motagua. Ele cruza a Guatemala e desemboca em Honduras. Para parte dos  estudiosos é a poluição generalizada do Motagua que leva os resíduos plásticos, corpos humanos, e de animais, para o mar. Mas, pergunta esse site, quem polui o rio senão o ser humano?

Opinião do Mar Sem Fim

É preciso que nossa geração mude seus hábitos antes que seja tarde demais. É preciso que a indústria do plástico acorde, e mude seus processos. Não é possível que continuem a fabricar eternamente o veneno que nos mata. E as organizações internacionais precisam agir com mais rigor. Não basta anunciar uma campanha pela mídia, como fez a ONU, e parar por aí. Saiba mais sobre o problema neste estudo da NOAA.

Assista um trailer deste show de horrores.  E se envergonhe por fazer parte disso:

Conheça a cientista Sylvia Earle, referência mundial em questões dos oceanos

COMPARTILHAR

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

2 COMENTÁRIOS

  1. Já é tarde demais. É tarde demais para fruirmos a beleza e a sanidade daquela parte do Caribe. É tarde demais para salvar pessoas que morrem diariamente por causa da poluição. Eu não vou ao Rio de Janeiro como não vou no Tietê. as areias de Copacabana, estão infectadas. Eu não como peixe pescado no Rio de Janeiro, seria loucura. Por favor vamos parar de usar essa frase tola: Antes que seja tarde demais. Pra mim é tão insuportável como quando ouço: onde é que vamos parar? Como se parar aqui não fosse uma tragédia.

  2. O ser humano chegou a um ponto em que precisa fabricar lixo para comprar comida. Nosso futuro é a auto-extinção. Pena que, por nossa culpa, grande parte dos seres vivos do planeta serão extintos também.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here