Conheça o maior navio de guerra do mundo

13
51356
views

Conheça o maior navio de guerra do mundo

Ele custou a bagatela de US$ 13 bilhões de dólares. Foi oficialmente comissionado, ou seja, posto em serviço ativo em julho de 2017. Contudo, o navio teve  mais quatro anos de testes antes de entrar em serviço ativo em 2021. Como não poderia deixar de ser, é movido a energia nuclear. Sua velocidade é outro colosso para uma belonave deste porte: 35 milhas. Só a âncora pesa nada menos que 13.600 kg. O responsável por sua construção é o Newport News Shipbuilding. Segundo o estaleiro, sua vida útil como o rei dos mares é de 50 anos. Falamos do porta-aviões USS Gerald R. Ford que carrega 75 aeronaves em seu bojo e, com uma tripulação de 4.539 marinheiros, é o maior navio de guerra do mundo.

maior navio de guerra do mundo

USS Gerald R. Ford 

Ele não é apenas o maior, mas o mais moderno e o mais caro navio do mundo. Um porta-aviões serve como base aérea marítima para projetar o poder em qualquer parte do mundo. É um símbolo de prestígio e força para as marinhas de todo o mundo. Seu desenvolvimento começou durante a Primeira Guerra Mundial, e o primeiro foi o porta-aviões inglês Argus.

Atuando como o navio principal de uma frota naval em uma orla marítima, esses imensos porta-aviões podem transportar várias aeronaves, incluindo caças a jato, aeronaves de ataque, helicópteros e outros tipos em seus 335m de comprimento.

hélice do maior navio de guerra do mundo
A hélice do maior navio de guerra do mundo. Imagem, US Navy.

Em 2021, havia cerca de 46 porta-aviões/helicópteros em serviço operados por treze marinhas em todo o mundo. O Brasil teve dois deles, o glorioso Minas Gerais e, em seguida, o São Paulo. Entretanto, os maiores são os da classe Ford  da Marinha dos EUA, eles surgiram para substituir os da classe Nimitz.

proa de navio

PUBLICIDADE

Por seu imenso porte estes navios são construídos de forma modular. Em outras palavras, parte por parte. Em seguida, como se fosse um jogo de lego, as partes são unidas.

USS Gerald R Ford, o maior navio de guerra do mundo
Imagem, www.seaforces.org.

Seu peso total ultrapassa as 100.000 toneladas, e o tamanho equivale a três campos de futebol segundo o www.thetimes.co.uk

Novidades a bordo do navio

Segundo o site www.cavok.com.br ‘Como uma primeira nova classe em décadas, os navios da classe Ford têm uma série de novas tecnologias como um inédito sistema de radar, o Dual-Band Radar. Há igualmente novas catapultas de lançamento eletromagnético de aeronaves e elevadores de armas; novo equipamento de recuperação de aeronaves; e outras coisas mais. O resultado deveria ser um navio de guerra altamente eficiente, capaz de levar as mais diversas  aeronaves.

planta interna do maior navio de guerra do mundo
O USS Gerald R. Ford por dentro.

Contudo, houve problemas durante a construção. Segundo o www.cavok.com.br ‘os elevadores de armas avançados (AWEs) que levantavam bombas e mísseis das aeronaves do interior do navio para o convés de voo – só foram completamente resolvidos no ano passado.’

USS Gerald R Ford.
Imagem, www.seaforces.org.

A mesma fonte informa que o terceiro navio da classe Ford, o Enterprise, já está em construção.

A primeira viagem

A primeira viagem, ainda na fase de testes, foi de  9.275 milhas náuticas. Segundo o   www.news.usni.org ,’“Durante a implantação programada, o navio operou com oito aliados e parceiros, Canadá, Dinamarca, Espanha, França, Alemanha, Holanda, Finlândia e Suécia, para fortalecer a interoperabilidade, enquanto conduzia uma série de exercícios marítimos.’

USS Gerald R. Ford
Imagem, www.seaforces.org.

A mesma fonte diz que ‘O porta-aviões apresenta o Sistema Eletromagnético de Lançamento de Aeronaves (EMALS) e o Advanced Arresting Gear (AAG), ambos  novos com elementos de software que exigiram testes extensivos nos últimos anos. Além disso, os elevadores de armas avançadas (AWE), que atrasaram a capacidade de implantação da Ford, estão totalmente operacionais e foram testados extensivamente.’

Que ele nunca precise entrar numa batalha real é o desejo deste site. Basta de guerras!

Assista ao vídeo e saiba mais sobre este colosso dos mares

Life Inside World’s Largest 13 Billion $ Aircraft Carrier in Middle of the Ocean

Manguezais do Brasil e o carbono azul

Comentários

13 COMENTÁRIOS

  1. Boa matéria mas me trouxe a lembrança o super encouraçado japonês Yamato, da II Guerra Mundial. Antes dele, outro encouraçado poderoso já sido afundado, o Bismarck alemão. Os porta-aviões tiveram papel importante naquele conflito mas hoje, com torpedos e mísseis cada vez mais poderosos, velozes e “inteligentes”, correm o risco de se tornarem um enorme e caríssimo alvo.

    • esses porta avioes modernos nao foram feitos para uma guerra entre potencias militares tipo Russia ou China, sao para extender o poder a regioes, guerras ou conflitos controlados, se a Russia ou China entrar numa guerra total com os USA esses navios nao servem para nada.

      • Imaginemos um PA entrar no mar negro e, de lá, disparar misseis para a Rússia, teríamos o fim ou quase da Rússia, portanto é sempre uma ameaça! Entendo que não será fácil a sua deslocação e atracamento, mas é sempre uma ameaça entre países que estão distantes, entre continentes! Temos que ter em conta que a Rússia, tem pouco oceano à sua volta, por isso estaria sempre sujeito às consequências do poderio militar da armada dos EUA.

  2. 13 bilhões de dólares literalmente jogados no mar!
    O poderio aéreo foi preponderante na 2ª GM mas já não é mais, pelo menos não com aeronaves tripuladas de altíssimo custo. A guerra na Ucrânia demonstrou que chegamos a era dos drones e mísseis.
    Além disso, o monstro acima ficaria totalmente inútil se submetido a um PEM ou até mesmo de alguma arma desconhecida carregada pelos UAPs já filmados acompanhando frotas americanas.
    e, se é para não ser usado, para quê construir??

    • Pouquíssimas forças aéreas ou navais tem aviões, armas e navios de escolta no mundo para se contrapor a estes meios ( somente um grupo tarefa) USA tem dez atualmente e planeja 13 grupos destes operando. Infelizmente hj temos ataque insano/criminoso rússia a Ucrania e pretensoes chinesas a Taiyan e todo mar china , não dá pra dormir em berço explendido

  3. Em tempos de guerra, esse porta aviões seria sem dúvida considerado “O SENHOR DA MORTE”.
    Não vejo razão alguma para enaltecermos esse artefato de guerra.
    Na composição de John Lennon em “Imagine” todos terão a resposta e o significado para se construir essa abominável máquina mortífera.

  4. Caso países poderosos economizassem 1% dos gastos militares, e os direcionassem para combate a fome, em menos de um ano acabaria fome no planeta.

    • Fonte de que cm 1% do gasto militar acabaríamos com a fome no mundo?
      Qual o modelo de logística que deveria ser usado para levar alimentos ao deserto?
      Na África os senhores da guerra, principalmente no congo não deixa ajuda da cruz vermelha chegar em povoados sob seu controle, como fazer a comida chegar a eles?

      • O probelma da fome é politico, não é apenas social. Olha bem onde tem fome e me diz como o gevrnos destes paises estão alinhado spoliticamente. Sim, somos como humanos tão fortes qaunto o mais fraco humano, somos fraquissimos, e criamos artificialmente barreiras para perpetuar esta situação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here