Comunidade tradicional do Bonete, Ilhabela, pede ajuda

26
12475
views

Comunidade tradicional do Bonete, Ilhabela, pede ajuda

Em Ilhabela, litoral norte paulista, restam poucas comunidades tradicionais que há séculos ocupam certas regiões.  Os últimos prefeitos têm investido constantemente contra estas áreas ameaçando mudanças no zoneamento para se locupletarem. Castelhanos e Bonete são duas das mais visadas. Por trás disso há interesses escusos, especialmente a especulação imobiliária, chaga maior do litoral brasileiro. Comunidade tradicional do Bonete, Ilhabela, pede ajuda.

Igreja católica do Bonete, Ilhabela.
Toninho Colucci quer expulsar caiçaras do Bonete e derrubar a igreja católica da Comunidade. Imagem, Caiçaras do Bonete.

Prefeitos de Ilhabela são seus algozes

Já escrevemos inúmeras vezes sobre eles. Aliás, não é só em Ilhabela que prefeitos são algozes. Parte dos municípios costeiros do Brasil são comandados por especuladores. Mas em São Paulo este procedimento inaceitável está se espalhando como  vírus de pestes.

Ilha Comprida, no sul do Estado; São Sebastião, Ilhabela, e Ubatuba, no litoral norte, são outros. Vejamos, por exemplo, o caso de Castelhanos, em Ilhabela. Ali, há gerações vivem caiçaras. Mas a mulher do atual prefeito, Toninho Colucci, se diz ‘dona’ de Castelhanos onde pretende erguer um resort. Um absurdo digno de Pindorama.

Por causa disto, recentemente foi criada uma Resex em Castelhanos, de modo a dar mais garantias de posse aos caiçaras. Mas Toninho Colucci, já condenado inúmeras vezes, e com vasta ficha policial, insiste.

E isto acontece sem a intervenção da Fundação Florestal de São Paulo que é a gestora das Unidades de Conservação existentes em todo o litoral, como a APA Litoral Norte, Centro, e Sul; especialmente em Ilhabela que além de estar contemplada na APA Litoral Norte, ainda tem o Parque Estadual de Ilhabela, ambos geridos pela FF.

PUBLICIDADE

O mesmo se passa em Ubatuba, onde a prefeitura detona o que resta de mangue, para em cima dele estender o bairro do Rio Escuro. A FF poderia agir, mas não o fez até o momento.

O desatino  acontece no momento em que o mundo replanta manguezais, conhecido por sua extrema capacidade de absorver gás carbônico da atmosfera, um dos gases que provocam o efeito estufa. Por esta capacidade, passou a ser conhecido como blue carbon, ou carbono azul.

Um estudo realizado em 2018 por pesquisadores do Brasil e Estados Unidos (a equipe foi coordenada por Jon Boone, da Universidade Estadual do Oregon, e Angelo Bernardino, da Universidade Federal do Espírito Santo) verificou que na Amazônia cada hectare de manguezal contém uma quantidade de carbono duas vezes maior que a mesma área de floresta tropical. No Nordeste, 1 hectare de mangue armazena ao menos oito vezes mais carbono que 1 hectare de vegetação da Caatinga, segundo o mesmo trabalho.

É lamentável, e muito triste, assistir à destruição sistemática do litoral paulista com o beneplácito da Fundação Florestal.

O novo ataque à Comunidade do Bonete

Toninho Colucci, algoz de Ilhabela, passou a ameaçar o Bonete nesta sua gestão (a terceira!) à frente da prefeitura de Ilhabela. Não é a primeira, nem a segunda vez que ele tenta. O homem é cabeçudo, não descansa enquanto não acabar de vez com a cultura tradicional do município.

Tanto é verdade que os caiçaras do Bonete lançaram esta semana uma petição pública em favor da manutenção do status quo da região que ocupam. Nela, a comunidade  do Bonete pede ajuda, justificando: “Há anos que moramos na comunidade e temos terras que foram herdadas de nossos antepassados e passadas para filhos e netos.”

Notificação para moradores desocuparem suas terras

“Somos caiçaras raízes e temos casas e comércios,  atualmente estamos  ameaçados pelo senhor prefeito de Ilhabela Antônio Luiz Colucci que diz que nossas terras têm um dono, e que esse antigo dono doou as terras para a prefeitura, sendo assim no dia 26 de janeiro de 2022  foi expedido uma notificação para alguns moradores desocuparem essas terras (até mesmo o terreno em que está a igreja católica) vivemos há décadas no local e ele julga não nos pertencer.”

Um pedido de socorro que não pode ser ignorado

E os caiçaras do Bonete finalizam o texto de sua petição:

“Pedimos Socorro ao povo, porque não podemos perder nossas casas lugar onde nos abrigamos, nossos comércios da onde tiramos nosso pão de cada dia e a igreja católica patrimônio histórico do nosso local.”

O Mar Sem Fim pede a todos que nos dão o privilégio de sua preferência, que assinem a petição. Toninho Colucci é o ‘Toninho Malvadeza’ de Ilhabela. Sua ficha policial fala por si.

Conheça a ficha policial de Toninho Colucci, e algumas de suas ações

Toninho Colucci, prefeito de Ilhabela
Toninho Colucci. Imagem You Tube.

Para que o leitor se dê conta de quem é Toninho Colucci, seguem alguns detalhes de suas gestões:

Estas são apenas algumas das ações, e condenações na Justiça de Antonio Luiz Colucci, mais conhecido como Toninho Colucci, que este site considera o ‘algoz de Ilhabela’.

Em vez da prefeitura, Toninho Colucci deveria estar na cadeia se fôssemos um País sério. Mas, como é sabido, aqui só negros e pobres vão pro xadrez.

PUBLICIDADE

Secretário de Meio Ambiente de Ilhabela

O Mar Sem Fim entrou em contato com o secretário de Meio Ambiente do município, Xico Graziano, via WhatsApp. Pedimos uma entrevista e explicamos o motivo: ‘a comunidade do Bonete’. Xico respondeu que havia pedido demissão do cargo em 1 de fevereiro.

Este site acredita que isto aconteceu pelos motivos aqui expostos…

Exerça cidadania, assine a petição!

Mais uma vez exortamos o público a exercer cidadania. Ajude a comunidade do Bonete. Aqueles que consideram Toninho Colucci indigno por tentar mais uma vez expulsar caiçaras de suas áreas, e demolir a igreja da comunidade para abrir espaço para a especulação imobiliária, pedimos que assinem a petição.

Imagem de abertura: Caiçaras do Bonete

Maiores zonas mortas no oceano, mapeadas pelo MIT

Comentários

26 COMENTÁRIOS

  1. Em 9 de fevereiro recebemos a seguinte mensagem da assessoria de imprensa da Fundação Florestal:

    Nota de esclarecimento
    O Parque Estadual de Ilhabela, por meio da Fundação Florestal, atua na proteção da biodiversidade e do modo de vida tradicional das comunidades caiçaras no interior da Unidade de Conservação e do seu entorno.

    As comunidades tradicionais da Baía de Castelhanos, incluindo as praias de Castelhanos, Mansa e Vermelha, têm no PE de Ilhabela um protetor e apoio. O acesso ao local é feito única e exclusivamente pela guarita da Estrada Parque, que tem regras específicas, como, por exemplo, o controle de entrada de material de construção, que só entram os destinados às obras com alvarás regulares. Horário de entrada, identificação de pessoas e carga dos veículos também são controles efetuados pela equipe de vigilância da gestão do Parque como forma de garantir segurança na estrada e na comunidade. Moradores tradicionais são cadastrados e apenas eles possuem condições especiais de travessia, mesmo assim com restrições para construção.

    Toda e qualquer obra no setor de Proteção dos Limites do Parque – seja 20 metros de altitude abaixo da cota do Parque – demandam aprovação da Fundação Florestal, com apoio do Conselho Gestor da Unidade, órgão atuante que tem no seu corpo de conselheiros 25% de representantes das comunidades tradicionais.

    No caso da criação da Resex Castelhanos, a Fundação Florestal participou do processo e se manifestou favorável, por meio da gestão do Parque Estadual de Ilhabela e seu conselho.

    No Bonete, a ocupação da Vila ocorre fora dos limites da UC, porém seu acesso por terra se dá pela Trilha Sepituba Bonete, que está dentro do parque e tem regras específicas e controle de entrada na guarita da Sepituba. Limitação de pessoas, proibição de entrada de veículos motorizados e cargas também são medidas tomadas pela Fundação Florestal para garantir a segurança da comunidade que vive do outro lado.

  2. O Brasil de hoje está pior, a judicialização da política mostra a que nível chegamos, este processo mostra que estas pessoas que entra na política só por interesses pessoais dá continuidade as manobras para chegarmos a um país de capachos dos ditadores e bandidos que se apoderaram do país e hoje reina em pleno mar de tranquilidade por não termos mais justiça, elevando assim a desordem em primeiro plano, quem tentar reivindicar os seus legítimos direito está sujeito a ser preso pelos ditadores respaldados pela a justiça decadente, infelizmente.

  3. Gostaria de perguntar à Justiça, o que esse bandido ainda faz à frente da prefeitura de Ilhabela!
    Povo idiota ainda vota em um vagabundo dessa laia….esse fdp deve ser paulista que veio pro litoral para tomar as terras dos caiçaras!
    Só mesmo no Brasil, o cara tem uma ficha criminal maior que o canal de São Sebastião e mesmo assim ainda é diplomado prefeito, criando uma quadrilha de bandoleiros dentro da Prefeitura de Ilhabela!
    Cadê os vereadores? Devem fazer parte do esquema assim como esses fdp especuladores imobiliários que querem tirar proveito da situação e implantar esses projetos que vão destruir uma das naturezas mais bela do litoral brasileiro e tirar o povo nativo da sua terra!
    Digo isso porque meus avós tinham um pequeno sítio lá pros lado de São Pedro e foram praticamente expulsos da sua teŕra por causa dessa especulação imobiliária que começou lá atrás, na década de 70 acho eu……
    O povo precisa se unir e tirar esse tirano do poder, antes que seja tarde demais……

  4. O toninho colucci está errado, mas eu nunca vi uma noticia jornalistica tão parcial e sem noção, no jornalismo se apresenta fatos, não se escolhe um lado e chama o outro de “cabeçudo” “racista” “oportunista”

    • Pedro: vamos por partes. Não chamei Toninho de ‘racista’, nem ‘oportunista’. Chamei de cabeçudo que significa “que ou aquele que é obstinado, insistente; teimoso, turrão.”E também chamei de ‘algoz de Ilhabela’. Porque é isto que ele vem fazendo já há três gestões. Também reproduzi a quantidade de processos contra ele: “O site http://www.jusbrasil.com.br “encontrou 181 processos envolvendo Antônio Luiz Colucci nos Diários Oficiais. A maioria é do TJSP, seguido por STJ.” Sem falar nas acusações de nepotismo, improbidade administrativa, e outras. A lista de acusações contra Toninho está no post, ou você não sabe ler?

    • Por quanto tempo os paulistas vão insistir nos mesmos governantes?Lembrando que o estado de São Paulo e grande parte dos municípios litorâneos são administrados pelo PSDB há muito tempo. A participação popular e alternância de poder são essenciais para o fortalecimento da democracia e podem evitar a apropriação dos recursos públicos e mal uso dos recursos naturais como esses grupos vêm promovendo. Quanta destruição e descaso!

  5. OBRIGADO!!! Mil vezes, e é pouco…
    Frequentei MUITO a praia do Bonete durante os anos 1980, 1990, 2000. Cheguei lá fugindo do que via acontecer em praias como Maresias, por exemplo.
    No Bonete chorei a morte de uma criança, minha “sombra” enquanto eu estava por lá. Morreu de apendicite, mar ruim, trilha ruim, não dava para socorrê-lo.
    Sofri com picada de cobra, atendimento 100% prestado por particulares: caiçaras e turistas (do tipo bom turista, sabe como é?). Dei sorte de mar bom nesse dia.
    Situações como estas tenho uma coleção na memória. As pessoas lá, meus amigos, tendo que se virar como podiam.
    Vi quando o poder público começou a prestar atenção ao Bonete, e previ situação como esta. Já havia visto isso no litoral de São Sebastião.
    Agora que o local tem condição mínima de uma vida digna a prefeitura comparece??!!
    Vão varrer os pescadores de lá, vão para onde? Vão viver de quê?
    E a parte cultural, a história. Na Praia do Bonete tem a “Praça da Mentira”, onde os antigos sentam para contar histórias. Deveria se chamar ACL, Academia Caiçara de Letras.
    Sentar com um antigo e perder, digo, ganhar horas observando o mar, ouvindo histórias, ou apenas ficar calado “olhando a vida passar”, não tem preço!
    Uma vez perdi meu tênis na praia, a maré levou. Corri logo para Seu Erpídio, aflito. Sem calçado ali é “osso”. Ele sorriu e perguntou onde, eu disse. Ele responde que em três dias apareceria ali, e apontou o local. Dito e feito, meu tênis de volta. Todo esculhambado, mas de volta. ISSO É CONHECIMENTO.
    Seu Erpídio, Seu Antoninho, Seu Manoel Branco, Seu Ademar, Seu Reginaldo, para citar apenas alguns (me desculpem os que não foram citados)…
    Agora querem tirar a HONRA de seus descendentes ocuparem esta posição!!!
    Vou rir muito quando o mar engrossar e “marinheiros experientes” não tiverem mais os antigos para consultar, coisa que presenciei diversas vezes.
    Me desculpe o texto longo e o palavrão que segue, mas é foda! Vontade de chorar!
    Lembrei de algo que ouvi, acho que é Neruda, termina com “cuidar do que é nosso é uma maneira legítima de viver para sempre”
    Mais uma vez, OBRIGADO, por esta matéria em especial e pelo “Mar Sem Fim”. Essencial!

    • Concordo contigo, muito provavelmente tem interferências políticas,como sempre,visitei e visito a Ilha sempre,nunca ouvi morador de lá falar mau da saúde ou de escolas,vejo sempre muita limpeza pelas ruas,agora vejo tbm a degradação do mangue, infelizmente.

    • Obrigada descrever tão bem o Bonete,ainda não tive a honra e prazer de conhecer tais pessoas citadas por ti no texto,mas certamente conhecerei na próxima semana,amei.Boa noite.

  6. ninguém vota nessa cidade não ? como um prefeito tão ruim e sua primeira dama ficam três mandatos na prefeitura.? O povo tem que se unir nas urnas e tirar esses caras de lá. 3 mandatos e muita coisa e ainda mais com uma ficha suja como essa .Hora do povo abrir os olhos para a situação política e ambiental da sua cidade

  7. Existe uma reivindicação judicial consagrada no Direito justamente para casos assim. Aqueles que têm a posse mansa e pacífica de áreas por tempo longo (como alegam estas famílias caiçaras) reivindicam a propriedade da posse em processo de usucapião, Simples. Querer e exigir não basta. É preciso provar a posse. Usucupião é para isso.

  8. Esses miseráveis já destruiram todo o litoral norte, eu sou caiçara é presenciei toda depredação, o mais interessante é que o pobre não tem direito de moradia digna, tem a área de preservação ambiental que só vale para a baixa renda os latifundiários podem destruir tudo a praia de Paúba era um paraíso isso até a década de 70 à partir daí foi só destruição, o manguezal foi substituído por um condomínio é lamentável…

  9. Olha só o Xico Graziano, tucano-bolsonarista, por onde estava…. esses caras odeiam o povo brasileiro. Pobre Bonete, pobre Brasil.

    João, este seu trabalho é incrível. Gosto muito de ler tudo que escreve. Lamento apenas que o anti-petismo o impeça de reconhecer os avanços institucionais e de políticas públicas do governo Lula, que deram sequencia aos avanços que já havíamos conseguido no FHC e até mesmo no Collor-Itamar.

    Num governo Haddad, por exemplo, ou mesmo num Boulos, esse empresariado que se alia a prefeitos para devastar o litoral vai ter dificuldades. E o que o Dória faz? Nada… pois ele é e sempre foi aliado deste tipo de empresariado sem noção.

    • Antônio, este site não é político, mas ambiental, e com foco no bioma marinho. Se o Xico é “tucano-bolsonarista”como você diz, problema dele. O que sei é que ele pediu demissão por descobrir, ao que parece, que Toninho Colucci não merece confiança. Ponto. Quanto aos outros comentários políticos que você tece, só posso dizer que apesar de alguns avanços no governo Lula que ‘surfou’a onda econômica iniciada por FHC, ele também quebrou a Petrobras, entre outros mal feitos. Quanto à questão ambiental, o Mar Sem Fim cansou de criticar Lula, e mais ainda sua pupila, Dilma Roussef. E ao fazê-lo, nunca foi pelo pelo partido político. Justamente porque o nosso interesse é ambiental e não partidário. Também já critiquei bastante o atual governador de São Paulo, por questões ambientais, jamais por ser deste ou daquele partido. Infelizmente vivemos uma polariazação política, iniciada por Lula com o ‘nós contra eles’, que não leva a nada. Apenas tira o foco do assunto deste site: meio ambiente marinho. Vamos nos concentrar no ambiente marinho?

  10. Ilhabela…aqui as obras nunca param. O $ dá especulação imobiliária e o que mais fala alto..Cada dia um pedaço de mata com seus passaros e animais silvestres que desaparecem. E so piscar o olho que já aparece uma casa. Os caiçaras do Bonete e castelhanos devem estar atrapalhando os resorts top que só vão chegar de barco ou helicóptero nessas praias paradisíacas e que podem render milhões aos envolvidos. DEVIA PROIBIR QUALQUER CONSTRUCAO NOVA E DEIXAR A JA DESGASTADA NATUREZA SE RECUPERAR. Mas o ser humano ama o $ . E a natureza não traz isso no bolso dele ..só as incorporadoras ne

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here