Cabeça de Hércules achada em naufrágio de 2 mil anos

0
11545
views

Cabeça de Hércules encontrada em naufrágio de 2 mil anos

Em primeiro lugar, prosseguem os achados em naufrágios mundo afora.  Como já frisamos, são consequências, sobretudo, dos avanços da tecnologia no que diz respeito à arqueologia submarina. Aos poucos a história do mundo antigo  é revelada detalhe a detalhe. É definitivamente um período auspicioso.  Um navio cargueiro da era romana, descoberto por acaso na ilha grega de Antikythera (atual Anticítera) há mais de 120 anos e considerado o naufrágio antigo mais rico do mundo, rendeu ainda mais tesouros nas explorações recentes, incluindo a cabeça de Hércules, de uma estátua do semideus, noticiou o Guardian.

Um modelo 3D digital preciso do naufrágio

Não há jornal no hemisfério Norte que não tenha comentado o novo encontro. O express.co.uk abriu a matéria com, ‘Tesouro ESPETACULAR é descoberto em naufrágio de 2.000 anos, incluindo um modelo de mármore representando a cabeça de Hércules, bem como outros itens impressionantes’.

Cabeça de Hércules
A cabeça de Hércules. Imagem,  Orestis Manousos/Ministério Helenístico da Cultura e Esportes/Escola Suíça de Arqueologia na Grécia.

Antes de mais nada, como dissemos, graças aos avanços da tecnologia. Eles atingiram novo patamar no caso deste navio provavelmente dos anos 50 do primeiro século antes de Cristo. Em síntese, trata-se de uma galé do tempo em que o Império Romano começou a conquistar as colônias gregas no Mediterrâneo.

O naufrágio, conhecido desde o século passado, surpreendeu especialmente depois que cientistas criaram as primeiras fases de um modelo 3D digital preciso do local onde repousa o barco. Segundo a mídia, foram usadas milhares de fotografias do fundo do mar, com a técnica fotogrametria que, desse modo, poderia ajudar na busca por mais peças.

Figuras heroicas da mitologia grega e romana

“Em 1900, [mergulhadores de esponja] retiraram a estátua de Hércules [do mar] e agora provavelmente encontramos sua cabeça”, disse o professor Lorenz Baumer ao Guardian. Baumer é o arqueólogo que supervisiona a missão com a Universidade de Genebra.

PUBLICIDADE

“É uma peça de mármore impressionante”, disse. E Baumer descreveu características que carregavam  marcas de uma das grandes figuras heroicas da mitologia grega e romana. “Ela tem o dobro do tamanho natural e barba grande. Um rosto muito particular, além do mais, cabelo curto. Não há dúvida de que é Hércules.”

Nesse meio tempo, e durante três semanas, a equipe de arqueólogos e mergulhadores trabalhou em profundidades de 50 metros. Em seguida, com o uso das imagens em 3D tiveram acesso a uma área nunca explorada anteriormente. Antes disso, o naufrágio já tinha rendido o que foi chamado de…

O primeiro computador analógico do mundo

Conhecido como o mecanismo de Anticítera, e feito antes do nascimento de Cristo, o instrumento foi encontrado eventualmente por mergulhadores de esponjas em meio aos destroços do navio em 1901.

mecanismo de Antikythera
O mecanismo de Antikythera. Imagem, BBC.

Antes de mais nada, foram décadas de estudos para os cientistas decifrarem que a peça em bronze, com uma complexa coleção de engrenagens, rodas e mostradores, um dos objetos mais sofisticados da antiguidade, era usada para prever posições astronômicas e eclipses, como função de calendário e astrologia.

‘Isso mudará a maneira como vemos as conquistas tecnológicas dos antigos’

Entretanto, para o professor Theodosios Tassios da Universidade de Atenas, a peça, acima de tudo, “foi o primeiro computador analógico. Isso mudará a maneira como vemos as conquistas tecnológicas dos antigos.”

Segundo o site www.inovacaotecnologica.com.br ‘A calculadora astronômica é um dispositivo de bronze que consiste em uma combinação complexa de 30 engrenagens. Os indícios indicam que a ‘máquina’ servia para prever eventos astronômicos, incluindo eclipses, fases da Lua, posições dos planetas e até mesmo as datas das Olimpíadas’.

Segredos finalmente descritos na Nature de 2006

Finalmente, os segredos do mecanismo foram descritos na revista Nature em 2006. Segundo o estudo, o mecanismo de Anticítera, consequência da engenhosidade dos gregos antigos, era mais sofisticado tecnologicamente do que qualquer outro mecanismo inventado por qualquer civilização pelo menos nos mil anos seguintes.

O inovacaotecnologica.com.br informa que o computador mecânico permitia acompanhar os movimentos da Lua – inclusive recriando sua órbita irregular – , do Sol, de alguns planetas e, até mesmo, prever eclipses.

reconstrução do mecanismo de Anticítera
Reconstrução do mecanismo de Anticítera. E pensar que foi construído antes de Cristo!

O grupo foi liderado por Mike Edmunds e Tony Freeth, da Universidade de Cardiff. Em comunicado, depois de decifrado o mistério, Edmunds declarou: “Trata-se de um dispositivo extraordinário, o único do tipo. Além da precisão para fazer cálculos astronômicos, tinha um lindo desenho. A maneira como projetaram as partes mecânicas é de cair o queixo. Quem quer que o tenha construído, o fez extremamente bem.”

Desde já, aguardamos as novas descobertas do naufrágio conhecido desde 1900 e que ainda nos surpreende.

Saiba mais

Head of Hercules and other treasures found on Roman 'Antikythera Mechanism' shipwreck

Legado de Ricardo Salles e a devastação da Amazônia

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here