Baleias no litoral norte de São Paulo

0
1049
views

Baleias no litoral norte de São Paulo: uma bem- vinda invasão

As fontes desta notícia são muitas. Amigos do Mar Sem Fim, velejadores e amantes da náutica, não param de publicar fotos no Face sobre as baleias no litoral norte de São Paulo. Mas a fonte na mídia é o nexojornal.com.br de julho, 2017. Título…

Baleias no litoral norte de São Paulo, foto de Baleia no litoral norte de São Paulo
Note a pequena distância da costa. Foto de Arlaine Francisco.

Por que o litoral norte de São Paulo está sendo invadido por baleias jubarte

“Nas últimas semanas, moradores e turistas de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, têm avistado com certa frequência baleias jubarte fazendo acrobacias a algumas centenas de metros da costa. Baleias por vezes aparecem nas águas que dividem o arquipélago do continente, mas nunca foram vistas com tamanha constância e quantidade”.

Não só só as Jubartes que frequentam o litoral norte

Ali sempre houve a presença das Brydes. Elas gostam de Ilhabela e, especialmente, Alcatrazes.

Baleias no litoral norte de São Paulo, imagem de baleia de Bryde
A baleia de Bryde fotografada em Ilhabela por Julio Cardoso

O site revista.rebia.org.br explica: “A baleia de Bryde (Balaenoptera edeni) é uma das baleias menos conhecidas em todo o mundo, apesar de sua distribuição ser ampla, podendo ser encontrada em águas tropicais e temperadas dos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico, entre as coordenadas 40ºN e 40ºS”.

Baleias no litoral norte , imagem de baleia de bryde
Mais uma, desta vez em foto de Julio Cardoso

Ainda a revista.rebia.org.br  : “Os indivíduos dessa espécie podem atingir até 15,5m e pesarem até 16 toneladas. Em média apenas um filhote é concebido e a gestação dura em torno de 11 meses”.

O que tem provocado o aumento dos animais nessa região?

Milton Marcondes, médico veterinário e coordenador de pesquisa do Projeto Baleia Jubarte, explicou ao nexojornal

Há pontos positivos e negativos. Pode ser que houvesse antes jubartes que iam até o litoral de São Paulo, mas por serem poucas, não víamos ou não tínhamos notícia. Agora, o desenvolvimento das tecnologias de informação faz com que essas incidências sejam mais registradas e se espalhem rapidamente pela internet

Marcondes alerta sobre o possível ponto negativo: El Ninho e La Ninha…

Mudanças climáticas mudam correntes marinhas e a distribuição de alimentos. Por isso as baleias podem ter saído do curso tradicional

Turismo de observação em Ilhabela?

Sim, é possível, diz Marcondes. Ao se confirmar esta grande incidência, por que não? Seria mais um ponto do litoral brasileiro a contar com esta possibilidade. E ela é muito bem- vinda, considera o Mar Sem Fim,  porque o outro ponto mais ao Sul, no litoral de Santa Catarina, está impossibilitado de fazê-lo. Nos referimos a malfadada APA da Baleia Franca local de avistagem da Franca que, por falta de vontade, até hoje não tem Plano de Manejo. Além disso, o potencial do turismo de observação marinho é imenso. Ele gera empregos e renda.

Baleias no litoral norte de São Paulo, imagem de Baleia no litoral norte de São Paulo
Ilhabela, foto de Julio Cardoso

Problemas em Ilhabela para a avistagem?

Marcondes alerta na matéria do nexojornal:

“Em contrapartida, os animais passarão a habitar um ambiente bem diferente do anterior à década de 1960, quando a população da espécie ocupava em abundância os mares. Há mais redes de pesca, barcos, portos, docas e navios. É necessário realizar um trabalho de conscientização com trabalhadores e velejadores locais para garantir que as baleias circulem pelas águas com segurança”.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here