Achado um naufrágio grego em cidade submersa do Egito

0
7603
views

Achado um naufrágio grego em cidade submersa do Egito

Não é sempre que se acha um naufrágio de uma das potências da antiguidade. Quando isso acontece, e o naufrágio está em bom estado, é motivo para os arqueologistas comemorarem, talvez alguns segredos da história estejam prestes a serem desvendados. Há excitação no ar. A notícia é recente, de julho de 2021 e dá conta que foi achado um naufrágio grego em uma cidade submersa descoberta em 2001.

Imagem de naufrágio grego recém descoberto
O interior do navio. Imagem, Egyptian Ministry of Tourism and Antiquities.

Achado um naufrágio grego em cidade submersa

Segundo o site France 24, a descoberta foi feita durante escavações subaquáticas em Thonis-Heracleion, uma metrópole outrora movimentada que ficava às margens do rio Nilo, onde ele se encontra com o mar Mediterrâneo.

Thonis-Heracleion, descoberta em 2001, foi durante séculos considerado o maior porto do Egito na área até que Alexandre o Grande fundou a cidade costeira de Alexandria em 331 aC. onde mais tarde ergueria o Farol de Alexandria, uma das sete maravilhas do mundo antigo.

Navio militar grego

O France 24 assim anunciou a novidade: “Uma missão franco-egípcia  encontrou os destroços de um navio militar da era ptolomaica e os restos de um complexo funerário grego datado do século IV aC”, disse o ministério de antiguidades.

De fundo plano com grandes remos, mastros e velas, a embarcação de 25 metros de comprimento era frequentemente usada para navegação dentro do Delta do Nilo, de acordo com estudos preliminares.

PUBLICIDADE

O site do Smithsonian assim o descreveu: ‘O design do navio reflete uma mistura de técnicas egípcias e gregas antigas. Seus construtores usaram juntas de encaixe e construíram o navio parcialmente com madeira reutilizada, sugerindo que ele foi feito no Egito’.

O navio estava atracado

Arqueólogos dizem que o navio estava atracado ao lado do Templo de Amon da cidade quando o prédio desabou, afundando o barco sob o peso dos grandes blocos da estrutura.

“Os achados de navios velozes dessa época são extremamente raros”, de acordo com Franck Goddio, do Instituto Europeu de Arqueologia Subaquática (IEASM), que liderou a missão.

Imagem de cemitério submarino
O site do Smithsonian Magazine ainda publicou a foto acima informando que além do navio foi encontrado um cemitério grego do séc. IV a C.

Os arqueólogos subaquáticos também encontraram um cemitério mostrando a presença de mercadores gregos na área durante o período tardio do antigo Egito.

E o site do Smithsonian descreveu os trabalho: ‘Escavações subaquáticas anteriores no local revelaram artefatos rituais, cerâmicas e moedas de bronze datadas do reinado de Ptolomeu II (285 a 246 a.C.), conforme Benjamin Leonard relatou para a revista Archaeology em 2019′.

O ministério de antiguidades disse que os gregos dominavam a região na época e construíram templos funerários nas proximidades do Templo de Amon.

Restos desses templos foram encontrados “em excelentes condições” debaixo d’água, acrescentou.

As últimas descobertas atestam “a riqueza dos templos na cidade, que agora estão sob as águas do mar Mediterrâneo”, disse o ministério.

Vídeo em que Franck Goddio conta sobre os mergulhos na cidade submersa de Thonis-Heracleion

Imagem de abertura: Egyptian Ministry of Tourism and Antiquities.

Fontes: https://www.france24.com/en/live-news/20210719-egypt-unveils-military-vessel-greek-funerary-site-in-sunken-city?fbclid=IwAR2O_aDRd6LhxuuLT7n1NO1595LfeTniKGteNQlR9JSXV0UCfRlxqtfUUeE&ref=fb; https://www.smithsonianmag.com/smart-news/divers-find-second-century-military-ship-sunken-egyptian-city-180978244/.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here