Viagem da Kika, diário de bordo Nº5

0
1423
views

Viagem da Kika, diário de bordo Nº5

O site Mar Sem Fim está acompanhando a viagem  da Kika, Francisca Przirembel Angeli, amiga que resolveu dar um tempo e navegar pelo mundo. Este é seu quinto relato.

O quinto relato da Kika

Oi Mar Sem Fim,  envio o texto a bordo do Antarctic, estamos a 300 milhas de Juan Fernandes com um tempo maravilhoso. Te enviei as imagens antes de zarpar, espero que tenha recebido.

Tierra del Fuego

No ambiente náutico dos confins do mundo o idioma mais falado é o francês. Os franceses que conheci gostam de cozinhar, tem bibliotecas e criam seus filhos a bordo, a escola pública francesa tem um sistema que permite isso. Seus barcos são confortáveis casas, muitas vezes contruídos pelos próprios donos, estão preparados para viajar e enfrentar qualquer tipo de mar. O Kotik é um exemplar aperfeiçoado desta forma de viver, Oleg e Sophie Bely foram pioneiros nesta região, seus filhos Igor e Olga nasceram e cresceram a bordo, juntos navegaram mundão afora.

Viagem da Kika, diário de bordo Nº5, imagem de veleiro na Terra do Fogo
Veleiro Kotik, mitológico barco de Oleg Bely, hoje comandado por seu filho, Igor Bely

Fiquei quase um mês embarcada no Kotik com minha filha Samanta e Igor, eles começaram uma grande história de amor desde o verão passado quando ela foi convidada para trabalhar num charter para a Antártica. Ficamos alguns dias em Ushuaia e depois seguimos para Puerto Williams, uma base da armada chilena na Isla Navarinos, a cidade mais austral do mundo. O lugar é lindo e inóspito, território dos nativos yamanas que navegavam em suas canoas de casca de árvore com uma fogueira para aquecer, daí a origem do nome “Tierra del Fuego”. Por esses canais também passaram grandes exploradores, única conexäo entre os oceanos Atlântico e Pacífico antes da construção do canal do Panamá. O pequeno porto oferece o melhor abrigo da região, os veleiros ficam atracados lado a lado no famoso Micalvi, um barco afundado que serve como base do yate clube. Nós ficamos amarrados numa bóia mais distante com um sossego absoluto e íamos para terra de bote. Pegamos várias centollas numa arapuca, em terra colhemos calafates e cogumelos, depois Samanta preparava esses manjares divinamente.

Viagem da Kika, diário de bordo Nº5, imagem de Dientes Navrinos, terra do fogo
Dientes Navrinos. Paisagens deslumbrantes. Parece outro mundo…

Esta forma de viver com mais autonomia, simplicidade e tempo está mudando minha visão das prioridades e afinando minha sintonia com a natureza, me sinto aberta para novas experiências. Farei a travessia do Pacífico a bordo do Antarctic, um veleiro de alumínio de 67 pés construído por Georges Meffre, um francês amigo da família Bely que mora embarcado há 40 anos. Partiremos de Puerto Montt rumo à Austrália, no percurso passaremos pelas ilhas Robinson Crusoé, Pascoa, Pitcairn, Gambier, Australes e Nova Caledonia. Seremos cinco na tripulação, o expreriente capitão Georges, Sophie Bely, o chef francês Olivier Guigue, a velejadora brasileira Marcia Maciel e eu.

Leia o diário de bordo nº 4.

Viagem da Kika, diário de bordo Nº 5. A Tierra del Fuego. Link na Bio.

Uma publicação compartilhada por Mar Sem Fim (@mar_sem_fim) em

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here