O caminho do plástico. De casa para o mar, do mar para a mesa!

0
1554
views

O caminho do plástico. De casa para o mar, do mar para a mesa!

O caminho do plástico: estudo revela que mais da metade da superfície oceânica está tomada pelo material. O plástico nos oceanos pode voltar para a nossa mesa.

Atualizado

O caminho do plástico, imagem de prato de peixe com plástico
O caminho do plástico

Nessa semana, cientistas afirmaram que até 88% da superfície dos oceanos do mundo está contaminada com lixo plástico. A declaração aumenta a preocupação com os efeitos sobre a vida marinha e a cadeia alimentar.

Esta foi uma pesquisa feita em 2014, por isso saiba que as cifras hoje conhecidas são muito maiores. Acabou de se provar que o microplástico invadiu até o local mais ermo do planeta, o Ponto Nemo. Cinetistas estão alarmados com a condição dos oceanos. Se continuarmos nesta balada, em 2050 haverá mais plástico que peixes, em peso.

O caminho do plástico por trilhas tortuosas

Os plásticos, que provém dos vários produtos que utilizamos, chegam aos oceanos através dos rios e da água da chuva e do descarte em local indevido. De acordo com os cientistas, o problema deve piorar nas próximas décadas se algo não for feito urgentemente.

Três mil amostras

As descobertas (de 2014) foram publicadas no jornal “Proceedings of the National Academy of Sciences” (“PNAS”). Elas se baseiam em mais de três mil amostras oceânicas coletadas ao redor do mundo por uma expedição científica em 2010.

Os objetos de plástico, carregados pelas correntes oceânicas, acabam se partindo em diversas partículas menores e, assim tornam-se ainda mais prejudiciais para a vida marinha. Detalhe, o microplástico, e também as microfibras (usadas em tecidos sintéticos), dura centenas de anos. O plástico não se desfaz, quebra-se em micro partículas. E permanece na água.

O caminho do plástico, imagem de plástico nos oceanos
O caminho do plástico

Nossa ação gera uma reação contra nós mesmos

Sabe-se, hoje, que o plástico já está de volta à nossa mesa através dos frutos do mar (que também contém fezes humanas) peixes, e organismos filtrantes, que ingerimos.

ilustração de peixe com plástico no estômago

Ou seja, o caminho do plástico pode ser do homem para o rio, dos rios para o mar; do mar para o estômago dos seres marinhos e, finalmente para nossa mesa! Aprenda, evite plástico mas, se usar, recicle. É uma obrigação da nossa geração.

Fonte: http://www.pnas.org/.

Homo sapiens, um assassino em série da ecologia! Extra, Extra! Homo sapieins….

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here