China promete proteger mais de 1/4 de seu território

3
1281
views

China promete proteger mais de 1/4 de seu território, área quase do tamanho da França, Espanha, Turquia, Alemanha e Itália juntas

É mole? Os chineses surpreendem mais uma vez. Agora, a China promete proteger mais de 1/4 de seu território. Matéria a partir de artigo de Jixi Gao, para a nature.com. “O crescimento dramático da China provocou uma incrível poluição do ar e da água. Por isso, algumas pessoas se surpreendem ao saber de uma importante iniciativa para proteger mais de um quarto do continente chinês – uma área quase do tamanho da França, Espanha, Turquia, Alemanha e Itália juntas, totalizando mais de 2,4 milhões de quilômetros quadrados.”

Linha Vermelha de Conservação Ecológica da China

“Chamada de Linha Vermelha de Conservação Ecológica da China (ECRL), a iniciativa começou em 2011, com base em dez anos de prática local e aproveitando dados econômicos, populacionais, ecológicos e outros dados governamentais e acadêmicos. O ECRL implementa estratégias que desenvolvi em 2010 para identificar e proteger sistemas ecológicos importantes. Já existem planos para 15 províncias, incluindo a área econômica de Beijing e do rio Yangtze. O restante será concluído até o final do ano.”

Convenção sobre a Diversidade Biológica (CBD) em 2010 será na China

Os ‘chinos’ não são bobos, sabem que serão vitrine internacional no ano que vem; e sabem que detonaram o meio ambiente nesta arrancada fenomenal ao desenvolvimento, por isso, se preparam com cuidado para o futuro.”A Convenção sobre a Diversidade Biológica (CBD) do próximo ano será realizada na China pela primeira vez desde sua entrada em vigor em 1993. Ela definirá o plano global de preservação da natureza na próxima década. O foco principal é a inovação em torno da biodiversidade e da terra.  As metas passadas de biodiversidade foram atingidas e a reunião da CDB de 2020 precisa apresentar metas ambiciosas e práticas. A abordagem da linha vermelha poderia ser instrutiva, porque é projetada para proteger quase todas as espécies raras e ameaçadas e seus habitats na China”.

‘Como surgiu essa escala de compromisso ambiental?’

Jixi Gao explica: “O rápido crescimento econômico da China tirou centenas de milhões de pessoas da pobreza, mas a um custo significativo para a saúde e o bem-estar de pessoas e lugares. Isso foi trazido para casa em 1998, quando as inundações na bacia do rio Yangtze mataram mais de 3.000 pessoas e causaram mais de US$ 20 bilhões em danos econômicos.”

Como seria no passado?

“No passado, teríamos respondido construindo represas e diques cada vez mais altos. Mas depois dessa enchente, algo diferente aconteceu: alguns outros cientistas ambientais e eu fomos incluídos em conversas de reconstrução com líderes do governo e demonstramos que a deterioração do ecossistema exacerbou as inundações. O pastoreio excessivo e o desmatamento reduziram a capacidade das pastagens de absorver o escoamento; zonas húmidas, tinham sido perdidas para o desenvolvimento, juntamente com a sua capacidade de limitar as inundações.”

Para quem duvidar do projeto chinês

Jixi Gao, “Alguns duvidam que um programa tão ambicioso possa ter sucesso, mas o conceito de revestimento ecológico já está escrito nas leis de proteção ambiental e segurança, o status legal que será difícil de contornar. E as iniciativas da linha vermelha da China são designações raras e sérias: sua iniciativa mais famosa foi a política do filho único.”

O artigo ainda prossegue, mas paramos por aqui. E vamos agora à…

Repercussão – China promete proteger mais de 1/4 de seu território

Reuters: “PEQUIM – A China estabelecerá metas mais rigorosas para melhorar a qualidade do ar do país sob um novo plano de três anos, enquanto Pequim se prepara para reforçar a repressão nacional aos poluidores em sua campanha de anos para limpar seus notórios céus tóxicos.”

imagem de Poluição nos centros urbanos chineses.
China promete proteger mais de 1/4 de seu território. Poluição nos centros urbanos chineses. Imagem, REUTERS/Jason Lee.

FAO, “o país mais populoso do mundo busca o progresso ecológico e econômico ao mesmo tempo. Desde o surgimento da República Popular até o início dos anos 1970, foi feito um trabalho de gestão ambiental, mas em escala muito pequena e dispersa. A gestão ambiental ainda não tinha sua posição na agenda como uma questão importante no programa de desenvolvimento do país…A China tirou lições dos países capitalistas que tiveram que combater a poluição ambiental que contaminou seriamente e danificou seu meio ambiente no curso do desenvolvimento econômico”.

Fórum Econômico Mundial

“A China pretende manter um quarto de suas terras fora dos limites para o desenvolvimento até 2020 e aumentar a cobertura florestal para mais de 23% de sua massa total de terra, informou o gabinete do país.Pelo menos 25% das terras da China seriam protegidas pelo novo esquema de “linha vermelha ecológica” do país até o final desta década, afirmou o Conselho de Estado…Já ordenou que as províncias elaborassem planos detalhados para conter a construção e o “desenvolvimento irracional” perto de rios, florestas e parques nacionais… presidente chinês Xi Jinping prometeu usar todo o poder do Partido Comunista para enfrentar problemas de poluição de longa data, e disse que o ambiente da China seria “fundamentalmente melhorado” até 2035.”

Promessa de chinês. É aguardar para ver. Para nós parece que a China decretou a guerra certa, guerra para proteger o que resta de seu meio ambiente. Estaria o Brasil na contramão?

Imagem de abertura – REUTERS/Jason Lee.

Fontes China promete proteger mais de 1/4 de seu território – http://www.fao.org/3/p4150e/p4150e01.htm; https://www.nature.com/articles/d41586-019-01563-2; https://www.weforum.org/agenda/2018/06/china-to-protect-quarter-of-land-from-development-by-2020.

Pesca da tainha, tradição centenária se renova a cada ano

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

3 COMENTÁRIOS

  1. Ecologia na China é como os direitos humanos por lá : as pessoas com pena de morte deixaram de ser fuziladas, a novidade era que seriam apenas mortas por injeção letal …. Ou seja, demorarão décadas ou seculos para chegar ao que se chama de ecologia na Europa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here