Baleia azul, boa notícia. Saiba porquê

0
5198
views

Baleia azul, boa notícia. Saiba porquê

Estudo publicado pela Australian Geographic traz alento para a reduzida população do Leviathan ou baleia azul. Elas foram quase aniquiladas durante o período de caça ao cetáceo no início do século 20, com os navios-fábrica. Para se ter uma ideia do morticínio, o www.treehugger.com informa que ‘em 1931, durante o auge da caça às baleias, 29.000 baleias azuis foram mortas em uma única temporada’. Felizmente, a caça foi abolida da mundo civilizado, excluindo Japão, Noruega, e Islândia, nos anos 80.
Leviathan ou baleia azul
Imagem, WWF.

Baleia azul, conheça

Existem pelo menos três subespécies distintas: B. m. musculus, cujo habitat restringe-se ao norte dos oceanos Atlântico e Pacífico, B. m. intermedia, do oceano Antártico e B. m. brevicauda (também conhecida como baleia-azul-pigmeia), encontrada no oceano Índico e no sul do oceano Pacífico.

Origem do nome Leviathan

O nome vem de “um peixe feroz citado  no Antigo Testamento”. É uma criatura que, em alguns casos, tem interpretação mitológica, a depender do contexto.  É bastante comum no imaginário dos navegantes europeus da Idade Média e nos tempos bíblicos.

E, de maneira idêntica, algumas curiosidades: Segundo o www.treehugger.comcoração da baleia azul é enorme. É o maior coração do reino animal, pesando cerca de 180 quilos – quase o mesmo peso de um gorila.

A mesma fonte informa que a língua de uma baleia azul sozinha pode pesar tanto quanto um elefante. Segundo o www.treehugger.comcoração da baleia azul é enorme. É o maior coração do reino animal, pesando cerca de 180 quilos – quase o mesmo peso de um gorila. A mesma fonte informa que a língua de uma baleia azul sozinha pode pesar tanto quanto um elefante.

Ouça neste áudio, o canto da baleia azul:

Blue Whale Song Recorded in Monterey Bay, California

História evolutiva

As baleias têm uma história evolutiva interessante. Elas começaram como mamíferos terrestres, há cerca de 50 milhões de anos. Ao longo de vários milhões de anos, desenvolveram barbatanas e se tornaram criaturas marinhas.

PUBLICIDADE

Há cerca de 20 milhões e 30 milhões de anos, algumas dessas baleias antigas desenvolveram a capacidade de filtrar a alimentação, o que significava que poderiam engolir ‘enxames’ de pequenas presas em um único e gigantesco ‘golpe de garganta’.

Mas mesmo com essa capacidade de alimentação, as baleias permaneceram apenas moderadamente grandes por milhões de anos”

Apesar desta espécie ainda sofrer ameaças, a população das baleias-azuis na Califórnia voltou ao normal. E só isso já é motivo para comemorar.

 Assista o vídeo:

Whale Watchers Encounter 100-Ft-Long Blue Whale

Leões marinhos e lobos marinhos: RS abriga únicos refúgios no litoral

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here