Unidades de Conservação urbanas e costeiras, curso on-line

1
1164
views

Unidades de Conservação urbanas e costeiras, curso on-line ensina como geri-las

O Brasil é um país urbano e um pouco mais de 50 milhões de pessoas vivem ao longo do litoral. Fato! Isso traz inúmeras implicações sociais, econômicas e ambientais. A estratégia mais eficiente reconhecida no mundo hoje para proteger  os biomas, inclusive o bioma marinho costeiro, com todos os problemas, conflitos e desafios inerentes, são as unidades de conservação, áreas protegidas estas que prestam tantos serviços ambientais para a sociedade, mas também tão negligenciadas. Unidades de Conservação urbanas e costeiras é um artigo de Miguel von Behr, especial para este site.

Imagem da Apa e ESEC de Guaraqueçaba
Imagem da APA e ESEC de Guaraqueçaba, litoral do Paraná.

Unidades de Conservação urbanas e costeiras

É notório que as unidades de conservação urbanas costeiras sofrem enormes impactos ambientais, como ocupação urbana descontrolada, descarga de substâncias tóxicas em rios que desaguam no mar, poluição principalmente por plástico, lançamento de esgoto, turismo descontrolado, carcinicultura em áreas impróprias, mineração costeira (retirada desenfreada de areia e cascalho) dentre outros impactos ambientais.

Mapa com localização da APA de Guapimirim
A APA de Guapimirim protege o que restou dos manguezais da Baía de Guanabara.

Impactos das mudanças climáticas globais

Diante desse cenário desafiador, como os impactos das mudanças climáticas globais que ameaçam a biodiversidade a ser protegida, é importante que se desenvolva uma estratégia mais ampla de preservação e conservação dessa biodiversidade  para que os nossos biomas, inclusive o marinho costeiro, não sejam simplesmente mais um território para o equivocado conflito entre meio ambiente e desenvolvimento.

Imagem da APA Costa dos Corais
Recifes fechados para estudos em Tamandaré, parte da APA Costa dos Corais.

Uma das saídas é estimular a capacitação dos diversos atores sociais relacionados com as unidades de conservação, capacitação essa que pode ser inclusive um instrumento de educação ambiental.

Por que fazer o curso sobre Unidades de Conservação urbanas e costeiras

Dentro desse contexto há uma carência muito grande de eventos de capacitação de recursos humanos voltados ao tema das unidades de conservação e suas cidades, muito menos para áreas costeiras.

PUBLICIDADE

Certamente grande parte da população desconhece a existência e importância dessas áreas protegidas, muito menos a diferença entre cada uma das 12 categorias e como deve acontecer a gestão dessas áreas, principal condição para seu envolvimento no processo de implantação e legitimidade social.

Imagem do Mona Cagarras
O Mona Cagarras é mais uma UC no quintal dos cariocas.

As unidades de conservação são fundamentais para o sistema de proteção da biodiversidade, mas elas sofrem diferentes tipos de pressão.

Qual o principal objetivo do curso?

Fornecer e discutir os conceitos e as técnicas, com apoio de exemplos práticos de unidades de conservação que embasam a sua criação, planejamento e implantação, fundamentadas em uma gestão participativa e visão integrada do uso sustentável do território.

Onde poderá ser aplicado o conhecimento adquirido no curso?

  • Participar de diagnósticos e estudos para criação de UCs, elaboração e revisão de planos de manejo de UCs
  • Participar na criação de Conselhos Gestores de UCs
  • Contribuir para atingir os objetivos da unidade de conservação onde o gestor ou participante do curso atua
  • Obter subsídios que visem transformar determinadas áreas em unidades de conservação.

Os principais temas a serem tratados no curso

Benefícios das unidades de conservação para a sociedade, tipos de áreas protegidas, classificação de unidades de conservação, problemas e conflitos sócio ambientais em unidades de conservação, roteiro para criação de unidades de conservação, conselhos gestores, planos de manejo e zonas de amortecimento, dentre outros temas.

Como será desenvolvido o curso?

Plataforma Zoom. Serão quatro módulos: introdução ao tema do curso, aspectos legais, gestão participativa e trabalho prático sobre criação de uma unidade de conservação. Haverá atividades interativas e exemplos práticos de desafios de gestão de unidades de conservação urbanas, algumas costeiras.

Conheça o professor do curso

 

  • Imagem de Miguel von Behr
    Miguel von Behr. Imagem, http://miguelvonbehr.com.br/.

    . Arquiteto urbanista, Mestre em Planejamento Urbano e Regional

  • Analista ambiental aposentado do Ministério do Meio Ambiente.
  • Atuou desde 1982 pela ex-SEMA, IBAMA e por último ICMBio, com criação e implantação de diversas unidades de conservação federais, várias delas inseridas no contexto urbano e costeiro
  • Sócio fundador da Fundação SOS Mata Atlântica(1986). Apoiou projetos da Fundação na região do Complexo estuarino lagunar Iguape-Paranaguá.
  • Foi um dos fundadores e Chefe do Centro Nacional de Desenvolvimento Sustentado das Populações Tradicionais-CNPT/IBAMA e coordenou o processo de criação, em 1992, da primeira reserva extrativista fora dos limites da Amazônia, a Reserva Extrativista Marinha de Pirajubaé, Florianópolis, SC
  • Publicou o livro “Costa dos Corais”, sobre a natureza, história, cultura e iniciativas de conservação dos ecossistemas
  • Reside na cidade de Patos de Minas, MG.

Como obter a programação detalhada e se inscrever no curso?

www.curso.uc-urbanas.com

Dúvidas? 34 998007301 WhatsApp

Desmatamento da Mata Atlântica cresce no País

Comentários

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here