Rebio do Arvoredo, no litoral de Santa Catarina

0
1174
views

Rebio do Arvoredo, no litoral de Santa Catarina

Ao visitar a Reserva Biológica Marinha, ou Rebio do Arvoredo, estivemos com o chefe da UC, Ricardo Casteli. Ele contou que a Unidade de Conservação já nasceu errada: “foi criada de cima pra baixo”, não houve consulta pública junto aos diversos públicos com interesse na área entre eles pescadores artesanais, a indústria do turismo, as universidades, a sociedade enfim. Hoje os conflitos são inevitáveis.

Assista o documentário

Antes do decreto que o transformou em unidade de conservação o arquipélago era constantemente visitado por turistas, especialmente para o mergulho, pescadores esportivos, barcos de pesca que se abrigavam quando o tempo virava (Arvoredo tem abrigo para todos os ventos) e pescadores profissionais. De uma hora para outra, sem informação, foram proibidos.

Características da Unidade de Conservação

Nome: Reserva Biológica Marinha do Arvoredo ou Rebio do Arvoredo.

PUBLICIDADE

Bioma : Marinho Costeiro.

Criação: 12 de março de 1990.

Localização: litoral de Florianópolis.

Área: 11,104,47 hectares.

Tipo: Proteção Integral.

Objetivo: “preservar a natureza, livrando-a, o quanto possível, da interferência humana”.

O arquipélago é formado pelas ilhas  do Arvoredo, das Galés, Deserta e pelo calhau de São Pedro. A seguir o mapa de localização:

mapa da reserva biológica marinha do arvoredo

O chefe da UC

Ricardo Castelli, o chefe da Rebio do Arvoredo, deixou uma ótima impressão. Bem preparado, dedicado, ele nos orientou durante todos os dias, mostrando cada detalhe das ilhas, e contando a história da criação desta Unidade de Conservação.

Ricardo contou que a Unidade de Conservação já nasceu errada: “foi criada de cima pra baixo”, não houve consulta pública junto aos diversos públicos com interesse na área, entre eles pescadores artesanais, a indústria do turismo, as universidades, a sociedade enfim. Hoje os conflitos são inevitáveis.

Antes do decreto o arquipélago era constantemente visitado por turistas, especialmente para o mergulho, pescadores esportivos, barcos de pesca que se abrigavam quando o tempo virava (Arvoredo tem abrigo para todos os ventos) e pescadores profissionais. De uma hora para outra, sem informação, foram proibidos.

É por este ,motivo que hoje há uma campanha para recategorizar Arvoredo como parque nacional.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here