Resex de Soure, Ilha do Marajó

0
2062
views

Resex de Soure, Ilha do Marajó

A Resex de Soure, localizada na Ilha do Marajó, abriga “pântanos salinos” onde é comum a presença de búfalos.

Bioma: Marinho Costeiro

Área: 29.578,36 hectares

Criação: 22 de novembro de 2001

PUBLICIDADE

Localização: Soure, ilha do Marajó, Pará

Tipo: uso sustentável

Resex Soure, Ilha do Marajó: ENTENDA

Área utilizada por populações extrativistas tradicionais, cuja subsistência baseia-se no extrativismo e, complementarmente, na agricultura de subsistência e na criação de animais de pequeno porte. Sua criação visa a proteger os meios de vida e a cultura dessas populações, assegurando o uso sustentável dos recursos naturais da unidade. As populações que vivem nessas unidades possuem contrato de concessão de direito real de uso, tendo em vista que a área é de domínio público. A visitação pública é permitida, desde que compatível com os interesses locais e com o disposto no plano de manejo da unidade. A pesquisa é permitida e incentivada, desde que haja prévia autorização do Instituto Chico Mendes.

imagem de gavião com peixe feita na Resex de Soure
Gavião- pescador com um peixe em suas garras

Paisagem diferente na Resex de Soure, Ilha do Marajó

As Resex do Pará são constituídas por manguezal e lâmina d’água. Soure e Tracuateua são diferentes. Ambas contam com estes dois ambientes, além de campos ou, no caso de Soure, “pântanos salinos” (campos que recebem aportes de água salobra), onde é comum a presença de búfalos.

Como se sabe, a ilha do Marajó tem o maior rebanho bubalino do Brasil. Só na região Norte existem 720 mil búfalos.

Pesca predatória

Em todas as Resex visitadas flagramos a pesca predatória por membros das UC’s. Em Soure não foi diferente.

O lado positivo é que as Reservas Extrativistas, ou qualquer outra categoria (exceto a permissiva APA), formam um “escudo” contra a especulação imobiliária.

» Expedição à Reserva Extrativista Soure, leia mais sobre a nossa visita.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here