Resex Maracanã e Chocoaré-Mato Grosso

1
1580
views

Resex Maracanã e Chocoaré-Mato Grosso

Em nossa viagem pelas Resex Maracanã e Chocoaré-Mato Grosso começamos a exploração pela Reserva Extrativista Maracanã. A sede fica em Belém, no campus da UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA.

Nota-se na Resex Maracanã um fato incomum: os moradores das comunidades têm participação muito menos ativa do que o visto em outras Unidades de Conservação da mesma categoria.

RESEX Maracanã

Bioma: Marinho Costeiro

PUBLICIDADE

Área: 30.179,20 hectares

Criação: 13 de dezembro de 2002

Localização: Maracanã, Pará

Tipo: uso sustentável

Resex Maracanã e Chocoaré-Mato Grosso

Novamente constatei o desperdício causado pela extrema burocracia do Governo Federal. Ao lado da sede, mais uma vez, estava a carcaça de um barco do Ibama. Ao longo desta série de documentários diversas vezes vi a mesma situação ‘nos quintais’ das sedes das diversas UCs visitadas. Ao perguntar o motivo, a resposta era sempre a mesma: “quebrou uma peça do barco e, desde então, não conseguimos verba para reposição/manutenção”. O resultado é que os barcos, e carros também, acabam apodrecendo devido à extrema demora.

imagem da baía de Salinópolis- Resex Maracanã e Chocoaré-Mato Grosso
Baía de Salinópolis na Resex Maracanã

As Reservas Extrativistas Maracanã e Chocoaré-Mato Grosso são vizinhas, o rio Maracanã é a linha divisória entre uma e outra. Ambas são compostas por mangues e laminas d’água. Aliás, os rios Chocoaré, e Mato Grosso são afluentes do rio Maracanã

A Resex Chocoaré-Mato Grosso tem apenas um analista ambiental, Maximiliano Niedfeld, e uma viatura. Apesar de ser do bioma marinho, esta é mais uma unidade que não tem sequer um barco. De acordo com o chefe da UC, a equipe ideal deveria contar com cinco analistas ambientais.

RESEX CHOCOARÉ-MATO GROSSO

BIOMA: Marinho Costeiro

ÁREA: 2.783,16 hectares

PUBLICIDADE

LOCALIZAÇÃO: Município de Santarém Novo, Pará

DIPLOMA LEGAL DE CRIAÇÃO: Dec s/nº de 13 de dezembro de 2002

Tipo: uso sustentável

Plano de manejo: a UC não tem Plano de Manejo

 

» Expedição à Reserva, leia mais sobre a nossa visita.

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Ótima iniciativa de divulgação sobre as Reservas Extrativistas Marinhas brasileiras.
    Somente observo a falha do apresentador, no inicio do vídeo, ao falar o nome da Universidade Federal Rural da Amazônia, fala Amazonas. Esse erro é comum entre o povo do Sul e Sudeste. Lembrando que Amazonas denomina um Estado e um Rio. Amazônia é uma Região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here