Notícia Falsa: tripulantes de baleeiro japonês são mortos por baleias

0
1194
views

Notícia Falsa: tripulantes de baleeiro japonês são mortos por baleias

Notícia Falsa: tripulantes de baleeiro japonês são mortos por baleias. Site que divulgou é conhecido por postar sátiras e mentiras.

Notícia Falsa: tripulantes de baleeiro japonês são mortos por baleias , imagem tripulação de baleeiro japonês é atacada por baleias

Notícia Falsa: tripulantes de baleeiro japonês são mortos por baleias

O site worldnewsdailyreport postou uma notícia hoje nas redes sociais. Ela causou um grande alvoroço entre os ativistas ambientais.

A notícia traz foto do baleeiro Nisshin Maru. E a informação de que tripulantes haviam sido devorados por baleias orca no Pacífico Sul, próximo à Antártica. Conforme Mar Sem Fim averiguou com a Sea Shepherd, na região não existem cardumes de baleias orcas. E o site é conhecido por divulgar sátiras e notícias inventadas.

Sea Shepherd também confirmou

Sea Shepherd também confirmou que o navio Nisshin Maru se encontra neste momento aportado em Tóquio, no Japão. Neste link você pode acompanhar a rota do baleeiro.

De acordo com o próprio Worldnewsdailyreport as informações divulgadas por eles são fictícias. O site havia divulgado que os tripulantes do baleeiro foram obrigados a deixar o convés temporariamente por conta de um vazamento de gás detectado dentro do setor de processamento do navio. Em pânico acabaram abandonando o navio pulando na água. Antes que procedimentos de emergência adequados fossem tomados. Logo em seguida os 16 tripulantes que nadavam nas águas ao redor do navio teriam sido ferozmente atacados por um cardume de baleias orcas.

Portanto se você vir algum portal ou amigo divulgando a notícia abaixo, avise que ele foi enganado por um site de sátiras e ficção.

Notícia Falsa: tripulantes de baleeiro japonês são mortos por baleias , imagem de navio baleeiro

Sobre a caça às baleias na Antártica

A nação do leste asiático teria suspendido sua missão anual de caça às baleias na Antártica após a determinação do Tribunal Internacional da ONU de Justiça (CIJ), em março passado.  A CIJ decidiu que o programa baleeiro japonês na Antártica não é para fins científicos. E proibiu a concessão de novas licenças de caça às baleias.

A decisão do Tribunal é a favor do argumento da Austrália de que programa de caça do Japão é realizado para fins comerciais.

Japão tem usado a Convenção Internacional para a Regulação da Atividade Baleeira

Para se livrar da proibição, o Japão tem usado a Convenção Internacional para a Regulação da Atividade Baleeira [International Convention for the Regulation of Whaling], de 1946, que permite matança para a pesquisa científica.

O Japão abateu mais de 6.000 baleias desde que a caça comercial foi considerada ilegal pelo  International Whaling Commission (IWC), em 1986.

Notícia Falsa: tripulantes de baleeiro japonês são mortos por baleias , imagem baleeiro japonês

A decisão do Tribunal Internacional de Justiça é final e não haverá recurso.

Massacre de golfinhos em Taiji persiste

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here