Morte de baleias, Nasa, e tempestades solares

0
335
views

Morte de baleias e golfinhos podem estar relacionadas a tempestades solares, avisa a NASA

(Foto de abertura: O Globo)

Um mistério de longa data entre os biólogos marinhos é o porquê da morte de baleias saudáveis, golfinhos e botos coletivamente conhecidos como cetáceos – acabam ficando encalhados ao longo de áreas costeiras em todo o mundo. Poderiam as tempestades solares severas, que afetam campos magnéticos da terra, confundir suas bússolas internas e fazê-las perder sua rota?
Assim começa a matéria publicada no site da NASA em 2 de fevereiro de 2017.
morte-de-baleias, imagem de baleias mortas em praia
Foto: UOL

Relação entre tempestades solares e morte de baleias

Os cientistas da Nasa informam que os cetáceos em geral se orientam utilizando os campos magnéticos da Terra. Não são os únicos, alguns pássaros, e possivelmente, tartarugas marinhas, também o fazem. Assim, anomalias magnéticas poderiam ser  uma  das responsáveis pelo encalhe de centenas desses animais ao mesmo tempo.

Investigação vai desvendar se tempestades solares são a causa da morte de baleias

Três instituições participam da pesquisa: pela NASA, a Goddard Space Flight Center; o Bureau of Ocean Energy Management (BOEM) e o Fundo Internacional para o Bem-estar Animal (IFAW)

Uma equipe do Goddard Space Flight Center analisará as bases de dados espaço-temporais da Nasa relativos a tempestades solares ao mesmo tempo em que verificam dados sobre o encalhe de animais coletados pela agência Bureau of Ocean Energy Management (BOEM) e pelo Fundo Internacional para o Bem-estar Animal (IFAW).

A grande dúvida poderá então ser respondida. Caso a hipótese seja provada os cientistas poderão avisar as regiões mais propícias a receberem estes fenômenos, entre elas a Nova Zelândia, Austrália, costa da Grã-Bretanha e em Cape Cod, Massachusetts, EUA.

Entre os mamíferos marinhos os mais ameaçados são as baleias. Enquanto países como o Japão, Noruega e Islândia, persistem na caça anual aos animais, ambientalistas tentam criar um santuário de baleias no Atlântico Sul, sem entretanto, êxito até agora.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here