Helicoprion, um tubarão pré-histórico muito estranho

0
7507
views

Helicoprion, um tubarão pré-histórico muito estranho

A National Geographic diz que ‘o geólogo russo Alexander Petrovich Karpinsky cunhou o nome Helicoprion em 1899. Ele é um tipo de tubarão pré-histórico que habitou os mares 290 milhões de anos atrás. A NG explica que ‘em 1966, o paleontólogo Svend Erik Bendix-Almgreen descreveu um fóssil de Helicoprion que foi encontrado 16 anos antes na mina de fosfato de Waterloo perto de Montpelier, Idaho’. Até então ninguém sabia como encaixar este animal. Até hoje o fóssil desperta curiosidade, entre outras porque esse ‘tubarão’ tinha uma serra em espiral no corpo. A scientificamerican.com diz que ‘a criatura cartilaginosa em questão, agora chamada Helicoprion , foi extinta antes que os dinossauros existissem. Mas, em sua época, o Helicoprion era um monstro marinho’.

desenho do Helicoprion
Um desenho do que seria o Helicoprion.

Conheça

270 milhões de anos antes das orcas, 250 milhões de anos antes dos tubarões megalodontes, 170 milhões de anos antes mesmo dos mosassauros, os maiores macropredadores do oceano eram provavelmente eugeneodontídeos, peixes grandes com arranjos de dentes bizarros e esqueletos cartilaginosos.

Eles costumam ser chamados de tubarões, embora a mecânica da mandíbula e a morfologia dentária sugiram que eram mais parentes dos quimeras ou ratfishes modernos.

Ilustarção
Ilustração da National Geographic, de RAY TROLL 2013.

Segundo o site especializado dinotoyblog.comÉ importante lembrar que o Helicoprion é conhecido apenas por elementos da mandíbula, portanto, grande parte da forma como é representado aqui foi inferida de parentes mais bem preservados, separados por dezenas de milhões de anos de evolução’.

Isso significa que qualquer avaliação de forma com precisão pressupõe muito, portanto, tenha isso em mente à medida que avançarmos. A barbatana dorsal é triangular, as barbatanas peitorais são largas e moderadamente grandes e a cauda tem forma de meia-lua, todas apropriadas para um grande predador pelágico e todas consistentes com espécimes excepcionais dos parentes distantes do Helicoprion Caseodus e Fadenia’.

PUBLICIDADE

Comparado a um tubarão, você pode notar que este modelo não tem as nadadeiras anal e pélvica. Alguns tubarões modernos também perderam a nadadeira anal, e os fósseis do Caseodus mencionados anteriormente não possuem nadadeira anal, então isso é bastante razoável’.

A boca do animal

A descrição é do dinotoyblog.com: ‘Agora vamos à parte do animal que realmente é conhecida: as mandíbulas. Os espécimes articulados mostram que o bizarro verticilo dentário na verdade ficava dentro da boca e, como alguns desses verticilos tinham até 50 cm de diâmetro, seus donos deviam ser animais enormes’.

imagem da cabeça do
O pessoal do site dinotoyblog.com criou o ‘peixe’ em massa. Esta seria a forma de sua cabeça.

‘A mandíbula inferior, ou cartilagem de Meckel, formava uma dobradiça com a mandíbula superior, ou palatoquadrato, enquanto o próprio palatoquadrado se fundia à caixa craniana, imóvel’.

desenho de
Ilustração usada pela scientificamerican.com e creditada a Matt Collins.

Isso difere da maioria dos tubarões, cujas mandíbulas superiores são penduradas por ligamentos do crânio, e é por isso que parecem estar jogando a boca inteira para a frente ao atacar. Em vez disso, o Helicoprion estava perseguindo a presa, talvez cefalópodes, e forçando-a para trás usando o verticilo de dente como uma espécie de triturador de catraca’.

Podia crescer até 10 m

Outras fontes consultadas informam que ‘a espiral dentária continha todos os dentes produzidos pelo indivíduo na mandíbula, de modo que, à medida que o indivíduo crescesse, os dentes menores e mais antigos eram empurrados para o centro da espiral pelo surgimento de novos dentes maiores. Comparações com outros eugeneodontídeos sugerem que Helicoprion poderia crescer até 10 m’.

Assista à animação e saiba mais

Imagem de abertura: Wikimedia

Fontes: https://www.nationalgeographic.com/science/article/buzzsaw-jaw-helicoprion-was-a-freaky-ratfish; https://www.facebook.com/UniversoRacionalista/posts/400570786726484/; https://www.scientificamerican.com/article/sharklike-helicoprion-ruled-its-environs-with-a-row-of-vertical-teeth/; http://dinotoyblog.com/2021/08/28/helicoprion-prehistoric-animal-models-by-pnso/.

Embarcações típicas e o turismo, algumas boas ideias

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here