Corrida de barcos a remo, do Senegal à Guiana Francesa

0
1649
views

Conheça a Rames Guyane, tradicional corrida de barcos a remo do Senegal até a Guiana Francesa

“Porque ele está lá”. A frase imortalizou o alpinista inglês pioneiro no Everest, George Mallory, ao responder uma pergunta durante uma entrevista sobre seu feito. Porque ele esta lá, o Atlântico Norte, poderiam responder os participantes da Rames Guyane. Uma corrida de barcos a remo transatlântica, unindo nas pontas o Senegal  à Guiana Francesa; cerca de 5000 km em pleno Atlântico Norte. Prova solo, sem escalas ou assistência, ela conta em sua quinta edição com até trinta remadores. Todos em embarcações de design igual, com  8 metros de comprimento.

imagem de atleta em Corrida de barcos a remo
Participante da edição 2014. (Foto:

A inspiração para a corrida de barcos a remo, Rames Guyane

No final do século XIX, Howard Blackburn, pescador de bacalhau perdeu-se ao largo da Terra Nova. Ele pescava num dóri, pequeno barco a remos. Tornou-se famoso ao escapar da morte depois de ter tido os dedos deliberadamente congelados nos remos todas as manhãs, a fim de colocá-lo na rota para chegar ao continente. Sessenta anos depois os ingleses Ridgway e Blyth, pela única beleza do esporte, fizeram a rota entre os Estados Unidos e a Irlanda, abrindo  o caminho das viagens oceânicas para o remo da era moderna. Logo foram seguidos pelos franceses Gérard. d’Aboville, Joseph Le Guen, Maud Fontenoy. Desta inspiração, nasceu a Rames Guyane.

imagem de corrida de barcos a remo

A rota

Não é possível remar contra os ventos predominantes, razão pela qual a rota escolhida para essa competição é a dos ventos alísios que sopram de leste a oeste. É à luz deste desafio que a empresa 54 ° WEST criou a  RAMES GUYANE em 2006. Uma corrida diferente  com base na dimensão histórica da rota dos escravos, que começou da África às Índias Ocidentais e Guiana. É um elo poderoso e concreto entre as cidades gêmeas de Saint Louis do Senegal, e Saint Laurent du Maroni.

Largada, e novidades da edição 2018

Nesta edição a largada será dia 8 de dezembro de 2018, e houve novidades. A organização abriu as categorias duplas, trios, e até barcos com quatro tripulantes, além da tradicional categoria solo.

mapa com a rota da corrida de barcos a remo
Quem se habilita?

A última edição da prova, 2014, foi vencida por Antonio de La Rosa Suarez, com o tempo de 64 dias, 4 horas, 30 minutos, e 38 segundos.

Fonte: https://www.ramesguyane.org/.

Baleias e funções no ecossistema marinho, você conhece?

COMPARTILHAR

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here