Resex Mãe Grande de Curuçá e Caeté-Taperaçu

0
1156
views

Resex Mãe Grande de Curuçá e Caeté-Taperaçu

As Resex Mãe Grande de Curuçá e Caeté-Taperaçu têm os mesmos problemas de outras Unidades de Conservação já visitadas: equipe mínima, sem ao menos um barco para a fiscalização, ou reconhecimento da área e a falta de investimentos. Mas além destes a Reserva Extrativista Mãe Grande de Curuçá tem seu futuro ameaçado pela construção de um super porto, o quarto maior porto Off-Shore do mundo.

O novo porto Espadarte, da Vale do Rio Doce, exportaria grãos, minério de ferro, minério de manganês, ferro gusa e cobre

Bioma: Marinho Costeiro

Área: 36.678,24 hectares

PUBLICIDADE

Criação: 13 de dezembro de 2002

Localização: Curuçá, Pará

Tipo: uso sustentável

pescador com pescada amarela na Resex Mãe Grande de Curuçá

Bragança, porta de entrada para a Resex Caeté-Taperaçu

A Resex Caeté-Taperaçu, com 40 mil hectares, ocupa 20% do território de Bragança.

Ela foi fundada pelos franceses do lado direto do rio Caeté, em 1613. Mais tarde, já na mão de portugueses, foi transferida (1753) para o lado esquerdo, local onde está até hoje.

Sua economia é movida pela pesca, pecuária, agricultura e extração de caranguejos. E a vegetação, composta por manguezais, campos aluviais e Amazônica.

Os problemas da Resex Caeté-Taperaçu

Seus maiores problemas são  a falta de pessoal e barcos; a inexistência de verbas para pôr em prática o plano de manejo e, ainda, a questão da Associação dos Usuários da Resex que “está com dois presidentes desde 2013″, conforme informou  Sheyla Leão, chefe da UC. Ela disse que ”Isso é proibido. Houve um racha na época e elegeram dois presidentes, a questão hoje está na Justiça, com isso as coisas ficam meio paradas”.

Bioma: Marinho Costeiro

Área: 42.489,17 hectares

PUBLICIDADE

Diploma Legal de Criação: Dec s/nº de 20 de maio de 2005

Localização: município de Bragança, Pará

Tipo: uso sustentável

Leia nosso relato sobre a visita à Reserva Extrativista Mãe Grande de Curuçá

Leia nosso relato sobre a visita à Reserva Extrativista de Caeté-Taperaçu

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here