Onça morta a remadas: exceção neste site

4
662
views

Onça morta a remadas: exceção neste site

Onça morta a remadas: a estupidez humana não tem limites. Quando pensamos que atingimos o ápice, surge um bugre para provar que a cretinice extrapola qualquer paradigma.

Onça morta a remadas, imagem de onça-preta
Onça- preta (foto:mantenaonline.com.br)

Onça morta a remadas: animal em risco de extinção

Pra que isso? E justamente com um animal em risco de extinção: a onça- preta?

O vídeo é estarrecedor. Quem não tem estômago não deve assistir. Fiquei tão chocado que decidi colocar neste site com o objetivo de dar visibilidade. E torço para que chegue ao alcance da Polícia Florestal/Ambiental, e autoridades do meio ambiente de Mato Grosso do Sul. Se chegar eles poderão ser identificados. Este é um crime inafiançável. Para que os criminosos sejam presos, é preciso apenas pressão da opinião pública.

Ao assistir um par de vezes, identifiquei três vozes diferentes. Mais a do matador. Portanto, eram quatro pessoas a bordo. Um deles é casado. Veja a aliança.

Onça morta a remadas, imagem de mão de uma pessoa
Veja a aliança.

O motor de popa é um Mercury…

Onça morta a remadas, imagem de barco e onça na água
Motor Mercury…

A estampa da camisa do matador também pode ser uma pista…

Onça morta a remadas, imagem de pescador em barco
A estampa da camiseta….

Com este dados talvez sejam reconhecidos por outras pessoas. É um pena que  não caíram nágua sendo devorados pelo animal.

Se você concorda, a primeira coisa a fazer é exigir que as autoridades locais façam sua parte. Aqui vai o nome e e mail do secretário de meio ambiente do Mato Grosso do Sul.

Onça morta a remadas: proteste com as autoridades

 Jaime Elias Verruck – [email protected]

Comandante da Polícia Militar Ambiental de Corumbá – Capitão Cleiton Douglas da Silva – [email protected]

Comandante da Polícia Militar Ambiental de Aquidauana – 2º Ten. Vitor Mendes Duarte – e-mail da corporação: [email protected]

Comandante da Polícia Militar Ambiental de Dourados – Ten. Valdir Roloff Júnior – e-mail da corporação:  [email protected]

São estas as autoridades que têm jurisprudência sobre a região. O resto é conosco.

Entupindo computadores

Vamos entupir os computadores deles. Você pode mandar seu próprio protesto, ou encaminhar o link dessa matéria. Caso as autoridades não saibam do ocorrido, já que o vídeo foi postado há poucos dias, ficarão sabendo. Como se trata de um crime inafiançável, as autoridades podem questionar o you tube pedindo os dados da pessoa que fez a postagem. A partir daí, é só seguir as pistas e prender os criminosos.

Repique, compartilhe! Quanto mais gente agir assim, mais chances teremos para prender estes talebans de berrante. Que morram de hemorróidas!

“Meio ambiente ameaça desenvolvimento sustentável”, pérola presidencial.

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

4 COMENTÁRIOS

  1. nada justifica essa ação, vai contra tudo que o homem deve ser “esses não são homens” o animal estava indefesso já sem forças … cruel meu chapa você que se prepare !

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here