Documentários Mar Sem Fim estão de volta à TV

0
1018
views

Documentários Mar Sem Fim estão de volta à TV

Este site nasceu para ser uma espécie de ‘muleta’ dos documentários Mar Sem Fim. A primeira série, entre 2005 e 2007, percorreu a costa de Norte até o Sul, saindo do rio Oiapoque e descendo até o Chuí. A viagem rendeu 90 episódios de 30 minutos, o que equivale a 45 horas de documentários mostrando minúcias do litoral. Todo este material hoje está neste site mas, infelizmente, em sistema analógico, o que deixa a desejar para os padrões de altíssima tecnologia de hoje. Contudo, a segunda série, feita entre 2014 e 2016, somou 52 episódios de 30′, ou 26 horas, para mostrar todas as unidades de conservação federais do bioma marinho, muitas delas fechadas ao público. Esta, e a série da Viagem à Antártica (10 episódios), gravadas em Full HD, estão no ar outra vez no canal TBC – Trip Brasil Channel.

Conheça o novo canal, TBC – Trip Brasil Channel

O Trip Brasil Channel é um novo canal que acaba de entrar no ar. Ele se apresenta como ‘um conceito totalmente inovador e único, a TBC Trip Brasil Channel é o primeiro Canal de Televisão a apresentar conteúdo 100% voltado ao turismo. Com uma grade de programas completa e desenhada para atender o público brasileiro, a TBC Trip Brasil Channel desponta no mercado como uma opção àqueles que adoram o tema, curtem viajar e querem interagir com o canal’.

Cobertura da TBC TV
Algumas formas de acompanhar a TBC.

Anote onde assistir ao TBC: canal 564 da Claro, 483 da Sky, 79 da Vivo, 604 da Vivo Fibra, e outros.

Série Mar Sem Fim – Revisitando a Costa Brasileira

O primeiro capítulo desta série, mostrando a ESEC do Taim, já foi ao ar. Nesta semana o segundo programa focaliza o extraordinariamente belo, e um local especial para a observação de aves, Parque Nacional da Lagoa do Peixe, no litoral médio do Rio Grande do Sul.

Mico leão da cara preta.
Encontro com o mais que ameaçado mico-leão- da-cara-preta, no Parque Nacional do Superagui, SC.

Esta série pode ser vista sempre às segundas, 21h30, com reprise nas terças-feiras, às 19hs. A ordem de apresentação será de sul para o norte. Saindo do Chuí, onde fica o Taim, para se chegar, dentro de um ano, no Parque Nacional do Cabo Orange, no Amapá.

O que a série das Unidades de Conservação tem de especial?

Em geral, as áreas onde estabelecem as unidades de conservação no litoral são hotspots da biodiversidade ou áreas de extrema beleza. Em termos desses dois atrativos, são os locais mais ricos e preservados que os 17 Estados costeiros têm, muitos dos quais são tão restritivos que estão fechados ao público em geral.

PUBLICIDADE

praia do UNA
A belíssima, e desocupada, praia do UNA no Mosaico Juréia- Itatins.

Entretanto, visitamos e gravamos em todas elas. Não conheço outra pessoa que tenha visitado todas as unidades de conservação federais do bioma marinho. Esta é mais uma chance para conhecê-las.

Apresentação: “Mar Sem Fim – Revisitando a Costa Brasileira”, Segunda-feira, 21h30.

Reprise: Terça-feira, 19h00.

Anote onde assistir ao TBC: canal 564 da Claro, 483 da Sky, 79 da Vivo, 604 da Vivo Fibra, e outros.

Série Mar Sem Fim – Viagem à Antártica

O Mar Sem Fim emoldurado por um iceberg.
O Mar Sem Fim emoldurado por um iceberg.

Originalmente, produzimos os documentários sobre a costa brasileira para a TV Cultura, enquanto o da Antártica foi para a BAND. Este trabalho representa a primeira série sobre a Antártica sob a perspectiva de um brasileiro. Encontrar bons documentários sobre a Antártica feitos por ingleses, franceses ou norte-americanos é muito fácil, mas, até onde sei, não há outro que explore o ‘Continente Gelado’ com o olhar de um brasileiro.

Isso significa que o espectador vai conhecer os mais importantes cientistas que se dedicam à Antártica. Entrevistamos mais de dez especialistas em diversas disciplinas, da USP e da FURG.

Amyr Klink e João Mesquita na Antártica
No encontro que tivemos na Antártica ainda dei um exemplar de meu livro de presente ao grande capitão: Embarcações Típicas da Costa Brasileira.

Houve um grande destaque para a base brasileira, Comandante Ferraz, destruída por um incêndio em 2012. Você vai saber porque os cientistas disputam lugar para pesquisar na Antártica; vai conhecer o trabalho da Marinha do Brasil que, com dois navios polares, apoia estes pesquisadores e, por fim, vai ficar sabendo por que o trabalho dos brasileiros é considerado o mais eficaz da América Latina.

De lambuja, tem até um encontro com Amyr Klink em seu veleiro Paraty.

Apresentação: quinta-feira, 22h30.

Reprise: sábado, 21h30.

O TBC pode ser visto no canal 564 da Claro, 483 da Sky, 79 da Vivo, 604 da Vivo Fibra, e outros.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here