Antártica, maior concentração de vulcões da Terra

1
4856
views

Antártica, maior concentração de vulcões da Terra: uma realidade preocupante

Tudo na Antártica é superlativo. É o continente mais frio, mais alto, mais ventoso, e o mais seco. A lista cresceu. Cientistas descobriram que a Antártica tem a maior concentração de vulcões do planeta. O recorde, que era do Leste da África, mudou de mãos. Pesquisadores da Universidade de Edimburgo encontraram 91 novos vulcões. Somados aos 47 conhecidos, a lista subiu para 138. E todos estão na mesma área: o sistema de fendas do Oeste da Antártica.

mapa da Antártica com o local onde sestão a maioria dos vulcões do planeta
Antártica, maior concentração de vulcões da Terra.(Ilustração: The New Daily)

Antártica, maior concentração de vulcões: saiba como foram achados

Sinais de radar, imagens aeromagnéticas e aerográficas de satélite, e um banco de dados batizado Bedmap 2, apoiam a interpretação. Os cientistas procuravam saliências cônicas escondidas sob camadas de gelo. Assustados, agora se perguntam: seriam vulcões ativos?

Bill McGuire, autor de Waking the Giant, cujo sugestivo subtítulo é “mudanças climáticas são o gatilho para terremotos, tsunamis, e erupções vulcânicas”, disse em entrevista que o derretimento das calotas polares já mostrou esta capacidade em eras remotas.

O derretimento já começou

Mês passado um enorme iceberg, 60 vezes o tamanho de Paris,  mudou a geografia da ponta noroeste da plataforma de gelo Larsen C, ao se soltar. Agora ele começa lentamente a derreter. Mas há outras consequências. Com a ruptura, as geleiras que a formação (do iceberg) segurava, poderiam aumentar a perda de gelo.

imagem de geleira na antártica
Geleiras da Antártica.
Se a teoria de McGuire é correta, e o derretimento pode levar ao aumento da atividade vulcânica, não é nada bom saber que  existem 138 vulcões escondidos sob a camada de gelo da Antártida. A descoberta foi publicada na coleção Lyell, da Geological Society of London, em 29 de Maio. E passa agora a ser mais uma preocupação da comunidade científica.
Mas não é tudo. O ano de 2020 começou enviando sinais do quanto a crise climática avança a passos largos. Janeiro foi o mês mais quente já registrado na história. A Antártica bateu recorde de temperatura. E a temperatura dos oceanos é a maior da história. Não deu outra, o maior iceberg do mundo acelerou seu movimento. Agora, o iceberg está cada vez mais próximo de chegar a mar aberto.

Quantidade de gelo da Antártica

São 27 milhões de Km3, com uma potencial contribuição para o aumento do nível do mar de nada menos que 58 metros! Informação do SCAR, Scietific Commitee on Antartic Research.

Nasa confirma o derretimento das geleiras da Antártica Ocidental

Cientistas da Nasa confirmam que ultrapassamos o ponto de retorno. O derretimento, nesta parte da Antártica, veio para ficar.

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

1 COMENTÁRIO

  1. OLÁ,
    A REPORTÁGEM FOI EDITADA?
    PQ MOSTRA DADOS DE 2020.
    NÃO SERIA MELHOR COLOCAR NO TÓPICO QUE PARTE DAS INFORMAÇÕES É DE 2017 MAS ATUALIZOU-AS COM AS INFORMAÇÕES DE 2020?
    Fica difícil confiar nas datas informadas assim.
    Obrigada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here