Tasso Azevedo, do Mapbiomas, fala sobre a Amazônia

0
840
views

Tasso Azevedo, do Mapbiomas, fala sobre a Amazônia

Ele é um especialista em Amazônia, e o Mapbiomas, uma das ONGs mais respeitadas que trabalham na região. Tasso ajudou a viabilizar o Fundo Amazônia em 2008. O projeto MapBiomas é uma iniciativa do Observatório do Clima co-criada e desenvolvida por uma rede que envolve universidades, ONGs e empresas de tecnologia com o propósito de mapear anualmente a cobertura e uso do solo do Brasil e monitorar as mudanças do território. Tasso Azevedo, do Mapbiomas, fala sobre a Amazônia (entrevista gravada antes do discurso de Bolsonaro na ONU).

Tasso Azevedo, do Mapbiomas, fala sobre a Amazônia

Em nossa entrevista Tasso conta como organizou o Mapbiomas, e quais eram as expectativas no início, em 2015. E avança em suas explicações até demonstrar a falta de água que já ocorre em algumas regiões do bioma, notadamente, no ‘arco do desmatamento’.

E ele rejeita a possível omissão de ambientalistas quando um candidato eleitoral prometia ‘tirar o Brasil do Acordo de Paris’, e ‘acabar com as multas do Ibama’.

Tasso contou sobre um dos trabalhos do Mapbiomas para verificar a superfície de água (naturais) na Amazônia. Perceberam que ela está diminuindo e os corpos de água artificiais, aumentando. Como assim, na Amazônia? Os corpos artificiais são os reservatórios de hidrelétricas, os usados na mineração, e açudes e lagos nas propriedades rurais do ‘arco do desmatamento’, o que não deixa de ser uma prova das consequências do desmatamento.

Sobre a regularização de terras, Tasso diz que o que falta é vontade política. “Em 2019 o Programa Terra Legal, que vinha titularizando de 3 a 4 mil propriedades por ano, conseguiu emitir apenas seis títulos de propriedades rurais.”

(Pudera, com Nabhan Garcia, ex-presidente da UDR na Secretaria de Assuntos Fundiários não poderia ser diferente.)

Quem se beneficia com o desmatamento na Amazônia?

Esta é a pergunta de um milhão de dólares, como se diz. E voltamos à ela com Tasso Azevedo. As ‘narrativas’  confundem o público. Para ele é impossível dizer exatamente quem são os desmatadores. “Mas a atividade que está empurrando o desmatamento na Amazônia é a pecuária, em primeiro lugar, e a agricultura, em seguida.”

“Não se consegue parar o desmatamento sem que o agronegócio deixe de demandar novas áreas na região.”

Podcast, conheça

Eles são o mesmo que um bom e velho programa de rádio. Só que agora, com a tecnologia disponível,  são encontrados na internet através de variados aplicativos. Assim você ouve quando quiser.

Conheça Tasso Azevedo

imagem de Tasso Azevedo
Imagem, Gabriel de Paiva / Agência O Globo.

Engenheiro florestal, consultor e empreendedor social em sustentabilidade, floresta e clima. Coordenador do Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Observatório do Clima (SEEG) e do Projeto de Mapeamento Anual da Cobertura e Uso do Solo no Brasil (MapBiomas), colunista de O Globo e da Revista Época Negócios. Acadêmico visitante do Brasil Lab da Universidade de Princeton. Foi Diretor Geral do Serviço Florestal Brasileiro, Diretor Executivo do Imaflora e curador do Blog do Clima.

Imagem de abertura: Carta Capital

Ouça o podcast, Tráfico de animais silvestres com Dener Giovanini, da RENCTAS

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here