Tartaruga gigante acabou com extinção de tanto acasalar

0
2653
views

Esse é macho! Diego, uma tartaruga gigante, acabou com extinção de tanto acasalar

O macho dos machos! Com mais de 100 anos de idade, uma tartaruga gigante do arquipélago de Galápagos  conseguiu livrar a população de sua espécie da extinção de tanto que acasalou.

Tartaruga gigante Diego
Imagem, news.com.au.

Tartaruga gigante, conheça Diego

A tartaruga macho, batizada Diego. Sua espécie é a Chelonoidis hoodensis, somente encontrada na ilha Española, ao sul do arquipélago de Galápagos.

Quando Diego tinha 50 anos havia apenas dois machos e 12 fêmeas de sua espécie espalhados pela ilha. Entretanto, o  apetite sexual do animal reverteu a situação. Atualmente, Diego vive em um centro de reprodução. Depois de tanto acasalar tornou-se pai de 800 filhotes.

“Ele é um macho reprodutor muito ativo sexualmente. Contribuiu enormemente para população da ilha”, disse Washignton Tapia, especialista em preservação de tartarugas do Parque Nacional de Galápagos.

Atualmente, é considerado o macho dos machos. Pesa 80 kg, tem 90 cm de comprimento e 1,5 m de altura. Além disso, convive diariamente com seis fêmeas.

Diego, encontrada em um zoológico de San Diego

A tartaruga estava em um zoológico de San Diego, Califórnia. A espécie  foi identificada depois da divulgação de uma campanha contra sua extinção. Posteriormente, em 1976 levaram o animal de volta a Galápagos. Em seguida,  incluíram  a tartaruga no programa de reprodução da espécie.

PUBLICIDADE

“Não sabemos exatamente como ou quando ele chegou aos Estados Unidos. De algum modo, saiu de Española entre 1900 e 1959, provavelmente, por uma expedição científica”, afirmou Tapia.

Logo depois, os cientistas descobriram que Diego era pai de cerca de 800 filhotes. Como?  Depois de fazer uma análise genética nos filhotes liberados na natureza pelo projeto.

Agora, a espécie não está mais ameaçada de extinção.

No Brasil…

Filhotes de tartarugas marinhas soltos na natureza chegaram a 2 milhões em 2015, mil vezes mais que em 1981. Desde já, por obra do projeto Tamar.

Se você tem mais interesse sobre a preservação das tartarugas marinhas, leia: Tamar salva vidas mil vezes mais em 35 anos!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here