Reservas marinhas X dívida pública

0
432
views

Seychelles troca dívida pública por proteção de áreas marinhas

Reservas marinhas X dívida pública: notícias de Seychelles quase sempre associam o lugar  ao  destino turístico de milionários mundo afora. Mas Seychelles é mais que apenas um destino turístico. Suas 115 ilhas formam um um pequeno país insular, localizado no oceano Índico, próximo a costa africana.

Reservas marinhas X dívida pública, mapa mostrando seychelles
Reservas marinhas X dívida pública. O ponto vermelho assinala a posição de Seychelles

Neste começo de ano o país surpreendeu pela ousadia: trocou a proteção de 30% de seu mar territorial, transformado em reservas marinhas, pelo abatimento de sua dívida pública. O Clube de Paris aceitou abater US 30 milhões de dólares em troca da criação da reserva marinha. A notícia foi publicada ontem, pelo site grist.org

Segunda maior reserva marinha do Índico

A nova área protegida tem 154.ooo milhas quadradas, cerca de 250 mil quilômetros quadrados, sendo a segunda maior reserva marinha do oceano Índico. A reserva proíbe qualquer tipo de pesca, enquanto habitats sensíveis, como os corais, serão protegidos dos danos normalmente causados pela atividade pesqueira.

Reservas marinhas X dívida pública, imagem de Paisagens de Seychelles
Reservas marinhas X dívida pública. Paisagens de Seychelles (foto: qualquerviagem.com)

Fundos de investimento e aquecimento global

Não é a primeira vez que fundos internacionais investem em áreas protegidas,  diminuem, ou mesmo deixam de investir em qualquer tipo de projeto que envolva combustíveis fósseis, o grande vilão do aquecimento global. O tema é sensível, e muito visado nestes primeiros momentos pós COP 21.

 A conferência internacional do clima, realizada em dezembro, em Paris,  condenou definitivamente o uso de combustíveis fósseis de modo a assegurar que a temperatura do planeta não suba mais que 1,5º graus Celsus. O resultado da conferência foi considerado “histórico” por diversos especialistas.

Em recente matéria sobre a COP 21, publicado por este site, havia a informação que

mais de 500 investidores institucionais, que representam cerca de USS 3,4 trilhões em ativos, retiraram suas aplicações em projetos de combustíveis fósseis

Investidores x energia limpa, aquecimento global, e áreas protegidas

Reservas marinhas X dívida pública, imagem de mapa da reserva marinha de seychelles
Mapa ( african.pride.com.uk)

Portanto, daqui para a frente vamos encontrar muitos outros exemplos de investidores favorecendo a criação de reservas, marinhas ou terrestres, pesquisa em energia limpa, e outros temas ligados ao acordo do clima de Paris, ao mesmo tempo em que abandonam, ou punem, projetos que apesar de tudo  continuam a explorar os combustíveis fósseis.

Os benefícios da reestruturação da dívida serão aplicados não só na criação da reserva, mas num plano de ordenamento marinho para toda a zona exclusiva econômica do país, cujo tamanho é 3.000 vezes o tamanho da massa de terra.

Seychelles tem 80 mil habitantes e sua maior fronte de renda é o turismo.

Pau Brasil: a triste música da árvore em extinção

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here