Porta-contêiner cruza o Ártico pela primeira vez na história

5
1459
views

Porta-contêiner cruza a rota do Ártico pela primeira vez na história devido ao derretimento do gelo

Um navio comercial de contêineres navegou pela primeira vez com sucesso pela Rota do Mar do Norte,  Oceano Ártico.  Esta é uma rota possível devido ao derretimento do gelo causado pelo aquecimento global. A Maersk Line, maior empresa de transporte de contêineres do mundo, disse que seu navio, Venta Maersk, deve chegar ao destino final de São Petersburgo na próxima semana (Setembro, 2018).  O navio, de 42 mil toneladas, é da classe “Classe 1A” (finlandesa-sueca). Isso significa que a embarcação tem certas fortificações estruturais e um casco que pode arar através de gelo marinho não consolidado de 1 m espessura. O navio, transportando peixes russos e eletrônicos da Coreia do Sul, partiu de Vladivostok, no extremo leste da Rússia, no dia 23 de agosto. O porta-contêiner cruza o Ártico pela primeira vez na história. A matéria é do www.independent.co.uk.

imagem do navio Venta Maersk Porta-contêiner cruza o Ártico
Porta-contêiner cruza o Ártico. O Venta Maersk, foto: www.independent.co.uk

Porta-contêiner cruza o Ártico, veja aqui a rota

Com a ajuda do quebra-gelo nuclear mais poderoso da Rússia, o Venta Maersk seguiu a rota do Mar do Norte através do Estreito de Bering, entre a Rússia e o Alasca, antes de viajar ao longo da costa norte da Rússia e entrar no Mar da Noruega.  A rota tem visto o tráfego crescente durante os meses de verão. Cargas de petróleo e gás regularmente fazem a viagem. O gelo do Ártico atingiu uma baixa recorde para janeiro deste ano. Um “evento extremo” foi declarado em março, para destacar os níveis de gelo do mar de Bering atingindo o patamar mais baixo na história. Ao mesmo tempo, as temperaturas subiram para 30°C acima da média.

Imagem de mapa mundi com a rota da passagem noroeste, no ártico
Porta-contêiner cruza o Ártico. Os possíveis mapas e suas vantagens. Ilustração:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A economia de tempo da Rota do Mar do Norte, e o custo, mais caro

A Rota do Mar do Norte pode reduzir o tempo de viagem entre a Ásia e a Europa em até duas semanas. Isso permitirá que os navios evitem o Canal de Suez ou passar pelo Cabo da Boa Esperança, África do Sul. A rota do Oceano Ártico, no entanto, continua a ser mais cara, uma vez que quebra-gelos ainda são necessários para acompanhar os navios.

Maersk confirma sucesso e diz que  ‘não vemos a Rota do Mar do Norte como uma alternativa comercial à nossa rede’

Em um e-mail para o The Independent , a Maersk confirmou o sucesso da passagem. “O julgamento nos permitirá explorar a viabilidade operacional do transporte através da Rota do Mar do Norte”, disse um porta-voz. “Atualmente, não vemos a Rota do Mar do Norte como uma alternativa comercial à nossa rede”. 

imagem de Ilustração do navio no gelo.
Ilustração do navio no gelo.

O interesse de cada um nesta rota

Para os armadores, ou empresas de navegação, interessa tempo mais curto, e custo mais baixo. Mas há o interesse do anfitrião, a Rússia que detém o controle jurisdicional de grande parte das águas offshore da Eurásia até o Pólo Norte. Como tal, a Rússia tem interesse vital em usar sua rota. E controlar qualquer atividade que se faça necessária. Para esse fim, diz o Dr. Klaus L.E. Kaiser, cientista com Ph.D. em química pela Universidade Técnica de Munique, Alemanha, a Rússia transferiu a supervisão de viagem do Ártico para a ROSATOM, uma empresa estatal. Faz sentido. Rosatom é responsável por todas as coisas nucleares na Rússia. E os atuais cinco grandes quebra-gelos russos em operação são nucleares.

Canal de Suez cobra meio milhão de dólares por navio

A Rússia está interessada em desenvolver a navegação pelo Ártico em competição direta com o Canal de Suez. Os custos médios para a passagem pelo canal de Suez (saiba como foi sua construção) são de cerca de US $ 465.000 para um navio do tamanho da Venta Maersk de 42.000 toneladas.

Fonte: https://www.independent.co.uk/news/world/europe/maersk-container-ship-arctic-ocean-northern-sea-route-venta-global-warming-a8543431.html; https://www.iceagenow.info/venta-maersks-arctic-venture/; http://www.highnorthnews.com/maersk-container-ship-embarks-on-historic-arctic-transit/.

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

5 COMENTÁRIOS

  1. Existe um equivoco na materia. O primeiro navio a fazer essa rota foi o KOMET, navio corsário alemão, durante a segunda guerra, apoiado pelos quebras-gelo sovieticos Lenin e Stalin.

  2. Ki bom tá cabandu gelo du Polu Norti! Água doce prus peixis, prus cara ki busca ondas di 50 metrus pra surfá. Eita mundão bom dimais da conta pruque u níver du mar cresce i a seca tamém.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here