Naufrágio de 400 anos na costa de Portugal, ‘a’ descoberta

5
746
views

Naufrágio de 400 anos na costa de Portugal, a descoberta da década!

As redes sociais, e jornais internacionais, estamparam em manchetes a descoberta de um naufrágio de 400 anos na costa de Portugal. Especialistas dizem que é a “descoberta da década”. A BBC.com informa que “especiarias, cerâmicas e canhões encontram-se perto dos destroços, em Cascais. A equipe acredita que o navio voltava da Índia, no auge do comércio de Portugal com a Ásia, quando afundou. Época prevista: entre 1575 e 1625.” O melhor: “o navio está numa profundidade de 12 metros, e bem preservado.”

image de Naufrágio de 400 anos na costa de Portugal
Naufrágio de 400 anos em surpreendente bom estado.

A carga até agora descoberta

Ainda é cedo pra dizer,  mas até o momento “especiarias (grãos de pimenta), cerâmicas e canhões gravados com o brasão de armas de Portugal foram encontrados. Porcelana chinesa do final do século 16 e início do 17 também estava entre os destroços, assim como pedaços de artilharia de bronze e conchas de cowry – moeda usada no tráfico de escravos.” Jorge Freire, diretor do projeto, disse à Reuters

Do ponto de vista do patrimônio, é a descoberta da década, a descoberta mais importante de todos os tempos

imagem de naufrágio de 400 anos
Fragmentos de cerâmica do naufrágio de 400 anos

Rio Tejo, a adjacências, grande concentração de naufrágios da Europa

Foi drenando o Tejo que a prefeitura o descobriu. “A Câmara Municipal de Cascais disse que o navio foi encontrado no início de setembro, enquanto drenava a foz do rio.” Quantos ainda serão achados? Muito da história de Portugal, e da nossa história, ainda será descoberta em navios que hoje repousam na calha, e boca do rio, afinal, foi de lá que partiram, e para onde voltavam, os nautas lusos em seu fantástico périplo marítimo.

Para The Guardian “a descoberta vai lançar luz sobre o comércio de Portugal e o lugar de Cascais dentro dele. Jorge Freire, arqueólogo marítimo declarou:

Encontramos o navio no dia 4 de setembro, usando uma pesquisa geofísica e mergulhadores, e passamos quatro dias trabalhando no local

O tipo de navio encontrado

Jorge Freire diz ao Guardian que “não sabemos o nome do navio. Mas é um navio português do final do século 16 ou início do século 17 . A equipe foi capaz de colocar uma data porque o canhão tinha o brasão português. E a porcelana pertencia ao período Wanli (1573-1619).” O jornal providenciou uma gravura dos navios da época.

desenho de navio naufragado de 400 anos
Navio português ou espanhol do século XVI por Pieter Bruegel. Foto: Alamy

Assista ao único vídeo até agora divulgado:

Fontes: https://www.theguardian.com/world/2018/sep/24/400-year-old-ship-found-off-portuguese-coast-cascais; https://www.theguardian.com/world/2018/sep/24/400-year-old-ship-found-off-portuguese-coast-cascais.

Maré vermelha, saúde dos oceanos e nossa saúde

COMPARTILHAR

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

5 COMENTÁRIOS

  1. Interessante. Mais relíquias históricas existem nos oceanos. Espoliações (leiam ‘A Artde de furtar’), intempéries, ataques de piratas… Muito da história do mundo está lá. 12 metros onde qualquer mergulhador
    Com máscara e cilindro de ar comprimido chega. Mantenham em segredo o local. Um feliz achado.

  2. O Estado de Portugal deveria indenizar os descendentes de escravos que assim como os europeus, japoneses, etc.. (não com a mesma violência) foram usados e enganados para ajudar a fundar o Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here