Mineração marinha em Parque australiano

0
561
views

Mineração marinha: Austrália abre investigação sobre organismo encarregado de proteger a Grande Barreira de Corais

Mineração marinha, atualizado, Agosto, 12017

Sidney – A Austrália abriu nesta quarta-feira investigação sobre o organismo encarregado de proteger a Grande Barreira de Corais. Aconteceu depois que a imprensa informou que dois de seus membros teriam interesse direto na mineração marinha.

mineração marinha, imagem da grande barreie de corais da austrália
Coral: Austrália reconheceu oficialmente em julho a degradação da Grande Barreira de Corais

Mineração marinha: ministro de Meio Ambiente pede investigação

O ministro de Meio Ambiente Greg Hunt solicitou investigação depois que o canal ABC revelou possível conflito de interesse.

Companhias de extração de carvão australianas

Tony Mooney é executivo da companhia de extração de carvão Guildford Coal. E Jon Grayson é acionista da Gasfields Water and Waste Services, uma empresa que presta serviços em jazidas de gás.

Ambos são membros do diretório do Parque Marinho da Grande Barreira. E participaram de importante encontro no ano passado dedicado à possível construção de portos para mineração marinha no litoral do estado de Queensland (nordeste), diante da Barreira de Corais.

Os assessores científicos propuseram proibir a construção de novos portos desse tipo. No entanto, o diretório se limitou a afirmar que o impacto sobre a biodiversidade era um aspecto-chave. E pediu para prosseguir com as consultas com empresas interessadas em mineração marinha.

Austrália reconhece degradação da Grande Barreira de Corais

A Austrália reconheceu oficialmente em julho a degradação da Grande Barreira de Corais, cujo estado é classificado atualmente de medíocre e que a Unesco ameaça colocar na lista de locais em perigo.

A Grande Barreira de Corais, inscrita no patrimônio mundial da Unesco em 1981, perdeu mais da metade de seus corais durante os últimos 27 aos e se estende ao longo de 345.000 km2 do litoral australiano.

Saiba que o Brasil também esta prestes a iniciar a mineração marinha em águas territoriais no alto mar próximo ao Rio Grande do Sul. Este é mais um perigo que sofrem os oceanos hoje. A comunidade científica protesta em vão.

Mineração versus poluição marinha

Oceanos e os rejeitos de minas: a mineração é importante, ninguém duvida. Mas pouca gente sabe que milhares de toneladas de rejeitos de minas são jogados no mar, diariamente, mundo afora. E isso quando a mineração é feita em terra firme. Imagine quando de fato ela começar nos mares profundos. A conequência pode ser desastrosa para a vida marinha.

Atualização

Março, 2107: Cientistas descobriram que seções enormes da Grande Barreira de Corais, na sua parte norte que se estende por milhares de centenas de quilômetros, foram encontradas mortas pela água do mar superaquecido.

AFP.

Brasil e a exploração mineral no Atlântico Sul

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here