Maus tratos ao litoral de Capão da Canoa, RS

0
803
views

Maus tratos ao litoral de Capão da Canoa, RS, dunas estão sendo retiradas para exploração de areia

Neste início de verão o site G1 trouxe uma matéria que mostra mais uma vez os maus tratos infligidos ao litoral. Desta vez foi no Rio Grande do Sul, no Balneário Capão da Canoa, onde dunas estão sendo exploradas indevidamente.

capao-da-canoa, imagem de mapa de capão da canoa

As dunas de Capão da Canoa já sofreram demais

As dunas são ecossistemas, e proteções naturais, extremamente importantes. Elas não estão lá por acaso. São formadas pela interação entre ventos, marés, areia e vegetação. Entre outras funções as dunas repõem a areia da praia constantemente assolada por ondas, ressacas, correntes, etc. Por sua impotência são consideradas APPs, Áreas de Proteção Permanente, e sua ocupação é proibida.

capão-da-canoa-
Dunas em Capão da Canoa. (Foto: praia capao da canoa. com)

Litoral ao deus- dará

Apesar de terem proteção legal, APPs, estamos no Brasil onde leis nem sempre são  cumpridas e onde o litoral está ao deus- dará. Cada um faz o que lhe der na veneta. Quando o estado age, normalmente é tarde demais. Assim aconteceu em Capão da Canoa cuja orla tem 19,1 Km sendo que, em 2,1 Km dela o próprio município deu o mau exemplo e construiu um calçadão. Em cima das dunas. Os problemas começaram imediatamente.

Prefeitura de Capão da Canoa infringiu a lei, depois mudou a própria lei

De acordo com estudo de Patrícia Lima Silva, licenciada em Geografia pela Faculdade Cenecista de Osório, FACOS, a construção do calçadão teve como objetivo

 o embelezamento da área litorânea e ser mais um atrativo turístico, além de oferecer uma área para a prática de esportes e lazer
Segundo a autora
Com a Resolução Nº 303 de 20 de março de 2002 do CONAMA, o município conseguiu “enquadrar” esta área como sendo uma Área Consolidada Urbana, ficando isento das punições legais que estão previstas na lei 9605/98 em seu artigo 50

 As consequências, segundo Patrícia, foram

 graves e em alguns casos irreversíveis, como na primeira etapa da construção.

Capão da Canoa e o eterno crescimento desordenado no litoral

Nove entre dez professores da academia citam o crescimento desordenado do litoral como uma chaga de nossa zona costeira. Nem por isso o poder público muda e passa a agir com mais rigor . Capão da Canoa não fugiu à regra. Em 2008 sua população era estimada em 40 mil pessoas. Nas férias, entretanto, o balneário chega a receber até 100.000 pessoas. Como lidar com esta população flutuante? Os serviços públicos que mal atendem os 40 mil habitantes vão ao colapso nas temporadas: falta coleta de lixo e tratamento de esgotos, entre muitos problemas grandes.

capão da canoa
Os prédios, altos demais, já impedem a insolação adequada ( Foto: Guemail imóveis)

Dunas como ecossistemas

Além de servirem como repositório de areia, dunas são aquíferos naturais já que filtram  a água da chuva que desce para o lençol freático. Além disso são importantes para a

preservação da biodiversidade já que nela encontra-se  uma comunidade vegetal típica e uma fauna rica: sapos, cobras e peixes existentes nestes locais vem sendo extintos desde a construção do calçadão
As dunas ainda são importantes para a alimentação, descanso e reprodução de aves marinhas.

A nova denúncia do G1 e as dunas de Capão da Canoa

Desta vez a Polícia Ambiental foi até o local mas não descobriu quem está explorando a areia das dunas. Seja quem for, está prestando um desservido à biodiversidade, e contribuindo para que a erosão natural fique ainda mais forte e possa vir a ameaçar as casas e edifícios.

 

Capão da canoa, imagem de duna destruída em capão da canoa
Extraída do vídeo do G1

Outra imagem do vídeo do G1

Capão da canoa, imagem de duna destruída em capão da canoa

Para assistir o vídeo clique aqui.

Consequência desastrosa da ocupação de dunas

Em todos lugares onde as dunas foram ocupadas aconteceram sérios problemas de erosão. Como no Balenário do Hermenegildo, RS, que foi destruído por uma ressaca em 2016. Quando vamos aprender?

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here