Espécies invasoras: coral sol em Sta. Catarina

0
570
views

Espécies invasoras: coral-sol, natural do Índico e Pacífico. Primeira aparição no Brasil foi entre as décadas de 1980 e 1990

Um projeto desenvolvido no Litoral de Santa Catarina está estudando o impacto do coral-sol, natural dos Oceanos Índico e Pacífico, que está se alastrando no Litoral de Santa Catarina. São as espécies invasoras: coral sol, desta vez  em Santa Catarina.

Espécies invasoras: coral sol, Espécies invasoras, imagem do coral sol
Espécies invasoras: coral sol
Espécies invasoras: coral sol, imagem submarina do coral sol
Um projeto desenvolvido no Litoral de Santa Catarina estuda o impacto do coral-sol, natural dos Oceanos Índico e Pacífico, que se alastra no Litoral de Santa Catarina.

Encontrado pela primeira vez nas décadas de 1980 e 1990, no Litoral do Rio de Janeiro, a espécie está causando prejuízo ecológico em Santa Catarina, desalojando exemplares nativos. A partir de 2008, vários focos de corais-sol foram descobertos também nos estados da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, indicando uma rápida expansão desta na costa brasileira.

Espécies invasoras: coral sol em Santa Catarina

Em Santa Catarina, o projeto desenvolve atividades de pesquisa, manejo e educação. O objetivo é identificar e monitorar a espécie. Isso é feito por meio de ações como monitoramento de costões rochosos através de mergulho e também das regiões portuárias de Imbituba, Itajaí e São Francisco do Sul. O objetivo é subsidiar análises futuras de impactos potenciais sobre essas populações. As colônias desta espécie de coral, quando encontradas, são removidas.

Descobertas na Ilha do Arvoredo, SC

Em 2012, mais de 300 colônias de coral-sol da espécie Tubastraea coccinea foram descobertas na Ilha do Arvoredo, dentro da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. Algumas foram removidas por uma equipe da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Projeto Coral-Sol, do Rio de Janeiro.

Características do coral sol

O Ecodesenvolvimento.org. diz que “um animal do mesmo grupo das águas-vivas e anêmonas. Ele se reproduz de forma assexuada, provoca a extinção dos corais nativos e pode reduzir a oferta do pescado em longo prazo. Seu nome? Coral-sol (Tubastrea tagusensis e Tubastrea coccinea). Onde a espécie se instala, a vida marinha praticamente desaparece”.

Capacidade de reprodução

O mesmo site informa que ” a capacidade reprodutiva do coral-sol é duas a três vezes maior do que as espécies nativas. E cada colônia pode liberar cerca de 5 mil larvas. A espécie foi encontrada pela primeira vez no naufrágio do navio Cavo Artemidi, em Salvador, na década de 80″.

Monitoramento na Bahia

“A Pró-mar começou a monitorar os recifes de coral da llha de Itaparica (na Baía de Todos-os-Santos) em 2006. Atualmente tem ampliado os estudos para outros locais, além das ilhas de Tinharé e Boipeba, no baixo sul da Bahia”.

Espécies invasoras: coral sol: no Brasil

De acordo com o Instituto de Biodiversidade Marinha, há registros do coral-sol na Ilha do Arvoredo, em Santa Catarina; em Guarapari, no Espírito Santo; em Arraial do Cabo e nas Ilhas Cagarras, no Rio de Janeiro; em diversas ilhas do litoral paulista. Entre elas  Vitória, Alcatrazes e Búzios.

Fontes: G1 SC e Ecodesenvolvimento.org.br.

Coral sol na Baía de Angra dos Reis.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here