Biodiversidade, saiba quais são os países campeões

1
157
views

Biodiversidade, saiba quais são os países campeões

Vivemos um período riquíssimo da história. A tecnologia faz milagres, cura doenças, cria robôs, encurta a distância, aumenta a produção a níveis jamais imaginados, inclusive, e especialmente, no campo. As pessoas vivem cada vez mais, e a população mundial atinge 8 bilhões no planeta! Uma explosão da tecnologia como jamais foi imaginada. Mas este crescimento populacional, anabolizado pelas conquistas da ciência, deixa uma preocupação. É preciso lembrar que estamos apenas engatinhando nesta revolução digital. Mas, para as maravilhas alcançadas fica uma dívida com a biodiversidade do planeta. É por isso que os olhos do mundo estão fixados no Brasil. O país é considerado como o de maior biodiversidade entre as nações. Fizemos uma curadoria na rede a respeito do tema da biodiversidade entre os países. Vejamos o que descobrimos.

Brasil lidera todas as listas dos países com maior biodiversidade

Não há listas de organismos mundiais, como órgãos da ONU, por exemplo. Mas há listas em diversos sites. Dos mais conhecidos, até alguns quase desconhecidos nestas plagas. Mas achamos uma declaração da UNESCO que confirma a primazia do Brasil entre os 17 países com mega biodiversidade. A UNESCO disse no ano 2000 que “O Brasil é o lar de uma das biodiversidades mais ricas do mundo (e membro de um grupo composto por 17 países megadiversos). Dessa forma, o país é especialmente responsável por uma mudança de conceitos.” Que nós somos o país de maior biodiversidade, todos sabemos. Mas, quem seriam os outros?

imagem de araras representam o Brasil como país de maior biodiversidade
Imagem, https://www.activesustainability.com/.

As listas de países com maior biodiversidade na net

É importante alertar os leitores que as listas que se encontram na net não têm validade científica, quer dizer, elas não foram feitas por acadêmicos, mas pelos próprios sites, e ou ONGs. E são baseadas na quantidade de exemplares da fauna e flora que cada país abriga. Checamos cerca de dez destas listas e não houve divergência quanto à primazia tupiniquim. Já, do segundo lugar em diante, sim, houve algumas divergências.

Lista do site Mongabay aponta o Brasil em primeiro lugar

De acordo com o site https://rainforests.mongabay.com/, “É o país com a maior biodiversidade de flora e fauna do planeta. O Brasil possui o maior número de espécies de mamíferos e peixes de água doce conhecidos e mais de 50.000 espécies de árvores e arbustos, ocupando o primeiro lugar na diversidade de plantas. Mesmo assim, a perda de floresta tropical (devido à agricultura descontrolada e à extração de madeira) ainda está aumentando.”

África do Sul em segundo

Para o https://rainforests.mongabay.com/, a África do Sul ocupa o segundo lugar. “A África do Sul é um dos países mais diversos do mundo. Ele contém quase 10% de todas as espécies conhecidas de aves, peixes e plantas registradas no mundo e 6% das espécies de mamíferos e répteis. A caça furtiva e o desmatamento são problemas que este território rico em biodiversidade deve enfrentar.”

Madagáscar em terceiro

70% das espécies que habitam essas ilhas são totalmente únicas no mundo. Sua grande riqueza de biodiversidade vai de lêmures, mangustos, camaleões, morcegos, raposas … Além disso, durante a última década, 40 mamíferos, 69 anfíbios, 61 répteis, 42 invertebrados e 385 novas plantas foram descobertas em seu território. Mesmo assim, 75% de suas florestas desapareceram nas últimas décadas; portanto, medidas urgentes devem ser tomadas para impedir esse fenômeno.”

imagem de baobás de Madagascar
Os lindos Baobás representam a biodiversidade de Madagascar. Imagem, https://www.activesustainability.com/.

Equador ocupa a quarta posição na lista do Mongabay

“Este país possui mais espécies de plantas por unidade de área do que qualquer outro país da América do Sul. 18% do total de aves descobertas no mundo, 1.655 aves, são encontradas no Equador. As 382 espécies de mamíferos existentes neste país compreendem 7% das 5.490 espécies registradas no mundo. É, em resumo, uma rica região tropical, com zonas úmidas, devido à sua localização geográfica privilegiada nos Neotrópicos, o que faz parte dessa lista privilegiada de biodiversidade.”

México, em quinto lugar em biodiversidade

“O México abriga entre 10 e 12% das espécies do planeta. Qual é a razão para esses dados fantásticos sobre biodiversidade? Sua localização geográfica privilegiada, a variedade de climas e sua topografia complexa, que favoreceram uma grande variedade de condições. Além disso, é um dos países do mundo com maior extensão de costa e possui um mar exclusivo, o Golfo da Califórnia, que tem a segunda maior área recifal do mundo.”

Do sexto, ao nono lugar pela Mongabay

Pela ordem seriam os Estados Unidos; a China em sétimo; as Filipinas; depois Austrália. O mesmo site faz um resumo sobre os…

Continentes, e respectivos países com maior biodiversidade

Para finalizar, o Mogabay fez um resumo: “A América é o continente com mais países ricos em biodiversidade: Brasil, Colômbia, Equador, México, Peru, Venezuela e Estados Unidos. Por sua vez, na Ásia, os países com maior biodiversidade são China, Indonésia, Índia, Filipinas e Malásia. Na África, Madagascar, República Democrática do Congo e África do Sul. E, finalmente, a Oceania tem a Austrália e Papua Nova Guiné. Esses países, juntos, abrigam mais de 70% da biodiversidade do planeta! e seu território é de apenas 10% da superfície da terra.”

As divergências com outras listas consultadas

Uma delas foi publicada pelo https://www.linkedin.com/. Para este site “O Brasil é o campeão da biodiversidade da Terra. Entre a floresta amazônica e a Mata Atlântica, o cerrado arborizado, como o savana, o pântano maciço conhecido como Pantanal e uma série de outros ecossistemas terrestres e aquáticos, o Brasil lidera o mundo na contagem de espécies de plantas e anfíbios. É o segundo em mamíferos e anfíbios, o terceiro em pássaros, répteis e peixes.”

Segundo lugar em biodiversidade pelo Linkedin: Colômbia

O país, que sequer aparece entre os nove primeiros pela lista anterior, é tido como o segundo pelo site https://www.linkedin.com/. “A incrível riqueza de aves, anfíbios e plantas da Colômbia permite superar a Indonésia em nosso índice. Com 1826 espécies, a Colômbia tem mais espécies de pássaros do que qualquer país da Terra. A riqueza biológica da Colômbia é um produto de sua variedade de ecossistemas, incluindo florestas tropicais na Amazônia e Choco, habitats montanhosos como Sierra Nevada e Andes, pradarias dos llanos e páramos e ilhas como Gorgona no Pacífico e San Martin no Pacífico. Caribe.”

Coincidências do LinkedIn com Mongabay

Para ambas, o México ocupa o quinto lugar. Já o Equador desta vez aparece em nono, a China em quarto, a Austrália em sétimo. Estas são divergências menores. Mas de qualquer forma estes países estão entre os dez nas duas listas. Divergência maior foi encontrada em relação ao Peru, que na primeira lista sequer aparece e, pela do Linkedin está na sexta posição, enquanto a Índia ocupa o oitavo lugar.

Lista do World Atlas de países com maior biodiversidade

O World Atlas se aventurou a mostrar os 17 países com maior biodiversidade. “A biodiversidade inclui todas as espécies de plantas e animais do planeta, suas diferenças genéticas e os ecossistemas onde formam comunidades. Megadiversidade refere-se aos países com um número total alto de espécies, incluindo uma porcentagem significativa de espécies endêmicas. O critério para uma classificação de megadiverso é duplo: (1) possuir pelo menos 5.000 plantas endêmicas e (2) possuir um ecossistema marinho dentro das fronteiras. Segundo a Conservation International, uma organização ambiental sem fins lucrativos, 70% da flora e fauna do mundo existem em apenas 17 países. Essas nações representam pouco menos de 10% da superfície da terra.”

Novamente o Brasil em primeiro

Como sempre, o Brasil encabeça mais esta lista.”O Brasil contém 20% da água doce do mundo, as maiores áreas úmidas, florestas, campos abertos, savanas e a floresta tropical. Surpreendentemente, 43.893 espécies de plantas florescem aqui, além de 712 espécies de mamíferos, 1.900 espécies de pássaros, 751 espécies de répteis e 978 espécies de anfíbios. Nativo desse país, encontra-se o Ashy Black Titi Monkey, o sapo venenoso e a planta de bambu Apoclada.”

Os 17 países segundo o World Atlas

“Diz-se que 17 dos países do mundo são megadiversos. São Venezuela, Estados Unidos, África do Sul, Filipinas, Peru, Papua Nova Guiné, México, Malásia, Madagascar, Indonésia, Índia, Equador, República Democrática do Congo, Colômbia, China, Brasil e Austrália.”

Os países que só parecem na lista do World Atlas

Papua Nova Guiné, Malásia, República Democrática do Congo e Venezuela só aparecem nesta lista. Por isso replicamos o que o WA diz sobre cada um deles.

Papua Nova Guiné

“Papua Nova Guiné abriga algumas das flora e fauna únicas do mundo. Esta nação insular possui a terceira maior floresta tropical do mundo. Alguns dos animais endêmicos incluem ratos carnívoros, cangurus que arvoram árvores e ratos gigantes. Aqui vive uma grande população de 730 espécies, além de 320 espécies de anfíbios e cerca de 300 espécies de répteis.”

imagem de ave de Papua Nova Guiné
A linda ave representa Papua Nova Guiné. Imagem, , https://www.worldatlas.com/.

República Democrática do Congo

“Com metade de toda a água doce africana, a República Democrática do Congo abriga uma grande variedade de flora e fauna. Três mil das 10.000 espécies de plantas encontradas na RDC são endêmicas da região. O país abriga 280 espécies de répteis, 400 espécies de mamíferos, 216 espécies de anfíbios e 900 espécies de borboletas. O chimpanzé okapi e pigmeu (também conhecido como Bonobo) são endêmicos e vagam por toda a bacia do rio Congo e áreas norte e nordeste.”

imagem de gorilas do Congo
Os gorilas representam A República Democrática do Congo. Imagem, https://www.worldatlas.com/.

Malásia

“A Malásia se une aos países megadiversos com 210 espécies de mamíferos, 620 espécies de pássaros, 250 espécies de répteis e 150 espécies de sapos. A serpente Pipe de Leonard, o esquilo voador pigmeu de Hose e a bela begônia com pedúnculo lanoso são nativas aqui. O país é coberto de floresta tropical e possui uma extensa costa que abriga uma fauna tão diversa. Dada a sua grande cobertura florestal, a Malásia também produz 14.500 espécies de plantas.”

Venezuela

“Localizada em clima tropical, a Venezuela ocupa uma das 17 posições dos países megadiversos. Esse clima fornece o ambiente de crescimento perfeito para cerca de 21.000 espécies de plantas. Estima-se que 38% dessas plantas são endêmicas no país. Surpreendentemente, 8.000 espécies de animais também são endêmicas nesta nação sul-americana. No total, a Venezuela possui 1.417 espécies de aves, 351 mamíferos, 315 espécies de anfíbios e 341 répteis. O sapo venenoso Sira, o rato Sucre Spiny e o esquilo ardente são todos endêmicos da região.”

Algumas considerações

Como se vê pelas listas, os países com maior biodiversidade são, quase sem exceção, países em desenvolvimento, ou mesmo países pobres como Papua Nova Guiné. Isso reforça o conceito de que estes países deveriam ser mais ajudados pelo clube dos países ricos que já detonaram grande parte da sua biodiversidade. A notar, o único país rico, na verdade a maior economia do planeta, os Estados Unidos, está entre os 17 com maior biodiversidade. A estranhar também, o fato do país que encabeça todas as listas não ter assinado o protocolo de biodiversidade. Na época, 2014, Bráulio Dias, secretário executivo da Convenção de Diversidade Biológica (CDB) das Nações Unidas alertou sobre os perigos que corremos ao não ratificarmos o acordo. Saiba o que ele disse.

Ilustração de abertura: https://biologydictionary.net/

Fontes: https://www.activesustainability.com/environment/top-10-countries-in-biodiversity/; http://www.unesco.org/new/en/brasilia/natural-sciences/environment/biodiversity/; https://rainforests.mongabay.com/03highest_biodiversity.htm; https://www.linkedin.com/pulse/10-most-biodiverse-countries-rhett-butler; https://www.worldatlas.com/articles/ecologically-megadiverse-countries-of-the-world.html.

Krill, e seu papel como sumidouro de dióxido de carbono

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

1 COMENTÁRIO

  1. Exceto por poucos espécimes, como o Gambá e a Preguiça, nossa fauna de grandes animais é toda importada, a original foi extinta há 3 milhões de anos quando ouve a união das Américas. Já a Mega Fauna que se originou após isto foi extinta pelos índios há 10.000 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here