Peixe mais profundo descoberto a 8.336 metros

1
16502
views

Peixe mais profundo descoberto a 8.336 metros

Segundo o www.scientificamerican.com,’Cientistas que exploravam uma fossa marinha perto do Japão ficaram surpresos ao encontrar o peixe mais profundo até agora descoberto, a 8.336 metros abaixo da superfície. A criatura translúcida em forma de girino é um tipo de caracol, e é provavelmente o peixe mais profundo que alguém jamais encontrará.’ A notícia veio à tona em agosto de 2022, depois de uma expedição de dois meses que se concentrou nas populações de águas profundas em três fossas localizadas perto do Japão. As fossas do Japão, Izu-Ogasawara e Ryukyu que se estendem 8.000 metros, 9.300 metros e 7.300 metros, respectivamente, abaixo da superfície do norte do Pacífico.

O peixe mais profundo já filmado.
Imagem, UNIVERSIDADE DA AUSTRÁLIA OCIDENTAL.

O peixe mais profundo já fotografado

O www.scientificamerican.com explica que ‘Os peixes suportam as altas pressões de profundidades extremas por causa de compostos chamados osmólitos (pequenas moléculas orgânicas) em suas células. As concentrações de osmólitos aumentam em profundidades maiores para garantir que as células não encolham demais com as pressões esmagadoras. Entretanto, esses compostos atingem sua concentração máxima em cerca de 8.400 metros. Então esse é o limite teórico da fisiologia do peixe. “Se alguém encontrar peixes mais profundos do que isso, não será muito”, diz Alan Jamieson, da University of West Australia, que liderou a descoberta.

No estudo colaborativo de 10 anos entre a University of Western Australia e a Tokyo University of Marine Science and Technology, cientistas usaram câmeras robóticas com iscas para filmar um jovem peixe-caracol a cerca de 8.336 metros abaixo da superfície, explicou a CBS News.

A mesma fonte informou que o peixe-caracol descoberto a 8.300 metros de profundidade pertence a uma espécie desconhecida. Ele foi visto na fossa Izu-Ogasawara, no sul do Japão, estabelecendo um recorde mundial. Os peixes foram medidos em aproximadamente 11 centímetros.

Já a National Geographic explicou que o recorde anterior era ‘um pequeno e estranho peixe-caracol capturado a 7.966 metros na Fossa das Marianas. A NG acrescenta que ‘existem mais de 350 espécies de peixes-caracol conhecidas globalmente.’

A espécie é gelatinosa

É preciso uma estratégia muito diferente para sobreviver nestas profundidades, onde a pressão é 800 vezes maior que na superfície. Neste caso, além de ter as moléculas orgânicas conhecidas como osmólitos, o peixe-carocol é gelatinoso.

PUBLICIDADE

Peixes caracol.
Imagem, UNIVERSIDADE DA AUSTRÁLIA OCIDENTAL.

O ictiólogo Prosanta Chakrabarty, curador de peixes do Museu de Ciências Naturais da Louisiana State University, se disse impressionado com o fato de uma espécie do gênero Pseudoliparis, sobreviver tão fundo. “Naquela profundidade, tudo, desde a troca gasosa para respirar até quase todas as funções fisiológicas, parece impossível.”

Para fotografar o peixe, os pesquisadores a bordo do DSSV Pressure Drop enviaram um veículo subaquático autônomo equipado com câmeras, luzes e baterias, juntamente com um peso para transportar a engenhoca até o fundo do mar.

Os pesquisadores usaram sondas que carregavam peixes mortos como iscas; os crustáceos do fundo do mar comeram a isca e o peixe-caracol veio comer os crustáceos.

Assista ao vídeo

Finding the world's deepest fish

Bioma marinho: esquecido pelo Governo Lula

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. “A criatura translúcida em forma de girino é um tipo de caracol, e é provavelmente o peixe mais profundo que alguém jamais encontrará”

    É um peixe-caracol, não tem NADA a ver com caracol nem lesma nem caramujo. É um PEIXE, do tipo peixe-caracol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here