Naufrágio do Mar Sem Fim dramático demais

2
1014
views

Naufrágio do Mar Sem Fim: o barco no leito do mar na Antártica.

Naufrágio do Mar Sem Fim dramático demais: no verão 2012/2013 estive na Antártica pela quarta vez para tirar o Mar Sem Fim do leito do mar. Depois de uma luta dramática o barco naufragou na ilha Rei George em 7 de abril de 2012. Com apoio da Marinha do Brasil, auxílio do pessoal das bases chilena, chinesa e russa, tivemos sucesso. Resgatamos o barco do fundo do mar.

Naufrágio do Mar Sem Fim dramático demais, imagem do mar sem fim debaixo d'água
O Mar Sem Fim naufragado a 12 metros de profundidade.

Naufrágio do Mar Sem Fim dramático demais

Depois de 40 dias no mar e muito  trabalho, o trawler veio à tona sem causar nenhum dano ecológico. Em breve os documentários serão exibidos na TV mostrando cada detalhe desta incrível aventura. Um livro sobre minha experiência com barcos, contado os bastidores desta experiência de naufrágio do mar sem fim, também foi lançado.

Naufrágio do Mar Sem Fim dramático demais, imagem do mar sem fim debaixo d'água
Faixas foram colocadas pelas vigias. Depois elas foram atadas a barras de ferro. Finalmente, cinco bóias infláveis são conectadas as barras. Cheias de ar elas trazem o barco à tona.

Naufrágio do mar sem fim, bastidores

Não foi nada fácil. Tive que esperar um ano para resgata-lo. E sabia que jamais poderia usa-lo outra vez. Depois de nove meses debaixo dágua não há muito o que fazer. Apesar do casco estar em bom estado, sem furos, o custo do conserto é inviável. Eu sabia disto mas tinha obrigação moral de retirar o barco da Antártica, um santuário dedicado a pesquisa e à ciência.

A faina começou em Janeiro de 2013. Acompanhado pelo amigo e “mestre” da náutica, Plínio Romeiro Jr, do cinegrafista- editor Alexandre Nogueira, e do cinegrafista de minha equipe Alessandro Taques, seguimos para Punta Arenas onde embarcamos no Navio de Socorro a Submarinos, Felinto Perry, da Marinha do Brasil.

Contratei uma empresa especializada em resgates na Antártica, a chilena Nautilus, de meu amigo Francisco Ayarza. Um chileno parrudo, na casa dos 80 anos. Acreditem, foi ele quem comandou o processo vitorioso do resgate. Nossa missão era trazer o barco de volta sem causar acidente ecológico. Foi dureza mas deu certo.

Pudemos enfim voltar ao Brasil com missão cumprida.

Assista um trecho das filmagens que fizemos sobre o naufrágio do mar sem fim

Conseguimos trazê-lo à tona!

COMPARTILHAR

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

2 COMENTÁRIOS

    • Sim, José Antonio, por enquanto, por motivos de saúde, não posso sair ao ar livre, razão pela qual fui obrigado a ‘dar um temporãos documentários. Pelo mesmo motivo passei a fazer comentários sobre o assunto para o BandNews TV. Houve uma primeira série em 2017 e haverá a segunda em 2018. Isso até que eu possa volta ao ‘meu habitat natural’, o mar, do qual sinto imensa saudades. Abraços

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here