Duna do Pôr do Sol em Jericoacoara: nova vítima da erosão

0
2142
views

Duna do Pôr do Sol em Jericoacoara: nova vítima da erosão

Faz mais de dez anos que a maior atração do Parque Nacional de Jericoacoara, a Duna do Pôr do sol, está diminuindo. A função das dunas no ecossistema é de vital importância para a manutenção das praias. Entre outras, as dunas são repositórios de areia para as praias, sempre fustigadas por ventos, correntes, ondas, ressacas, e agora por eventos extremos e aumento do nível do mar. Portanto, a lei protege as dunas como Áreas de Proteção Permanente, que não devem sofrer ocupação. No entanto, como as leis brasileiras ‘não pegaram’ no litoral, houve, e ainda há, a ocupação de muitas dunas, tanto no Nordeste quanto no Sudeste (Ilha Comprida, SP) e no Sul (Florianópolis, Santa Catarina). A consequência é sempre a erosão e o avanço do mar. É o que ocorre hoje neste parque nacional.

Duna do Por do Sol em Jericoacoara
Em 2006 ela estava assim. Acervo SMSF.

A duna de Jeri tinha 60 m em 1975

De 60 m em 1975, diminuiu para menos de 10 metros em 2024. Sua extensão perdeu 350 m neste período. Especialistas afirmam que a situação é irreversível e nada mais resta a fazer além de observar novamente os danos resultantes da ocupação inadequada do litoral.

vila de Jericoacoara
A vila de Jericoacoara em 2006. Acervo MSF.

No caso de Jericoacoara, o problema maior foi o inchaço na vila de Jericoacoara. Ela vive abarrotada de turistas, a ponto de ter o ‘trânsito infernal de automóveis’ apontado como um dos principais problemas.

A descoberta de Jeri nos anos 70

Até pouco antes dos anos 70, a vila de Jeri era uma antiga e pitoresca vila de pescadores artesanais. Contudo, ela foi descoberta nos anos 70. Desde então entrou na moda e se tornou objeto de cobiça.

Placa de vende-se terreno em Jericoacoara
No início dos anos 2000 a especulação corria solta em Jeri. Acervo MSF.

Brasileiros e europeus descobriram Jericoacoara, mudaram-se para lá e gradualmente a transformaram no epicentro da especulação imobiliária no litoral do Ceará. As construções avançaram para o mar, e cresceram em altura. Durante o período da APA (antes de se tornar um parque nacional), leis rigorosas restringiam as construções para preservar a identidade da região. As residências deviam seguir o estilo tradicional dos pescadores, com altura máxima de 4 metros e limitação de construção a apenas 40% do terreno.

Casa da vila de pescadores.
Casa original da vila de pescadores, acima da porta a data: 1931. Acervo MSF.

A conversão de Jericoacoara em Parque Nacional mudou as regras de construção ao excluir a vila da área protegida e transferir sua jurisdição para o município de Jijoca. Agora, as construções podem alcançar até 7,5 metros de altura, sem limitações quanto ao tamanho do terreno para ocupação ou para o desenvolvimento de novos hotéis e pousadas, presumivelmente contanto que haja incentivos financeiros adequados. Esse movimento parece ter sido uma manobra estratégica e deliberada para facilitar a especulação imobiliária.

PUBLICIDADE

construção na vila de Jericoacoara
Mais uma…Acervo MSF.

Conforme um estudo do Labomar, da Universidade Federal do Ceará (UFC), diz matéria de O Globo, as dunas de Jericoacoara impediram que o Atlântico avançasse sobre o continente nos últimos séculos. Mas a expansão urbana inviabiliza a chegada de novas dunas e a praia corre o risco de ser tomada de vez.

Erosão na praia de Jericoacoara

Já explicamos inúmeras vezes que não se pode construir muito próximo da praia, ou ocupar as dunas, e/ou restingas, que ficam logo atrás. Porque as praias perdem areia todos os dias. As ondas, os ventos, e as ressacas fazem este trabalho. Como tudo na natureza está intimamente interligado, ao mesmo tempo em que perde areia, pelos motivos explicados, ela ganha de volta das dunas, da areia das restingas, do vento que traz grãos consigo e, finalmente, de sedimentos de rios.

Duna do Por do Sol em Jericoacoara
No momento ele está assim. Em breve vai sumir de vez. Mais um golaço da especulação imobiliária. Imagem de vídeo do G1.

Como alguns rios do Nordeste são temporários, e muitos contam com barragens, o serviço de devolver areia ao mar, que depois seguia com as ondas para a praia, cessou. Junto com isso, a vila de Jeri teve um crescimento insuflado pela especulação que nada respeita. A vila é o que se diz ‘insustentável’. Com isso, ela impede que novas dunas se formem. Este é o quadro na região, e por isso dissemos que é um processo irreversível.

transito em Jericoacoara
Se você bobear fica preso no trânsito. Acervo MSF.

Por causa disso, hoje, hotéis e pousadas costumam amontoar pedras nas portas numa vã tentativa de impedir o avanço da água. Problema maior, entretanto, será quando a água do mar avançar sobre a tubulação de esgoto que, como sempre, foi colocada muito perto da areia.

O que isso nos ensina?

Em primeiro lugar, que as unidades de conservação do bioma marinho são uma piada, uma ficção. Era óbvio que um lugar tão esplendoroso seria atacado pela especulação. Por que os responsáveis não tomaram providências, ou sequer alertaram as autoridades?

construção de casa em Jericoacoara
Quando estive em Jeri na primeira vez, 2006, o que mais havia eram casarões em construção. Acervo MSF.

Segundo: parece que os brasileiros não aprendem com os próprios erros. A erosão, acirrada pelo aquecimento, está destruindo centenas de casas, hotéis, condomínios, prédios, e até a estrada, a BR 101 que foi construída sobre milhares de hectares de mangues, restingas, ou dunas, desde o Rio Grande, no Sul, até o Rio Grande do Norte, no Nordeste.

casa original da vila de Jericoacoara
Compare o tamanho da casa dos antigos pescadores com a que o cara-pálida está construindo acima. Acervo MSF.

A terceira, e derradeira conclusão, é que não podemos contar com a ajuda do ministério de Meio Ambiente e Mudança do Clima. Como já mostramos dezenas de vezes, Marina Silva se preocupa com a Amazônia, e somente ela. Por isso no primeiro ano de governo o desmatamento na Amazônia caiu cerca de 50% mas, no Cerrado, ele aumentou na mesma proporção.

duna do por do sol em Jericoacoara erodida por erosão
Imagem, Reprodução.

Quanto ao bioma marinho, continuamos parados. Não há um plano central para combater a erosão que aos poucos destrói as praias, não há um plano centralizado para combater ou mitigar os efeitos do aquecimento na zona costeira, não há nada.

Assista ao vídeo para saber mais

Acompanhe as mudanças na Duna do Pôr do Sol em Jericoacoara

Corais da Grande Barreira da Austrália sob severo estresse

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here