Resgate de barco naufragado em 2012 entra na reta final

0
3341
views

GIULIANA MIRANDA
ENVIADA ESPECIAL À ANTÁRTIDA

O barco brasileiro Mar sem Fim, que naufragou na Antártida em abril de 2012, foi finalmente retirado do fundo do mar e içado até a margem.

Desde o incidente, havia o temor de que os 8.000 litros de combustível pudessem vazar e causar danos ambientais –o que não aconteceu, segundo a Marinha.

O trabalho entra agora na reta final, que é o reboque do barco até a cidade chilena de Punta Arenas, onde será vendido como sucata.

Folha de S.Paulo
O barco Mar sem Fim é rebocado após ser retirado das águas entre o Chile e a Antártida; embarcação será levada para Punta Arenas e vendida como sucata

A travessia dos mais de mil quilômetros, no entanto, traz um grande desafio: cruzar as temidas águas da passagem de Drake, uma região de mar agitado na qual as ondas passam de dez metros de altura.

Essa etapa depende das condições climáticas na região, que não andam favoráveis. Fortes ventos têm atrapalhado os planos de militares e cientistas, impedindo inclusive o pouso de aviões de carga brasileiros.

A embarcação de 30 metros de comprimento pertence ao jornalista João Lara Mesquita, ex-diretor da Rádio Eldorado, do Grupo Estado.

O acidente aconteceu quando Mesquita foi ao continente gelado gravar imagens para um documentário.

Ainda no início da jornada o barco naufragou em frente à base chilena Eduardo Frei, a 50 km da estação brasileira destruída por um incêndio em fevereiro de 2012.

Agora, Mesquita grava um documentário sobre o resgate da embarcação. O cinegrafista Alessandro Taques disse que houve uma grande cooperação para ajudar no resgate. “Os russos cederam um barco, a Marinha está dando um grande apoio.”

A jornalista GIULIANA MIRANDA viajou de Punta Arenas à Antártida a convite da Marinha

Matéria publicada pelo jornal “Folha de S.Paulo”, em 10/02/2013

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here