Projeto Tamar continua firme e forte, entenda a polêmica

4
3805
views

Projeto Tamar continua firme e forte, entenda a polêmica

Parece que mais uma vez aconteceu falha na comunicação do MMA sobre o ‘fechamento’ de três bases do centro Tamar do ICMBio, em Parnamirim, Rio Grande do Norte; Pirambu, Sergipe; e Arembepe, Bahia. Isso não significa que “o Projeto Tamar, entidade privada que é parceira do governo e executa a maior parte das ações de conservação das tartarugas marinhas”, tenha sido afetado, como explica a Folha de S. Paulo em matéria de 29 de maio de 2020. Os protestos do público nas redes sociais se deve pelo fato de que  o Projeto Tamar (entidade privada), é ligado ao ICMBio e coordena seu plano nacional de conservação. O Projeto Tamar continua firme e forte, entenda a polêmica.

imagem de crianças com filhotes de tartaruga no Projeto tamar
Soltura na base de Pirambu em 2015.

Projeto Tamar continua firme e forte

Quem executa todos os trabalhos de campo, as pesquisas, a educação ambiental, monitoramento das praias em que há desova, e manutenção das bases, é a Fundação Pró-Tamar.

Acontece que o público não sabe estes detalhes, e o MMA, desde a ascensão de Ricardo Salles além de proibir que os funcionários deem entrevistas à imprensa, também pouco informa sobre suas ações. Quando a Portaria Nº 554  (25 de maio) sobre o ‘fechamento’ das três bases foi publicada no Diário Oficial em 28 de maio, a confusão se estabeleceu.

Veja-se como é falha a comunicação do Ministério do Meio Ambiente. As mudanças no Tamar aconteceram no rastro da famigerada reunião ministerial de 22 de abril, na qual Salles afirmava que era preciso ‘passar a boiada’, referindo-se a desregulamentar normas ambientais enquanto a mídia estava preocupada com a pandemia da covid-19. Não deu outra, mais confusão inútil nas redes sociais.

Até entre senadores houve confusão

No dia seguinte à publicação da Portaria 554, vários senadores tiveram a mesma impressão que as redes sociais. O ministro estava aproveitando para ‘passar a boiada’. O presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA) do Senado Federal, Fabiano Contarato (Rede-ES), além de Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e Humberto Costa (PT-PE), usaram o Twitter para criticar a medida.

Para Rodrigues, “o exterminador do Meio Ambiente Ricardo Salles está avançando com sua ‘boiada’. Não há termo mais adequado: criminosos!”

Mas, desta vez, não foi bem assim…

Projeto Tamar divulga nota de esclarecimento

“O Projeto Tamar/Fundação Pró-Tamar vem através desta esclarecer que a Portaria nº 554, publicada no Diário Oficial da União no dia 28 de maio de 2020 não se refere às estruturas do Projeto Tamar/Fundação Pró-Tamar localizadas no Rio Grande do Norte, Sergipe e Bahia.”

“O Projeto Tamar/Fundação Pró-Tamar é uma instituição privada, sem fins lucrativos, que tem como missão proteger as cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil através de ações de pesquisa, educação e sensibilização ambiental, e inclusão social. Devido à pandemia do Covid-19, todas as nossas atividades foram temporariamente suspensas e todas as nossas estruturas de arrecadação (Centro de Visitantes e Lojas) estão fechadas.”

imagem de filhotes de tartaruga na praia
Elas continuarão a ter o apoio da Fundação Tamar.

O Mar Sem Fim já explicou como funciona o Projeto Tamar, patrocinado pela Petrobras, cujo orçamento vem de recursos próprios (cerca de 70%) gerados a partir da bilheteria de seus centros de visitação, e da venda de produtos, entre outras fontes de renda.

Projeto Tamar continua firme e forte, entenda a polêmica

Ricardo Salles ainda não conseguiu infringir baixas ao Projeto Tamar, um dos raros exemplos de sucesso na área de conservação da costa brasileira. O Mar Sem Fim conversou com Neca Marcoavaldi, fundadora e coordenadora de conservação e pesquisa do Projeto Tamar. Ela esclareceu que o Projeto Tamar, fundado em 1988, e atualmente com 600 funcionários, tem suas bases próprias tanto em Pirambu, como Parnamirim e Arembepe. É o pessoal destas bases que cuida das tartarugas. E vai continuar a fazê-lo. O que foi fechado nestes locais são sedes administrativas do ICMBio.

Se a atual gestão do MMA não fosse tão arrogante, teria explicado melhor suas ações. Desta forma, evitaria mais uma polêmica desnecessária em um País já cansado de tantas. Infelizmente, informação não parece ser uma prioridade da atual gestão.

Fontes: http://www.camacarifatosefotos.com.br/outros-fatos/69840-nota-do-tamar-desmente-extincao-da-base-de-arembepe.html; https://odocumento.com.br/senadores-comentam-portaria-do-icmbio-que-atinge-bases-de-pesquisa-e-conservacao-da-vida-marinha/; https://tribunaonline.com.br/ricardo-salles-extingue-tres-bases-do-projeto-tamar; https://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2020/05/tres-bases-do-centro-tamaricmbio-sao-fechadas-mas-projeto-continua-diz-entidade.shtml?utm_source=whatsapp&utm_medium=social&utm_campaign=compwa&fbclid=IwAR1l0awrKa0LLD_iZ5bKSf6xs71IFEXojhRmIsXv4cLr7ntYPIKZrd4AZA4; https://www.bahianoticias.com.br/municipios/noticia/21019-ministerio-do-meio-ambiente-extingue-base-avancada-do-projeto-tamar-em-arembepe.html?f&fbclid=IwAR0b1kKr18tN4qK_eJ2NWkMys2tox6QKz7Bz-I39zUI4BHaWzSTXzh-6mww; https://www.bahianoticias.com.br/municipios/noticia/21019-ministerio-do-meio-ambiente-extingue-base-avancada-do-projeto-tamar-em-arembepe.html?f&fbclid=IwAR0b1kKr18tN4qK_eJ2NWkMys2tox6QKz7Bz-I39zUI4BHaWzSTXzh-6mww.

Poluição oceânica por microplástico foi subestimada

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

4 COMENTÁRIOS

  1. Como a noticia é fake news comprovada, querem agora jogar a culpa no MMA. NÃO SE PREOCUPARAM EM CHECAR A VERACIDADE.
    Se a atual gestão do MMA não fosse tão arrogante, teria explicado melhor suas ações. Desta forma, evitaria mais uma polêmica desnecessária em um País já cansado de tantas. Infelizmente, informação não parece ser uma prioridade da atual gestão.

  2. Nossa, então parece que fake news rolou solta nos jornais e nas redes sociais, e, incrivelmente os Sleeping Giants também não se preocupou com isso!!!!!!Como as coisas são, tantas pessoas propagando mentiras e ninguém sequer se preocupou em, no mínimo, perguntar para os coordenadores do projeto o que realmente acontecera. Bom, ao menos a “boiada” já sabe o que aconteceu, falta agora um pequeno pedido de desculpas por parte dos Senadores, será que rola? Pedir muito, não é?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here