2014 foi o ano mais quente, ONU confirma

0
762
views

2014 foi o ano mais quente, ONU confirma

De acordo com a instituição especializada da ONU, a Organização Meteorológica Mundial (OMM), o ano de 2014 foi o ano mais quente  registrado na Terra. A tendência é de aquecimento nos próximos anos.

 

2014 foi o ano mais quente, mapa mundi mostrando aquecimento em 2014
2014 foi o ano mais quente

Século teve as temperaturas mais altas da história do planeta, e 2014 foi o ano mais quente

A temperatura média no ano passado, na superfície do planeta, superou em 0,57 grau Celsius a média caculada para o período de referência 1961-1990, que foi de 14ºC. Também superou as máximas de 2010 (0,55 grau acima), e de 2005 (+ 0,54 grau). A informação é da OMM.

O secretário-geral da organização, Michel Jarraud, declarou:

Nosso século conta com 14, dos 15 anos mais quentes. Acreditamos que este aquecimento mundial se manterá, já que a concentração de gases de efeito estufa na atmosfera e o aumento do calor contido nos oceanos nos levam a um futuro mais quente

Temperaturas dos mares atingiram níveis recordes

As temperaturas da superfície dos mares também atingiram níveis recordes. A organização meteorológica calculou que 93% do calor preso na atmosfera, pelos gases de efeito estufa, está armazenado nos oceanos.

Os oceanos desempenham um papel essencial em termos de regulação térmica do sistema climático mundial. “A temperatura média na superfície dos oceanos alcançou novos recordes em 2014”, adverte a OMM.

‘O aquecimento global deve continuar’

A ONU visa a limitar o aquecimento a 2 graus Celsius com relação a índices pré-industriais. Mas cientistas alertam que a Terra deve dobrar esta meta.

Relatório tem filiação notável

O relatório da OMM é uma consolidação de bases de dados internacionais de referências. Eles incluem pesquisas da Nasa, da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), do Centro Hadley do serviço de meteorologia britânico (Met Office), e da Unidade de Pesquisas Climáticas da Universidade de East Anglia.

Cientistas alertam que um planeta 4º C

Os cientistas alertam que um planeta 4º C mais quente poderia sofrer com secas catastróficas, enchentes, elevação do nível dos mares e tempestades, uma situação que poderia ser agravada com a ocorrência de guerras motivadas por disputas de recursos escassos, como a água.

Tubarão ferido pede ajuda a mergulhador.

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here