Meteoro no mar em Capão da Canoa, Rio Grande do Sul

0
3775
views

Meteoro cai no mar em Capão da Canoa, Rio Grande do Sul

Antes de mais nada recordar é viver:  meteoro é fenômeno comumente visto no céu. Desde já corresponde à entrada de fragmentos de rocha oriundos de corpos celestes na atmosfera terrestre. Mas desta vez parte  explodiu no mar de Capão da Canoa. Atualmente o município conta com 11 balneários em 19,1 km. A imprensa informa sobretudo que ‘o fenômeno está, possivelmente relacionado à chuva Tau Herculídeas iniciada em 31 de maio além do mais ‘a maior desde 1883’. Por acaso, você lembra o que seria chuva de meteoros?

chuva de meteoro
Imagem, Face Book.

Chuva de meteoros, entenda

A princípio acontece quando caem do espaço diversos pedaços de rocha. www.gauchazh.clicrbs.com.br ‘A Tau-Herculídeas, provocada por detritos do cometa 73P/Schwassmann-Wachmann 3 (SW3) que, acima de tudo se despedaça’.

Chuva de meteoro.
Chuva de meteoros. Imagem, You Tube.

Até mesmo a imprensa estrangeira noticiou. Newsbeezer.com o …’o fenômeno “ Tau Herculidaepode ser acompanhado entre meia-noite e 2h. Antecipadamente especialistas preveem que será das maiores chuvas  já vistas, consequentemente, a probabilidade é alta de 150 meteoros serem vistos no Brasil por hora.

Explosão no mar de Capão da Canoa

O Globo, ‘Conforme o professor das Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT) Carlos Jung, responsável pelo observatório, acima de tudo, trata-se de meteoro bólido, conhecido como meteoro explosivo que tem magnitude maior, luminosidade mais intensa e, assim, explode no final da trajetória. Por último, o registro em Capão da Canoa foi feito às 22h58’.

Nem todos viram a chuva de meteoros

Entretanto muitos não viram. www.br.bolavip.com, Porém muitos internautas acordaram de madrugada e não conseguiram ver em primeiro lugar pelo céu nublado. Mesmo assim foi flagrada por vários países.

PUBLICIDADE

Chuva de meteoro.
Imagem, You Tube.

Mesma fonte: O Observatório Espacial Heller-Jung por exemplo conseguiu registros nesse meio tempo, no céu de Porto Alegre (RS). Além disso captou um meteoro explodindo em Capão da Canoa. Contudo após entrar na atmosfera sulista, extinguiu-se no oceano. Carlos Jung, professor e pesquisador das Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT),

Essa queda na noite de terça é uma amostra que fragmentos maiores podem entrar na atmosfera. Como foi uma simulação realizada em nível internacional, porque foi a primeira vez que ocorreu, pode nosso planeta não ter passado exatamente na trilha dos fragmentos

Assista e saiba mais

Imagem de abertura: Face Book.

Qual a Marinha mais antiga do mundo, você sabe?

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here